14.10.21

Confira os prós e contras de ser um corretor de imóveis


Com o mercado de trabalho cada vez mais complicado e passando por crises constantes, muitas pessoas procuram alternativas para trabalhar. O trabalho de corretor é um dos mais procurados ultimamente, mas é importante pensar que nem todos estão prontos para esse tipo de atividade.

O corretor de imóveis passa pelo mesmo quadro do empreendedor. São ilusões inseridas na cabeça das pessoas de que o trabalho não é difícil e que muitas vezes você conseguirá mudar completamente sua vida sem muito esforço.

Entretanto, o corretor é um profissional como qualquer outro, e precisa de muito estudo, especialização e conhecimento de mercado para ser bem sucedido, entendendo como trabalhar a venda de um espaço para fabrica de mezanino, por exemplo.

Para você trabalhar corretamente com essa profissão, é importante conhecer bem seus detalhes.

Quanto mais você conhecer o trabalho de um corretor, mais promissor ou não lhe parecerá esse tipo de atividade, dando uma base para compreender as dificuldades e os benefícios da profissão como um todo.

Os prós e contras da corretagem

Entender os motivos que levam alguém a procurar o serviço de corretagem é um passo importante para você garantir resultados melhores em suas escolhas de futuro.

Assim, você compreende o que é necessário para se destacar na profissão, como o conhecimento de portões para garagem para ajudar um cliente a se adaptar.

Além disso, é importante ter em mente que nem sempre o motivo que você acredita que o levará para uma mudança de carreira é aquele que você realmente pensa. Por isso, é importante saber lidar com divergências de ideias para tomar uma decisão assertiva.

Mudança de emprego

Mudar de emprego não é um motivo bom o suficiente para fazê-lo se tornar um corretor de imóveis. Se você está insatisfeito com sua empresa, é ideal buscar alternativas dentro de sua própria área para mudar de vida.

Alguns pontos muito importantes, como a falta de remuneração fixa e a concorrência no setor de corretagem podem ser muito importantes na sua decisão de tornar-se ou não corretor, que terá contatos de reforma de fachadas de predios para trabalhar melhor.

O mercado imobiliário não oferece nenhuma solução mágica para seus problemas.

Porém, se você gosta do desafio e sabe vender bem, pode conseguir resultados muito positivos no ramo, desde que saiba lidar com suas finanças para se segurar durante os meses mais fracos.

Intrigas na empresa

Assim como no primeiro caso, entrar para a corretagem só por este motivo pode ser muito negativo. Se você tem algum desafeto dentro da empresa, tente trocar de setor ou de unidade.

Se a pessoa em questão estiver acima de você hierarquicamente, até mesmo a mudança de emprego é uma sugestão, embora a corretagem não seja a resposta inicial para esse tipo de atitude.

Mesmo dentro do mercado imobiliário, se você trabalhar em uma agência, acabará tendo chefes e supervisores e passar pelo mesmo tipo de situação, o que pode ser um contra para a profissão.

Flexibilidade de horário

Muitas pessoas buscam a corretagem especificamente por esse motivo.

A flexibilidade de horários e até mesmo ter mais tempo livre para se dedicar a outras atividades, como desenvolver cerâmica decorativa. Embora esse seja um dos grandes prós da corretagem, é importante ter em mente que ele não é imediato.

Leva tempo para você trabalhar efetivamente com este tipo de atividade, e é muito importante entender que você muitas vezes terá de abrir mão dessa flexibilidade para fechar um negócio.

A vida do corretor depende de seus clientes, e é importante estar sempre disponível para tirar dúvidas e responder questionamentos sempre que necessário, ou até mesmo fazer uma visita a um imóvel em particular.

Embora você ganhe uma flexibilidade de horários desde o primeiro momento do trabalho, é importante pensar que você terá muitos planos de lazer frustrados.

Um passeio com a família pode ser interrompido, porque é o único horário disponível para o cliente que trabalha com gerenciamento de projetos engenharia, por exemplo.

Além disso, ainda que não haja obrigatoriedade de comparecimento como no caso de bater cartão, o trabalho em uma imobiliária exige alguns pontos muito importantes que precisam ser seguidos, como o comparecimento em coquetéis de lançamento e as reuniões de equipe.

O plantão de lançamentos também pode ser algo que tirará esse elemento de flexibilidade de você, e é importante ter em mente que os corretores muitas vezes precisam se atualizar e passar por treinamentos para se integrar às novidades do mercado.

Enriquecimento rápido

Outro ponto que chama a atenção no trabalho de corretagem é o retorno financeiro. Muitas pessoas que estão procurando emprego se impressionam com os valores de recebimento dos corretores.

A comissão de um imóvel costuma ser em torno de 6%, o que pode ser um dinheiro muito bom dependendo do valor de venda do imóvel com projetos de casas simples. Entretanto, é preciso ter em mente alguns pontos importantes com relação ao pagamento.

Em primeiro lugar, os 6% da corretagem dificilmente chegam integralmente. Em um primeiro ponto, este é o primeiro valor que você reduzirá para garantir a venda, caso o cliente não tenha o valor completo do imóvel e tente reduzi-lo.

Além disso, este valor só vem integralmente para você se for um trabalho solo, no qual não há nenhum outro envolvido além do próprio corretor. 

Do contrário, os 6% são divididos entre:

  • Dono da imobiliária;
  • Gestor;
  • Captador;
  • Auxiliares.

Neste caso, você acaba recebendo um valor bem abaixo do calculado inicialmente. Além disso, é importante ter em mente que não há salário dentro da corretagem de imóveis, o que pode ser bastante danoso se você não for consciente.

Ainda que você ganhe um bom dinheiro de comissão quando vende, um período de dois a três meses sem vendas pode acabar levando uma pessoa incauta à falência. É preciso saber trabalhar muito bem seu dinheiro para conseguir mantê-lo com você.

Emprego rápido

Muitas pessoas que estão desempregadas pensam na possibilidade da corretagem como uma forma rápida de arrumar emprego.

Isso não está tão perto da realidade, entretanto. É preciso ter em mente que o trabalho do corretor nem sempre gera resultados no começo.

A sua primeira venda pode demorar um tempo para sair, e durante este período não haverá nenhum subsídio para ajudar a passar os meses, o que pode acabar prejudicando você ainda mais.

Além disso, existem cursos e exames necessários para você ser corretor, que tem um custo para a realização. Neste caso, você acaba investindo tempo e dinheiro que pode fazer falta em um momento de desemprego.

Saber lidar com esse tipo de situação é muito importante para você se enquadrar no serviço, conseguindo até mesmo vender uma cotação de seguro.

As imobiliárias de fato estão sempre aceitando novos corretores, o que abre um leque de possibilidades para você em um primeiro momento, podendo trabalhar com vários imóveis e oportunidades de negócio.

Porém, é preciso estar consciente para saber trabalhar com este tipo de profissão e entender as necessidades e dificuldades que ela apresenta, de maneira similar a outros tipos de empregos.

Trabalhar com o que gosta

O corretor é um perito em vendas. A negociação é um processo complexo, que deve ser destrinchado para você converter uma boa oportunidade em uma venda. Algumas pessoas se dão muito bem com esse tipo de trabalho.

Ter boas estratégias, ser bom de comunicação e conseguir persuadir clientes são ferramentas fundamentais de um bom corretor. Muitas vezes, se você se sente preparado para dar um passo maior em sua carreira, a corretagem pode ser uma boa opção.

Muitos profissionais de vendas em outros setores acabam procurando esse mercado para explorar possibilidades com manutenção rompedor, tornando este um dos maiores prós do serviço de corretor.

Modismo

O mundo tem passado por um processo de mudança, no qual muitas pessoas estão procurando se tornar livres de patrões. Por isso, há um levante em trabalhos autônomos, no empreendedorismo e na corretagem.

É fácil tomar esse tipo de decisão quando você analisa um case de sucesso. Seu amigo corretor que fez uma venda e ganhou mais de vinte mil reais em uma única comissão pode fazer você querer mudar na hora da profissão.

Entretanto, é preciso pensar na realidade aqui, e não em um caso de sucesso. O ideal é procurar uma imobiliária e conhecer como é o trabalho de verdade no dia a dia, com as dificuldades do mercado e dos profissionais da área.

Considerações finais

O trabalho de corretor é uma excelente oportunidade para muitos profissionais. Porém, é preciso tomar uma decisão consciente antes de buscar investir nesse tipo de carreira, como você faria com qualquer outra profissão.

Quanto mais você estudar e entender a realidade do corretor de imóveis, mais próximo de compreender se esse tipo de carreira é o que você sempre quis você estará, conseguindo tomar uma decisão assertiva sobre mudar de profissão ou continuar procurando novas oportunidades.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

GeraLinks - Agregador de links