8.8.18

Chico Xavier e a Ufologia


Nas entrevistas concedidas a Fernando Worm, por Francisco Cândido Xavier/Emmanuel, as quais originaram  o livro “Janela para a Vida”, concluímos que Emmanuel se reserva o direito de não comentar abertamente o propósito  as visitas de seres do espaço, mais ao mesmo tempo não as nega. vejamos:

Pergunta Fernando Worm:

“De algumas décadas a esta parte vem se acentuando, nos mais variados países e continentes, os testemunhos, alguns insuspeitos, de pessoas que mantiveram contatos diretos com seres de outras civilizações do Espaço Sideral...

Seriam seres de mundos mais evoluídos que o nosso, aqui vindos com propósitos ainda não definidos... 

Você crê que num futuro mais ou menos próximo esses seres venham a estabelecer contatos oficiais com pessoas ou grupos organizados do nosso Planeta? Em que aspecto isso iria contribuir para a maior elevação do pensamento humano?

R.: _Consideramos que o problema proposto pertence ao domínio da ciência, mesmo porque, nós outros, os Espíritos desencarnados, somos habitantes de outras faixas evolutivas do Planeta, quase que em comunicação constante com os irmãos corporificados no Plano Físico, sem que muitos companheiros da Humanidade estejam conscientizados a respeito disso.(Emmanuel).

Da mesma forma dissertando sobre as possíveis visitas e contatos do homem com seres de outros planetas, através das conquistas espaciais, sua resposta mais uma vez é sutil, muito embora em diversos livros de sua autoria as citações e alusões a vida e as comunidades planetárias são enormes, mas sempre abordando o assunto com extremo cuidado de modo a não polemizar estas questões como é o caso das visitas de seres de outras comunidades planetárias ao planeta Terra. 

Vejamos, o que responde na questão 74 do Consolador:

O homem científico poderá encarar com êxito as possibilidades de uma viagem interplanetária? 

Resposta: -Pelo menos, enquanto perdurar a sua atitude de confusão, de egoísmo e rebeldia, a humanidade terrestre não deve alimentar qualquer projeto de viagem interplanetária. 

Que dizermos do homem que, sem dispor a ordem na sua própria casa, quisesse invadir a residência dos vizinhos? 

Se tantas vezes as criaturas terrestres têm menosprezado os bens que a Providência Divina lhes colocou nas mãos, não seria justo circunscrevê-las ao seu âmbito acanhado e mesquinho?

O insulamento da Terra é um bem inapreciável.

Observamos as expressões do progresso humano, movimentadas para a guerra e para a destruição, nos triunfos da força, e rendamos louvores ao Pai Celestial pôr não haver dilatado no orbe terreno os processos de observação das suas valiosos criaturas.”

(O Consolador, Francisco Cândido Xavier  pelo Espírito Emmanuel, Cap. III, Questão 74).



Diante dessa resposta de Emmanuel, mais uma vez entendemos que ele não nega, apenas, penso eu, não deve achar coerente tecer  comentários mais pormenorizados a esse respeito. Uma opinião mais do que abalizada é a do médium Francisco Cândido Xavier no livro as “As Vidas de Chico Xavier”,Vejamos:

“Como candidato ao Nobel, Chico voltava a ser notícia.  E, dez anos depois do Pinga Fogo da TV Tupi, surpreendia o público com revelações estapafúrdias. Do alto de seus setenta anos e sob o peso de sucessivas crises coronarianas, ele exibia a coragem de quem sente a morte cada vez mais próxima. 

Já não  pensava tanto antes de confessar sua crença em discos-voadores ou antes de contabilizar a “população flutuante desencarnada” da Terra: 20 bilhões de Espíritos espalhados por diversas áreas invisíveis em torno da crosta terrestre, à espera de voltar ao planeta e resgatar as dívidas de “existências” anteriores. 

(As Vidas de Chico Xavier, Marcel Souto Maior,Pág. 209, Ed. Rocco Ltda.)

Logo após a conquista da Lua pelo homem em 20 de julho de 1969, Chico Xavier informou que as Potencias Angélicas estavam muito preocupadas com o crescimento do arsenal nuclear das grandes nações da Terra. 

Logo após um grande debate ocorrido em uma reunião,ocorrida nas esferas superiores ao planeta Terra, na qual participaram grandes seres  responsáveis por nosso sistema solar, Jesus Cristo nosso governador planetário, mais uma vez intercedeu pela humanidade terrestre, nos concedendo uma moratória de 50 anos. 

Desta forma, se as grandes potencias terrestres conseguissem nesse período suportarem-se mutuamente não lançando mão de suas ogivas nucleares e optando pelo diálogo, o respeito e a fraternidade entre as nações. 

Optando pela Paz,  as comunidades extraterrestres que já nos visitam e nos monitoram, poderiam e estariam liberadas  a partir desta data, a se apresentaram mais diretamente ao homem terreno, fornecendo benefícios inimagináveis em todas as áreas de conhecimento da humanidade, ajudando os seres humanos a acelerarem o progresso do Planeta como um todo. 



O fim desse período ficou conhecido como a Data Limite, que se completa em 20 de julho de 2019.

Na fonte de Espiritismo e Ufologia

2 comentários:

  1. Rafael Rodriguesagosto 08, 2018

    Vamos aguardar temos menos de 1 ano para cumprir o que diz prometido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael obrigado por sua visita e participação. Realmente o prazo esta acabando, vamos torcer que acabe bem.

      Excluir

Veja também: