4.8.18

Ame os Animais!


Os Animais

Por vontade ou não, estamos sempre rodeados de animais, especialmente os domésticos, como cães, gatos, pássaros e muitos mais. Eles são seres inofensivos e que dependem da gente para tudo: comer, beber, passear, se curar e mais.

Há quem trate os animais de estimação como verdadeiros membros da família, dando-lhes carinho, afeto, atenção e tudo o que eles precisam para terem uma vida longa e saudável. Entretanto, há quem apenas tenha os animais como meros objetos, sem dedicar a eles o mínimo de amor, inclusive maltratando fisicamente os coitadinhos, tanto com chutes e tapas, quanto sem oferecer-lhe comida, e água.

O que muitos não levam em consideração é que os animais têm sentimento, tal qual as pessoas. Eles sofrem cada vez que recebem maus-tratos e gritos, sentem medo, dor, e choram. Você já deve ter visto e ouvidos relatos na TV e na internet, de animais que foram soltos depois de muitos anos em cativeiro que choraram que demonstram gratidão a quem os soltou, e os animais são assim, transparentes, honestos com seus sentimentos.

A Convivência e o Amor

Você acha possível uma convivência harmoniosa entre seres humanos e animais?

Se você respondeu Sim à questão acima, está certo é possível animais e homens convivendo em perfeita harmonia.

Estudos comprovam que o convívio de seres humanos com animais de estimação, traz inúmeros benefícios para a saúde psicológica e física dos homens. Entretanto, a relação entre animal e homem precisa ser repleta de interatividade, para que seja benéfica, isto é, não vale ir até ao pet shop e comprar um animal, é preciso brincar, passear, cuidar, amar, enfim conviver e se envolver.

Por que isso ocorre? Os animais nos fazem estar em contato com a natureza, uma parte elementar que nosso estilo de vida e a sociedade se empenham em fazer acabar. Através de um íntimo relacionamento com os animais, podemos fazer despertar em nós poderosas características como amor, lealdade, jovialidade e instinto.

Benefícios

Em se tratando de saúde mental e física, os benefícios da convencia entre bichos e humanos têm sido demonstrados no caso de uma variedade grande de transtornos, tais como:

1)      As pessoas que convivem com animais de estimação contam com oito vezes de chance maior de sobreviver há um infarto, um ano depois de o sofrerem. Estudos feitos por cientistas, na década de 90, observou que, donos de cães contavam com maior sobrevida depois de um ataque cardíaco do que aqueles que não tinham uma convivência com animais.

2)      Os animais de estimação são responsáveis por diminuírem nosso grau de estresse, deixando mais baixa a frequência do coração, o colesterol e também a pressão arterial. Warwik Anderson, também na década de 90 descobriu que as pessoas que tinham gatos e cães contavam com menor taxa de colesterol e triglicérides, do que aqueles que não possuíam animais.

3)      Quem tem em casa animais de estimação visita menos visitas o médico e também tende a ficar menos tempo em internação.

4)      Os bichos são responsáveis por combater o isolamento e a depressão, melhorando o convívio com outras pessoas.

5)      Recentes pesquisas mostram que crianças com idade entre 05 e 12 anos que possuem animais de estimação, tendem a ter maior empatia, sensibilidade e compreendem mais os sentimentos dos outros.

6)      Especialistas são categóricos em afirmar que a simples observação de um aquário com peixinhos, se mostra tão eficiente quanto outra tradicional técnica que envolva a meditação, pois também tem a capacidade de diminuir a pressão sanguínea.

7)      Além de tudo que foi retalado: o convívio terapêutico que é estabelecido logo que se faz carinho num animal e o mesmo devolve o carinho com um afago ou uma lambida, gera uma sensação de tranquilizadora intimidade.

8)      Os animais ainda causam a estimulação nos exercícios físicos.

9)      E ainda o mais importante de tudo, o animal de estimação demonstra o quanto nós somos necessários para eles, isso nos torna úteis a alguém, não apenas pela alimentação e cuidado, mas ainda pela transmissão sincera do amor e do carinho.

Mas, será que o companheirismo e a amizade entre animais e humanos é saudável para os bichos? Claro que isso irá depender exclusivamente de como se trata os animais, deixando-os humanizados, tratando-os como simples objetos, ou dando a eles atenção, carinho e cuidado, tudo na medida certa.

Sabemos que os animais não são objetos que as pessoas manipulam como querem, uma espécie de brinquedo. Ele conta como os seres humanos, com emoções, sentimentos, e precisa de cuidados diários de alimentação, higiene, e saúde.

Muitos compram ou ganham um filhote e, de acordo com seu crescimento, vão deixando-o de lado, pois ele “perdeu a graça” e, acaba sendo tratado como uma espécie de estorvo. Com o tempo ele acaba sendo deixado de lado, e não tem mais carinho e atenção e passa a viver na completa solidão: acaba confinado e passa os dias sozinho. A verdade é que há muitos animais que acabam morrendo de depressão.

Por isso, ter um animal de estimação é uma grande responsabilidade, e que não acaba com o crescimento deles, ou com a velhice, é para sempre, até a morte!

Ame os Animais!

Sempre há uma campanha ou outra passando em televisões, rádios e revistas sobre os animais que correm risco de extinção, e sobre como a sua preservação é importante. Mas, tão importante quanto isso é a preservação dos animais que convivem conosco diariamente, mesmo que não de maneira direta.

É preciso criar a cultura de bem tratar todos os animais, sejam os silvestres, com os quais mal temos contato, mas também aqueles que estão bem juntos de nós. Os maus tratos aos animais domésticos têm se tornado um problema cada vez mais sério, e esse tipo de abuso tem de parar.

Por não ser visto como tão grave quanto crimes regulares, ou mesmo crimes contra animais silvestres, estes bichinhos caseiros tem muito menos proteção, e muito menos recursos para serem ajudados. Trate bem os animaizinhos, tanto os seus quanto os da vizinhança, e tente ajudar os animais abandonados, mesmo que apenas ligando para autoridades responsáveis, como ONGs de proteção a esse tipo de animal.

Na fonte de Cultura Mix

Veja também: