Para que qualquer negócio possa sair do papel é preciso que haja um bom investimento por trás dele, e isso se aplica não apenas ao capital, mas também é necessário um empenho por quem o administra. Em relação aos custos, o CAC pode ajudar a defini-lo.


Isso além de outras métricas que podem ser usadas para medir diferentes aspectos de um empreendimento, mostrando inclusive se toda a atenção dada a uma empresa está mostrando resultados, por meio dos clientes alcançados e do retorno financeiro ali presente.


Algo que é válido tanto para algo de grande expansão, o que pode ser o caso da abertura de um novo negócio na cidade, mas também se aplica a projetos pequenos, como a situação na qual um indivíduo passa a produzir itens de artesanato em sua casa.


Um projeto que mesmo que não exista um fundo monetário, sendo algo feito apenas para utilizar melhor o seu tempo, ainda exige um certo investimento por trás, tanto em relação à sua disponibilidade para o trabalho como o acesso aos materiais das obras.


O que não é tão diferente de certos gastos necessários, por exemplo, para a boa construção de um edifício, que exige a presença de certos ofícios, como um serviço de ancoragem predial, trazendo assim uma maior segurança ao projeto.


Agora, quando existe de fato uma finalidade econômica associada a esse planejamento específico, como uma venda de itens decorativos em uma feira ou à construção de um prédio para a criação de um condomínio, outros tipos de questões precisam ser feitas.


E isso envolve a quantidade de recursos que serão direcionados a tais projetos, quem será responsável por prover tal capital e, principalmente, o que será feito para garantir com que tal investimento se apresente como algo positivo, trazendo assim resultados financeiros.


É justamente esse tipo de justificativa que um empreendedor precisa dar em uma reunião com seu gerente de banco para que seja possível liberar a verba necessária para dar início  a algum investimento, apresentando provas de que se trata de algo de valor financeiro.


Projeto esse que pode ser desde uma empresa de raspagem de pisos de madeira até a abertura de uma loja de bolos, por parte de um profissional que já atua com esse tipo de venda, porém de forma informal, em uma banca perto de casa.


Um dos tópicos a ser abordado durante esse momento de convencimento para conquistar investidores, é destacar quais serão os custos do projetos, e um específico a ser citado são os gastos necessários para garantir a atenção de possíveis consumidores.


Conceito que inclusive possui uma métrica própria no mercado.

CAC - O conceito de custo para novos clientes

Sempre que existe a abertura de um novo negócio é comum que exista uma certa curiosidade sobre tal empreendimento. Ou ao menos é esperado que tal interesse se mostre presente, sendo esse o primeiro desafio de quem abre um novo estabelecimento.


E é somente ao conquistar essa atenção do público que o negócio pode começar a se mostrar viável, conquistando possíveis clientes desde o seu momento de abertura, no qual se mostra comum a realização de um evento de lançamento para se obter interesse.


Ação que exige um certo investimento por parte de quem for comandar o negócio, o que pode incluir até mesmo a distribuição de brindes ou amostras grátis sobre as mercadorias que serão vendidas no local, em busca de conquistar os seus primeiros clientes.


Investimentos que se mostram relevantes desde um fornecedor de piso de borracha até uma loja de departamentos, pois independentemente do seu perfil de público, é preciso que exista uma audiência que justifique tal projeto, com o seu crescimento dependendo disso.


Essa aplicação específica para se conquistar novos clientes recebe uma métrica própria no mercado, desenvolvida para medir qual é o nível de gasto necessário para que alcançar esse público em potencial. Uma medida que recebe o nome de CAC.


O CAC, Custo de Aquisição de Cliente, lida com todos os gastos que uma empresa acaba tendo até que um ou mais indivíduos sejam atraídos para o seu negócio, a ponto de se tornarem consumidores de tal projeto, aumentando o rendimento de uma companhia.


Gastos esses que precisam ser medidos em relação a todas as atividades que foram necessárias para que a empresa tenha conseguido novos clientes para si, acompanhando assim toda a jornada de compra que pode ser medida durante o uso de um funil de vendas.


Ou seja, todo o investimento que um serviço de impermeabilização com manta asfáltica pode ter tido para garantir o primeiro contato com seu público, o que inclui anúncios e outros tipos de ações, indo até todos os gastos para garantir a conversão desse cliente.


E isso vale tanto para consumidores esporádicos, ou seja, aqueles que consumirão apenas uma vez, como também para aqueles que serão fidelizados por tal negócio, sendo necessário um investimento ainda maior, resultando no aumento nos gastos da empresa.


De uma forma geral o CAC é essencial para o marketing de uma companhia, já que ele permite a esse empreendimento medir melhor o seu real sucesso, o que inclui os investimentos que estão sendo necessários para que suas vendas sejam conquistadas.


Uma média similar àquela a ser feita para compreender se um restaurante está se mostrando lucrativo, no qual é preciso subtrair todos os gastos tidos em cima da sua faixa de lucro, para assim entender se esse negócio está rendendo frutos ou despesas.


A diferença está em que tal métrica existe especificamente para medir o investimento necessário para se conquistar novos clientes para uma empresa de levantamento topográfico ou de qualquer segmento de mercado.

Como se calcula o CAC?

O Custo de Aquisição de Clientes pode ser medido de forma prática, sendo calculado a partir da relação a ser feita entre todos os investimentos financeiros aplicados para se conquistar uma audiência, com o número de clientes adquirindo dentro de um período.


Cenário que aponta para a importância de se definir um recorte de tempo específico, para assim facilitar tal análise de resultados, mas também para uma listagem completa de todos os gastos que podem ter sido realizados para que essa conquista de público fosse possível.


Uma lista que pode incluir os mais diversos itens e ações, entre elas:


  • Custos de produção;

  • Gastos com publicidade;

  • Pagamento de funcionários;

  • Porcentagem de vendas dos seus colaboradores.

  • Gastos com fornecedores.


Tópicos que podem crescer infinitamente, dependendo da complexidade de um negócio, sendo mais comum com que empresas de torre de resfriamento de grande porte tenham gastos maiores em relação a projetos menores no mercado.


Mas não basta somente medir o CAC, é preciso saber como interpretá-lo, entendendo se ele se encontra em um percentual positivo dentro do mercado. O que pode ser medido em relação ao ticket médio de compra e o custo para se manter um cliente a longo prazo.


Ou seja, se os gastos para se manter ou conquistar um cliente estão se mostrando menores do que os ganhos financeiros que são conquistados ao se relacionar com tal público, costuma indicar o nível de sucesso econômico de um empreendimento.


É por meio do CAC também que uma empresa pode definir uma série de decisões a serem tomadas durante a gestão desse negócio, inclusive em relação ao marketing digital e de como esse ambiente específico do mercado pode ser útil para a expansão de um projeto.

Como usar do CAC para tomar melhores decisões

Para entender se uma empresa especializada em Cftv está se mostrando lucrativa no mercado, é importante analisar o seu CAC, fazendo uma relação entre os gastos necessários para conquistar um cliente e todos os ganhos trazidos por tal indivíduo.


O mesmo tipo de índice que pode ser útil para uma companhia possa definir quais são os melhores investimentos a serem iniciados, seja para atingir novos públicos de forma mais certeira ou até mesmo para expandir a quantidade de pessoas que estão sendo atingidas.


Uma métrica que pode melhorar seus resultados a partir da adoção de estratégias específicas, como é o caso do marketing de atração, com uma relevância maior para como a produção de conteúdos pode se mostrar útil para se conquistar o público.


Junto disso existe também a possibilidade de investir em um processo de automação de serviços, o que pode diminuir os gastos que uma construtora obras comerciais e industriais pode ter tanto em suas obras como em seu projeto de alcance de público.


Índices que precisam ser analisados em conjunto tanto pelo time de vendas como o de marketing, trabalhando juntos através de um sistema conhecido informalmente como vendarketing, e que pode ser responsável por resultados mais concretos a serem obtidos.


E isso vale tanto para investimentos no mercado offline como para aquele presente no campo digital, o que acaba por explicar a importância da métrica de CAC para o conceito de marketing digital.


Um conceito importante para entender os gastos feitos com a conquista de novos clientes, mas que pode ser útil também para saber como melhor gerenciar tal investimento.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem
Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!


Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!

Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.