Há algum tempo a Ucrânia sofreu um ataque proveniente da Rússia e constantemente medidas estão sendo tomadas para garantir a segurança da nação e aumentar a segurança daqueles que lá moram, principalmente dos civis.

Mas manter esse nível de segurança é bastante difícil e é preciso mobilizar uma série de ações para garantir que as pessoas não se machuquem, além de fazer com que alguns Patrimônios Mundiais não acabem sendo danificados por causa de toda a situação.

Pensando nisso, o texto de hoje irá abordar um pouco mais sobre a Guerra da Ucrânia, explorando a ameaça sobre os Patrimônios Mundiais da Unesco, abordando alguns desses monumentos e como essa guerra pode prejudicar a todos os envolvidos.

Desde uma empresa de pavimentação ucraniana até as pessoas mais comuns que vivem por lá acabam sendo prejudicadas de alguma maneira com toda essa situação que está acontecendo. 

A violência contra a nação tem aumentado cada vez mais e, mesmo as coisas começando a se ajeitar e se tornar um pouco mais estáveis, a qualquer momento pode acontecer um ataque, o que deixa as pessoas que lá moram indefesas e com medo constante.

Mesmo que a guerra acabe prejudicando, destruindo prédios e comércios, empresas de projeto de terraplenagem e infraestrutura podem auxiliar na reestruturação das cidades. Mas uma coisa que não pode ser recuperada é a vida das pessoas.

Além disso, alguns dos Patrimônios Mundiais reconhecidos pela UNESCO estão sob ameaça, demandando cuidado para garantir que esses monumentos à humanidade não sofram danos, ou caso aconteça, que eles sejam minimizados o máximo possível.

Em outras palavras, a guerra está devastando muita coisa e mesmo que a população se importe, é preciso um monitoramento constante, seja por meio de imagens aéreas com drone ou do exército, para assim garantir que nada aconteça a esses marcos históricos.

Portanto, a prioridade no momento da Ucrânia junto com diversos setores, como o do Direito Internacional, é defender o maior número de civis possível e garantir que tais monumentos não sejam danificados para manter a história da humanidade.

Sendo assim, o tópico a seguir irá melhor contextualizar a importância de defender tais patrimônios e como até mesmo uma pessoa que trabalha em uma empresa de coleta de solo para análise precisa entender melhor sobre tais monumentos. 

A importância de defender os patrimônios

Primeiramente, é necessário entender o que é a UNESCO. É a abreviação para as Organizações das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura. 

Tem como objetivo garantir a paz de todas as nações através da diplomacia, cooperação intelectual, erradicar a pobreza e aumentar o crescimento sustentável.

Independentemente da nação, todo país e região possui a sua própria história e existem diversos marcos e patrimônios que representam um período, uma figura ou um acontecimento e que deve ser preservado.

Isso reflete diretamente uma época em que se foi vivenciado por outras pessoas, antepassados nossos, e que nos faz refletir não só sobre os acertos do futuro, mas ajuda a não cometer os mesmos erros do passado.

Pensando nisso, mesmo que um monumento importante influencie no valor de fábricas, indústrias, e impacte diretamente em uma avaliação de imóveis, é preciso reconhecer a sua importância histórica. 

Algo como a guerra da Ucrânia destrói tudo isso, o que de fato é algo terrível não só para os moradores de lá, mas para o mundo. 

Sendo assim, alguns dos exemplos que a Ucrânia junto de outras organizações importantes do mundo estão tomando para garantir a segurança é:

  • Constante monitoramento do território Ucraniano;
  • Busca por diplomacia com a Rússia;
  • Fortalecendo as áreas onde estão os patrimônios;
  • Aumentando a guarda para proteger civis;
  • Regras de conduta para melhor proteção de todos.

Ou seja, mesmo que a vida seja importante, é preciso fazer de tudo para que a história de uma nação não seja apagada, possibilitando que as pessoas vivam, construam suas famílias, e até mesmo abram uma empresa de cabo de aço fino no país que se amam.

Com isso em mente, é preciso saber quais os patrimônios que precisam ser defendidos e o que eles têm de especial e único para a história da Ucrânia e do mundo, e é sobre isso que os tópicos a seguir irão tratar. Sem mais delongas, confira.

01 - Centro Histórico de Lviv

Um grande castelo que serviu como uma espécie de centro cultural, administrativo, comercial e religioso por muitos e muitos anos, tendo entrado para a lista da UNESCO no ano de 1998, remontando a imagem da idade média com suas igrejas.

É um grande marco cultural não apenas da Ucrânia, mas do mundo inteiro, tendo até o momento estado intacto e sendo bastante atrativo não apenas para os seus moradores, mas também para diversos turistas.

Independentemente se você vende protetor facial epi ou desenvolve tecnologia, sem sombra de dúvidas, se tiver oportunidade é um lugar que vale a pena conhecer.

02 - A antiga cidade de Tauric Chersonese

Para alguns, pode lembrar vagamente aqueles antigos coliseus gregos onde diversos combatentes guerreavam por glória e honra. E não está totalmente errado, já que o local são as ruínas de uma cidade fundada em 5 a. C por gregos dóricos.

É um lugar muito interessante não apenas para as pessoas que lá moram mas para o mundo também por ser um exemplo muito prático de como era uma antiga polis, contento nos dias de hoje seis sítios arqueológicos. 

03 - Catedral De Santa Sofia, em Kiev

Se você quer saber o quão velha é uma cidade ou uma parte de sua história, é preciso ver seus templos, igrejas e catedrais. 

No caso da Catedral de Santa Sofia, foi construída no século XI e representava a “nova Constantinopla”, capital dos príncipes e toda nobreza real cristã em Kiev.

Tanto a igreja ortodoxa quanto diversos edifícios monásticos ao redor daquele local foram as primeiras construções ucranianas a entrar na lista da UNESCO em 1990. Certamente, além de ser um lindo lugar para visitar, carrega uma grande história contigo.

É normal ver turistas indo tirar fotos no local e até mesmo alguns negócios terem sido abertos ao redor. 

Embora empresas de serviço de demolição sejam necessárias para uma cidade, esse é o tipo de patrimônio que não queremos que seja demolido ou destruído de maneira alguma.

04 - Arco Geodésico de Struve

Esse é um tanto quanto interessante pois não se trata exatamente de um monumento concentrado dentro da cidade, mas é um conjunto de algumas estações espalhadas ao longo de um território que foram instaladas no século XIX.

Essas estações percorrem da Noruega, Hammerfest para ser mais exato, até o Mar Negro, e foram essenciais para ajudar a descobrir tanto a forma quanto o tamanho da Terra por terem a mesma distância de uma estação para a outra.

Uma curiosidade é que quatro dessas estações estão localizadas na Ucrânia e estão divididos entre Khmelnytskyi e Odessa. Não são fáceis de visitar, mas são marcos de suma importância e que merecem ser protegidos.

Considerações Finais

O texto de hoje mostrou como a Guerra na Ucrânia pode ser extremamente prejudicial para todos que estão envolvidos com ela de alguma maneira, desde os civis que nada tem relação com ela, as empresas e, finalmente, aos Patrimônios Mundiais que são defendidos pela UNESCO.

O simples fato de acontecer uma destruição completa a esses grandes monumentos mostram como a nossa sociedade ainda precisa evoluir muito e deixar para trás meios tão ultrapassados e que apenas prejudicam as nações que são envolvidas de alguma maneira.

Mesmo que prédios e edifícios possam ser reparados, uma coisa é o prédio de uma empresa, outra é um marco histórico que carrega tantas vidas. Marcos carregam a história de um povo e afetam a humanidade toda, mostrando de onde viemos e até onde chegamos.

Esperamos que esse texto tenha servido não apenas como um informativo, mas também como um alerta de como uma grande parte da nossa história na Ucrânia pode acabar sendo destruída para sempre por causa das guerras.

É preciso uma grande mobilização por parte do mundo em conjunto com a UNESCO para garantir a proteção não apenas das vidas que estão desamparadas e com medo na Ucrânia neste exato momento, mas de todo o seu território e Patrimônios Mundiais que lá estão.

Proteger a história é proteger a nós mesmos e o conhecimento herdado e adquirido ao longo de muitos anos que, ao serem somados durante esse período, mostram como ainda temos muito a aprender e que, infelizmente, no momento, podemos apenas defender.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quem gosta comenta!

O você achou desta publicação? Qual sua opinião a respeito?
Gostaria de acrescentar algo? Use o campo abaixo e registre sua participação nesta publicação.
Sugerimos Usar a Opção Nome + URL = Escreva seu nome e no campo url coloque o link de seu blog, site, rede social ou deixe em branco.
Estamos aguardo sua participação.

Postagem Anterior Próxima Postagem
GeraLinks - Agregador de links


 *Todos os textos do Seja Hoje Diferente é uma produção independente e todo conteúdo produzido é de total responsabilidade de seus idealizadores e editores, apresentados em "Informações" e ou Links de origem.

*O artigo acima não reflete, necessariamente, a opinião do Seja Hoje Diferente publicado em carater divulgativo. 

Artigos Recentes do Blog
Clique para artigos recentes