A persona é uma representação do cliente ideal de um negócio, e deve ser criada com base em informações verdadeiras sobre os clientes da empresa. A identificação deste perfil é essencial para entender o comportamento e as preferências deste consumidor, possibilitando a elaboração de estratégias para conquistá-lo e fidelizá-lo. 

Os conceitos de persona e público-alvo são diferentes, embora conversem entre si e estejam diretamente relacionados. De modo simplificado, podemos dizer que o público-alvo é mais amplo, caracterizando o chamado “topo de funil”, enquanto a persona é mais específica e bem definida (fundo de funil). 

Para um corretor de imóveis, por exemplo, o público-alvo pode ser simplesmente “homens com mais de 40 anos”. A persona, por sua vez, é mais detalhada e pode ser: “Gustavo, engenheiro, começando a construir sua família e esperando o primeiro filho”. Entenda melhor a seguir!

Qual a importância da persona?

Enquanto a definição do público-alvo permite entender quem são os consumidores em potencial, a persona ajuda a se aprofundar nas preferências, gostos e necessidades deste público. Desta forma, é possível estabelecer a melhor forma de se comunicar com estas pessoas e quais soluções elas esperam que sua empresa ofereça. 

É possível criar mais de uma persona para sua empresa e, para cada uma delas, uma estratégia de marketing digital específica e eficiente. A partir deste trabalho detalhista é possível alcançar benefícios como:

  • Comunicação eficiente e humanizada;
  • Melhor entendimento a respeito da jornada de compra do cliente;
  • Segmentação dos consumidores;
  • Aumento das negociações e vendas;
  • Redução de gastos desnecessários com estratégias de marketing que não trazem resultados;
  • Maior credibilidade perante o público consumidor;
  • Geração de leads qualificados. 

Como construir a persona de seu negócio?

O primeiro passo para criar uma persona consiste em analisar os dados de seus clientes atuais, entendendo suas características e necessidades. Também pode ser necessário identificar os clientes com quem sua empresa tem um bom relacionamento, mesmo que a negociação não tenha sido concluída. 

Os principais dados que devem ser elencados são:

  • Nome, idade e profissão;
  • Onde e como vive;
  • O que faz no dia a dia;
  • Hobbies e interesses;
  • Preocupações e objetivos de vida;
  • Tipos de mídia que prefere consumir;
  • O que leva em consideração na hora de escolher um produto ou serviço. 

A partir desses dados, comece a separar este público em categorias ou segmentos. Para cada uma dessas categorias obtidas, é indicado preencher as lacunas com detalhes (que podem ser fictícios, porém realistas). Ao final, sua persona terá nome, idade, preferências, estilo de vida, cargo profissional, segmento de atuação, entre outras informações. 

É importante que essas informações sejam aprimoradas com o passar do tempo, conforme suas ações de marketing trazem mais ou menos resultados e novos clientes entram em seus registros. Dessa forma, é possível fazer com que sua persona seja cada vez mais precisa, e suas ações sejam cada vez mais eficientes. Esta é uma estratégia que pode ser usada tanto no marketing imobiliário como em qualquer outro segmento. 

Quem gosta comenta!

O você achou desta publicação? Qual sua opinião a respeito?
Gostaria de acrescentar algo? Use o campo abaixo e registre sua participação nesta publicação.
Sugerimos Usar a Opção Nome + URL = Escreva seu nome e no campo url coloque o link de seu blog, site, rede social ou deixe em branco.
Estamos aguardo sua participação.

Postagem Anterior Próxima Postagem
 *Todos os textos do Seja Hoje Diferente é uma produção independente e todo conteúdo produzido é de total responsabilidade de seus idealizadores e editores, apresentados em "Informações" e ou Links de origem.

*O artigo acima não reflete, necessariamente, a opinião do Seja Hoje Diferente publicado em carater divulgativo. 

GeraLinks - Agregador de links Agregalinks - O melhor agregador de links para blogs