Quando falamos sobre tipos de liderança no mercado, não estamos tratando de pessoas com mentalidade de chefe, mas da visão holística sobre as empresas. 

De maneira geral, os líderes precisam trabalhar em conjunto, sempre buscando entender o lado do empregado e empregador. O propósito é intermediar essa relação e levar o que é melhor no equilíbrio entre os dois.

Por isso, neste artigo vamos falar sobre os tipos de liderança que existem no mercado, além de outros tópicos importantes sobre o assunto.

Se você ficou interessado, continue aqui e acompanhe!

Por que os líderes são importantes nas empresas?


Não basta aprender sobre os tipos de liderança, sobre o papel desse profissional, entre outros conceitos. É importante reconhecer o valor de um bom líder e como isso pode refletir no trabalho de uma empresa. 

A atuação dos líderes é de tanta extrema valia, porque eles são responsáveis pelo acompanhamento das atividades dentro de uma empresa e orientação dos funcionários. 

Essa orientação, todavia, não é uma aula ou auditoria qualquer. O líder estuda o perfil do colaborador e tenta entender o comportamento dessa pessoa. Com essas informações, ele consegue desenhar uma estratégia de melhorias para a empresa.

Com a presença apenas de chefes tradicionais, a figura de autoridade é a única base que os colaboradores têm. Isso pode ser ruim, pois além de afastá-los da empresa, faz com que muitos se sintam insatisfeitos. 

Qual o papel de um bom líder?

O papel de um bom líder é procurar sobre os tipos de liderança e entender como é o perfil da empresa onde ele trabalha. 

Com a metodologia escolhida, ele consegue ver os problemas que estão acontecendo internamente na empresa e procurar soluções viáveis, que ajudam a resolver essas questões. 

O papel do líder é também amparar as equipes e os funcionários, de forma que eles se sintam protegidos e acolhidos pelo negócio. O ambiente de trabalho é um local em que as pessoas precisam se sentir bem, não com medo de qualquer represália.

Fora isso, o responsável por essa liderança pode desenvolver treinamentos, cursos e até mesmo buscar novos funcionários para a empresa.

Quais os tipos de liderança que existem?


No mercado existem muitos tipos de liderança para seguir. O profissional que cuida dessa área deve pensar em qual modelo se encaixa, como também as melhores metodologias para usar com a empresa que trabalha atualmente.

Separamos quatro opções muito conhecidas, que podem ser a sua escolha:

  1. Líder democrático

O tipo de liderança democrática é aquele em que os colaboradores podem participar a todo momento da tomada de decisões, como também dar sugestões sobre trabalhos e outros contextos. 

O propósito é fazer com que todos participem e deixem um pequeno registro da sua opinião em alguma tarefa realizada. Contudo, é preciso salientar que líderes que investem nessa modalidade podem demorar para tomar qualquer posicionamento.

Como é preciso “digerir” tudo que os colaboradores falaram e assim criar soluções, o profissional precisa de tempo e paciência. É uma metodologia mais lenta, mas que pode valer a pena. 

  1. Líder liberal

O líder liberal é aquele que confia nas equipes e acredita que a autogestão é a solução.

Este líder separa a tarefa necessária para os funcionários e deixa que eles atuem sozinhos, já que são profissionais e sabem o que estão fazendo. Se houver alguma dúvida no meio do caminho, ele está ali para ajudar, mas sem interferir na estratégia combinada pela equipe.

O problema é o mesmo do democrático: a tomada de uma decisão certeira e até mesmo a produtividade podem ser baixas. Esses dois tipos de liderança dão liberdade, porém requer mais paciência para deixar os colaboradores se ajeitarem e acertarem. 

  1. Líder autocrático

O líder autocrático, entretanto, é o mais diferente da lista. Ele é a verdadeira figura de “chefe”, que passa o que deve ser feito para todos e espera os resultados exatos. 

É, sem dúvidas, o processo que anda mais rápido. Como os funcionários já recebem as ordens mastigadas, com tudo que é preciso ser feito, eles não têm muita dificuldade com planejamento e outros pontos.

Contudo, a liderança autocrática pode ser complexa vista de outro lado. Além de afastar os colaboradores de um relacionamento saudável, é arriscado também deixar as equipes desamparadas quando a figura do chefe não estiver por perto para dar ordens.

  1. Líder motivador


O último entre os tipos de liderança é o gestor motivador. Este trabalha com o psicológico dos funcionários, mostrando o propósito de cada atividade e qual a finalidade daquilo tudo. A intenção é comovê-los e deixá-los mais engajados com o serviço. 

Algumas pessoas confundem com o perfil coach, mas é diferente. Os líderes motivadores estão ali apenas para estimular e escutar as dores dos colaboradores. Eles não fazem nenhum tipo de avaliação sobre como está o trabalho de cada um. 

Por um lado, pode ser bom para melhorar o clima da empresa e ajudar a auto estima de cada funcionário. Mas, quando fica repetitivo, os times podem se cansar e achar até mesmo chato. 

Conclusão

Os tipos de liderança precisam seguir o padrão ideal para cada empresa. O profissional não precisa necessariamente ter o mesmo perfil o tempo todo, ele pode mesclar as ações democráticas com motivadoras.

O importante é experimentar e analisar o que está ajudando os funcionários. Quanto melhor for o resultado entre eles, mais o líder deve investir nessa metodologia.

Mais do que nunca, o líder precisa ter uma visão holística da empresa, entendendo todos os lados que podem afetar os colaboradores e assim refletir nos resultados.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Compartilhe nas redes sociais e apoie ou retribua

Todos os nossos artigos são exclusivos é proibida a reprodução total ou parcial dos mesmos sem a indicação da fonte SHD: Sejahojediferente.com