14.9.21

Instituto cultiva horta orgânica para alimentar crianças carentes


Há mais de 100 anos o Instituto Cristóvão Colombo (ICC) vem fazendo um trabalho incrível, atendendo refugiados e imigrantes que chegam em São Paulo.

Agora eles estão ajudando a alimentar crianças carentes e funcionários do instituto através de uma horta orgânica, cultivada na própria sede do ICC.

Segundo a administração do instituto, hoje são mais de 200 pessoas entre crianças, adolescentes e funcionários, que recebem diariamente alimentos frescos e livres de agrotóxicos.

Horta comunitária

A horta do ICC foi implementada como meio educativo e de subsistência. No local, são produzidos alimentos livres de agrotóxicos, que são distribuídos entre funcionários e instituições filantrópicas que ajudam crianças e adolescentes.

Segundo Cléber Pinsetta, responsável pela horta há duas décadas, são plantadas mais de 1.000 mudas por mês. As hortaliças são variadas: tem escarola, repolho, couve, beterraba, alface, mandioca, quiabo e cenoura.

No terreno ele também ajudou a cultivar árvores frutíferas, como mexerica, carambola, amora, banana, maracujá e limão.

Ajuda a refugiados

Como durante esse período da pandemia, os projetos do ICC estiveram parados, a produção foi destinada para a Missão Paz, entidade que atende migrantes e refugiados no bairro do Glicério, no centro de São Paulo.

“Contribuir para tornar a vida dessas crianças e adolescentes migrantes mais justa, mais digna é algo que nos motiva todos os dias a vir trabalhar com um sorriso nos lábios e coração aquecido”, explica Alexandre Nunes, responsável pela administração do ICC.

Conheça mais do trabalho do ICC através do site do instituto!


Receba em Primeira Mão as Notícias do SHD


GeraLinks - Agregador de links