De tudo o que você já pensou em fazer com o bitcoin, comer a mais famosa das criptomoedas pode ter sido a última coisa que passou pela sua cabeça, não é mesmo? Pois saiba que isso pode se tornar realidade muito em breve, já que o Instituto Nacional de Propriedade Industrial, INPI, concedeu à empresa Chocolates Roma Eireli o registro da marca “bitcoin”.


Imagem Divulgativa

Isso significa que a fabricante de chocolates, por meio do processo 914856464, adquiriu a concessão de utilizar comercialmente a palavra bitcoin, bem como a cifra estilizada em forma de “B”, nas cores amarelo e dourado. 

O que, segundo o INPI “garante ao seu titular o direito de uso exclusivo no território nacional em seu ramo de atividade econômica pelo período de 10 anos”.

Fundada em 1994, a companhia começou suas atividades confeccionando ovos da páscoa, expandindo, mais tarde, a linha de produção para tabletes, granulados e moedas de chocolate ao leite.

Ao que tudo indica, a ideia é transformar o símbolo mundialmente conhecido do BTC em produto comestível, similar as populares moedas de chocolate de R$1.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem
Shopee