Espécies de Tartarugas

Tartaruga é um dos répteis mais antigos que ainda habitam a Terra, estima-se que elas começaram a existir cerca de 200 milhões de anos atrás em um período geológico conhecido como Jurássico Médio. Eles são caracterizados por uma carapaça óssea ou cartilaginosa especial desenvolvida a partir de suas costelas que atua como um escudo, para protegê-la de predadores.

Atualmente existem cerca de 360 espécies de tartarugas conhecidas, algumas inclusive, altamente ameaçadas de extinção. Ou seja, existem tartarugas das mais diferentes formas e tamanhos.

Conheça alguns exemplares com características um tanto quanto peculiares, que os diferem das tartarugas tradicionais.

Tartaruga Nariz de Porco (Carettochelys insculpta)


Tartaruga Nariz de Porco é única não apenas pelo focinho, mas também porque é a única tartaruga de água doce com nadadeiras, assim como as tartarugas marinhas. É encontrado em riachos, lagoas e rios no território do norte da Austrália e na Nova Guiné.

Infelizmente, a espécie experimentou um declínio populacional de cerca de 50 por cento nas últimas décadas, devido principalmente ao comércio de animais de estimação exóticos.

Tartaruga Pescoço de Cobra (Hydromedusa tectifera)


Encontrada nos lagos da América do Sul, a Tartaruga Pescoço de Cobra recebe esse nome devido ao seu pescoço extremamente longo que pode atingir entre 18 e 22 centímetros de comprimento, aproximadamente o comprimento de sua carapaça. O pescoço dessas tartarugas é tão longo que ela precisa curvar a cabeça para que ela fique sob o seu casco, em vez de apenas recolhê-la para dentro, como fazem as outras espécies.

Esta espécie está criticamente ameaçada de extinção. Sua conveniência no comércio de animais de estimação levou a sérios declínios das populações selvagens.

Tartaruga do Rio Mary (Elusor macrurus)



Esta espécie de tartaruga é encontrada exclusivamente no Rio Mary, em Queensland, na Austrália. Sua cor pode variar de indivíduo para indivíduo, existem tartarugas vermelhas, rosas, marrons ou pretas. A cabeça é pequena enquanto a cauda é extremamente longa quando comparada com o seu corpo.

Tartaruga do Rio Mary coloca sua cabeça para fora da água regularmente para respirar, porém ela é capazes de absorver o oxigênio da água também, que penetra através de órgãos localizados na sua cauda. A tartaruga passa a maior parte de sua vida no rio, permitindo que algas cresçam em seu corpo. As algas ainda podem ser usadas para camuflagem.

Tartaruga de Casco Mole (Trionychidae)



Tartaruga de Casco Mole reside em água doce, e a sua principal característica é o fato de sua carapaça não possuir escamas, sendo mais mole e flexível que a das outras tartarugas.

Essa espécie tem hábitos carnívoros, se alimentando de peixes, crustáceos, anfíbios e moluscos. São encontrados nos rios e lagos da América do Norte, África e Ásia. Elas possuem um pescoço longo e um focinho em forma de snorkel, o que as permite ficar com o corpo submerso e ainda respirar, mantendo as narinas para fora d'água.

Tartaruga Mata Mata (Chelus fimbriata)



Mata Mata consegue se camuflar perfeitamente em seu habitat natural, que são riachos lentos, lagos estagnados e pântanos. Com uma carapaça que parece uma casca de árvore e uma cabeça e pescoço que lembram folhas caídas, essa tartaruga sul-americana é capaz de se confundir com o ambiente, pronta para capturar furtivamente qualquer peixe que cruze seu caminho. Tem um focinho particularmente longo e pontudo que usa como snorkel, saindo da água para respirar.

Tartaruga de Couro (Dermochelys coriacea)



Tartaruga de Couro não é apenas a maior de todas as tartarugas marinhas, mas também a que mergulha mais fundo e viaja mais longe. Ao contrário de outras tartarugas marinhas, ela não possui escamas ou carapaça dura; em vez disso, suas costas são cobertas por uma pele de borracha e carne oleosa, que se acredita não ter mudado desde a era dos dinossauros. 

Apesar da aparência pacifica, nos mares a Tartaruga de Couro é realmente durona, capazes de afugentar tubarões e outros predadores. Infelizmente, como a maioria das espécies de tartarugas marinhas, esta está ameaçada pela pesca e poluição, atualmente listada na Lista Vermelha da IUCN como uma espécie vulnerável.

Tartaruga Aligátor (Macrochelys temminckii)



Tartaruga Aligátor é encontrado nos rios, lagos e pântanos do sudeste dos Estados Unidos e recebe seu nome tanto por sua aparência primitiva de jacaré quanto por sua potente mordida. 

Sua boca é camuflada e tem um apêndice em forma de verme na ponta da língua para atrair peixes, cobras, pássaros aquáticos e outras tartarugas. Mantendo-se imóvel no fundo de um lago ou pântano, ela espera pacientemente até que uma presa aproxime-se para então abocanhá-la com as poderosas mandíbulas.


Participe deixe seu comentário

O você achou desta publicação?
Qual sua opinião a respeito?
Gostaria de acrescentar algo?

Postagem Anterior Próxima Postagem
GeraLinks - Agregador de links Trends Tops topics