*Por Yara Machado, CEO da Céu de Prata

As joias em prata sempre tiveram bastantes adeptos desde os tempos mais antigos. Seu uso era cultuado e atrelado não apenas à beleza, mas também ao lado espiritual. Na idade média, acreditava-se que, se fosse feito um pedido sob a lua cheia com um anel de prata, ele era atendido com mais rapidez. A prata foi considerada, durante um longo período, um metal cabalístico que promovia uma cura especial, com propriedades harmonizadoras. Ela auxiliava no bem-estar físico, espiritual e mental.

Os adereços são utilizados desde a Pré-História por várias civilizações e trazem diversas simbologias. Muitos povos também comunicavam suas crenças, mitologias e status social, bem como pediam proteção, por meio das joias. Hoje, os objetos seguem carregados de representações e transmitem os mais diversos sentimentos.

Atualmente, a prata ganhou destaque por sua durabilidade, já que é muito difícil de quebrar, por exemplo, e por isso pode ser passada de geração para geração, carregando também muitas memórias afetivas. As peças ainda são superpopulares devido à versatilidade, como para demonstrar um relacionamento (casamento, noivado, namoro) ou a até a conquista de um diploma, marcando uma profissão para sempre.

Outro destaque são as propriedades antialérgicas. A chamada dermatite de contato é causada pela presença de níquel. Ele é o grande vilão que pode trazer coceiras, inchaço, vermelhidão, ardência e formigamento. Já as joias de prata 925 são livres desse elemento, compostas de mais de 90% de prata – o restante é uma liga feita com cobre e outros materiais.

Ainda falando de saúde, a prata tem benefícios que vão além. Ao longo dos anos, têm sido publicados vários estudos científicos que comprovam os benefícios que as joias podem ter para a saúde graças à capacidade de conduzir energia elétrica e térmica, influenciando o funcionamento do corpo. Tal como acontece com algumas pedras preciosas, a prata ajuda a equilibrar o organismo. A energia que esse metal carrega faz com que, ao usar uma joia de prata, os vasos sanguíneos expandam, o que é fundamental para a formação e recuperação dos ossos e da pele, por exemplo.

Uma pesquisa realizada em 2008 pela Universidade de Southampton, nos Estados Unidos, concluiu que usar um anel de prata pode ajudar a reduzir os sintomas e as dores de quem sofre de artrite reumatoide. Outros estudos indicam que usar este metal ajuda a diminuir as náuseas e os enjoos.

Na Grécia Antiga, Hipócrates descobriu que a prata tinha a capacidade de combater bactérias e micróbios. Em 2013, uma equipe de investigadores concluiu que, ao juntar um pouco desse metal a um antibiótico, as capacidades de combater infecções aumentavam significativamente. Contudo, só o simples fato de usar um colar em prata ou brincos pode ajudar a afastar fungos ou outros germes do seu organismo.

A civilização fenícia, por exemplo, usava os recipientes de prata para conservar vinho, água e outros líquidos, impedindo a contaminação. Durante a Primeira Guerra Mundial, ainda antes da existência de antibióticos, os compostos de prata serviam para prevenir infecções dos feridos.

Independentemente de sua escolha para o look do dia, vale lembrar todos os benefícios das joias em prata para se sentir ainda mais protegida e bonita!

*joias | prata

Postagem Anterior Próxima Postagem


Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.