métricas e finanças

Fundadoras do Do It Girls Club apontam principais desafios, principalmente em seus primeiros anos

Um estudo do SEBRAE divulgado em 2022 mostrou que 29% das microempresas fecham após cinco anos de vida, sendo a maior causa a falta de planejamento. Um dos grandes problemas que ocorrem nesse cenário é o próprio empreendedor, em especial o que não consegue separar muito bem as finanças pessoais daquelas para o negócio.

Ao não distinguir os gastos, o fluxo de caixa pode ficar confuso e os problemas se tornam uma bola de neve. “É comum quem está começando um negócio fazer uma mistura enorme entre as despesas de pessoa física e jurídica, principalmente quando o empreendimento é formado por apenas um funcionário: o dono. Daí a importância de ter um salário definido (pró-labore). É com ele que o dono da empresa pagará as contas pessoais e administrará a própria vida. Muitas mulheres com as quais conversamos relatam: ‘amo meu negócio, porém odeio números, fluxo de caixa, não entendo nada”, contam as fundadoras do Do It Girls Club, Natália Archanjo, Brunna Duarte e Adriana Tavares, que administram essa comunidade de networking e conteúdo voltado para empreendedoras e executivas.

Outra pesquisa do Sebrae aponta que 77% dos empreendedores nunca fizeram um curso ou treinamento de finanças. Na opinião das especialistas, isso acaba se tornando tão sério que é comum ver empresárias de negócios bem estruturados desconhecerem o faturamento, custos fixos e despesas variáveis da própria empresa. “Fazer um mapeamento claro das finanças é fundamental para saber quanto ela custa, quanto gera de receita, quais gastos tem e os investimentos necessários”, ponderam as fundadoras do Do It Girls Club.

Com tudo isso em mente, mapear e medir são palavras-chave para um bom gerenciamento do empreendimento, não apenas para entender seu histórico econômico e organizar a rotina, como também projetar um futuro crescimento a partir de dados bem organizados e que sejam base de uma estratégia maior para direcionar próximos passos. “Você tem sua empresa nas mãos? Conhece todos os resultados e consegue identificar a partir de quais ações eles vieram? Quem não mede não gerencia. Você precisa ter os números do seu negócio claros para entender o que traz lucro. E não apenas os resultados financeiros: é preciso medir os ganhos de ações de marketing, fazer seu demonstrativo de resultados, avaliar a atuação dos profissionais, testar estratégias de compra e venda. Só quem conhece a fundo os números consegue tomar as melhores decisões”, acrescentam.

Conceitos como ROI e Payback, por exemplo, podem ser aliados nessa empreitada. O primeiro é a sigla para Retorno Sobre Investimento e ajuda a calcular ações para investir em todos os setores da empresa, do maquinário à publicidade. 

Apesar de ser um ótimo indicador e que pode trazer respostas assertivas, apresenta uma pequena falha: não considera o tempo em que esse retorno aconteceu, o que pode mudar toda a interpretação do resultado. Por isso, ele pode ser complementado pelo prazo de retorno sobre investimento (payback), que define o tempo que a empresa leva para devolver o valor pago por determinada ação. 

 Sobre o Do It Girls Club

O Do It Girls Club (DIG Club) é uma comunidade feminina que transforma a vida de mulheres, através de uma rede única de networking e conteúdos exclusivos.

O ecossistema DIG tem como propósito ajudar mulheres a alavancarem suas vidas pessoais, profissionais e financeiras mais rápido, através de um ambiente de crescimento, colaboração, aprendizado e novas conexões.

Com o lema menos competição e mais colaboração entre mulheres, as idealizadoras já impactaram mais de 30 mil pessoas e geraram mais de R$ 15 milhões em negócios realizados entre as participantes ativas da comunidade.

Para mais informações, acesse https://doitgirlsclub.com.br

Postagem Anterior Próxima Postagem
Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!


Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!

Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.