O mercado estético vem crescendo a cada ano, principalmente quando o assunto é gordura localizada. Hoje podemos encontrar diversos tratamentos para eliminá-las, e recuperar a autoestima e bem-estar. 

Um dos principais tratamentos e que vem sendo bastante procurado, principalmente por ser uma técnica não invasiva é a criolipólise. Esse procedimento de redução de medida localizada tem como principal objetivo congelar as células de gordura, uma vez que elas são muito sensíveis a baixas temperaturas, de modo que elas se quebrem e sejam eliminadas pelo organismo. 

Vale destacar que o procedimento de criolipólise é indicado para pessoas que não estão conseguindo eliminar os pontos de gordura, mesmo seguindo uma dieta balanceada e realizando exercícios físicos regularmente. 

Principal aparelho de criolipólise

Existem alguns tipos de aparelhos para a realização desse tratamento, e ele precisa ser confiável e transmitir segurança, já que o mau uso desse equipamento e a má procedência pode levar a graves consequências na saúde do paciente. 

Hoje no mercado um dos aparelhos mais confiáveis é o Coolsculpting®, uma vez que ele atende todos os padrões de segurança e possui certificação seguindo todas as exigências da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Outro ponto positivo é que os sistemas CoolSculpting são os únicos dispositivos de resfriamento controlado, projetados especificamente com medidas de segurança embutidas para garantir que o processo seja realizado com toda tranquilidade. 

Já os resultados com esse tipo de equipamento são extremamente satisfatórios, podendo ter uma redução de até 27% com apenas 1 sessão. E como as células de gordura não retornam à região de tratamento, os resultados são definitivos. 

Quais são os principais tipos de criolipólise?

Existem 4 tipos de criolipólise disponíveis no mercado, que são:

Convencional:essa técnica funciona por meio de um sistema de sucção a vácuo que tem como objetivo realizar o resfriamento do local de tratamento, a fim de cristalizar e por sua vez causar a morte das células do tecido adiposo para que sejam eliminadas pelo organismo;

De Contraste: aqui já são incluídos períodos de calor na fase inicial e na final do procedimento para aumentar a cristalização, possibilitando uma maior destruição celular;

De Reperfusão: nessa técnica, o aquecimento é incluído apenas no final do procedimento, promovendo um possível favorecimento da recuperação tecidual, o que ajuda na melhora de resultados por indução de danos adicionais aos adipócitos do local tratado;

De Preparo: o aquecimento é usado apenas no início do tratamento, com o objetivo de aumentar a maleabilidade e favorecer a sucção dos tecidos mais compactados pelo equipamento. 

Quando o procedimento é indicado? 

A criolipólise é indicada para eliminar gordura localizada, uma vez que esse tratamento traz resultados rápidos e extremamente satisfatórios ao paciente. Desta forma, ele é indicado para aquelas pessoas que desejam perder aqueles pneuzinhos indexados provocados pelo acúmulo daquelas gordurinhas difíceis de serem combatidas mesmo com dietas e atividades físicas. 

As áreas mais buscadas pela realização da criolipólise são: abdômen, flancos, cintura, costas, parte interior da coxa, culote e braço. Mas, o procedimento pode ser aplicado em regiões menores, como a papada, por exemplo. 

O indicado é que antes de buscar pelo tratamento, o paciente busque por um médico para entender qual o tratamento mais indicado para o seu tipo de caso. 

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Shopee