9.2.22

10 lugares para conhecer em São Paulo


Antes de citar os 10 lugares que podem ser interessantes para você conhecer em São Paulo, é necessário comentar sobre a história da principal capital do Brasil. 


Fundada no local conhecido como Pátio do Colégio, no dia 25 de janeiro de 1554, o estado paulistano surgiu de uma edificação que foi construída pela missão jesuíta liderada pelos padres José de Anchieta e Manuel da Nóbrega, que tinham a intenção de catequizar os indígenas que viviam naquela região. 


Conforme os anos se passaram, a cidade de São Paulo acabou ganhando mais notoriedade no momento em que era comum perceber a ascensão da centralidade econômica e política, e em 1815, tornou-se capital da província. 


Logo, foi possível observar que com o tempo as indústrias foram surgindo, e empresas com foco em fábrica de mezanino, por exemplo, se tornaram comuns de serem vistas. 


O ciclo do café, por sua vez, foi responsável por ser o período em que houve um grande número de migrantes e, além disso, o desenvolvimento econômico acabou se intensificando na região. 


Consequentemente, a industrialização começou a avançar conforme a cidade ganhava mais estruturas. 


Diante de tanto avanço, a cidade paulistana passou a ser referência para certas empresas, principalmente para as organizações que trabalham com estruturas metálicas e outros segmentos. 


A industrialização também surgiu com o fenômeno da urbanização, que foi consolidando o papel da cidade na economia regional e nacional, chegando a classificação que tem atualmente, que é a cidade global. 


Hoje, podemos ver que novas profissões foram surgindo conforme São Paulo ganhou mais população, como exemplo, temos o síndico profissional, que surgiu por meio da necessidade de intermediar as principais necessidades dos moradores de um prédio. 

Geografia da cidade de São Paulo

Localizada na região sudeste do Brasil, a cidade de São Paulo abriga a sede do governo do Estado, que possui atualmente uma área de 1.521.110 km. O município é considerado sede da Região Metropolitana de São Paulo, composta por 20 milhões de habitantes e 39 cidades.


Conforme a cidade de São Paulo foi evoluindo, o estado paulistano tornou-se um ótimo lugar para empresas que trabalham com projeto de paisagismo de alto padrão realizarem novos empreendimentos. 


De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a capital paulista tem uma classificação, que é considerada como uma grande metrópole nacional. 


Em função de tantas atividades econômicas, é possível presenciar na cidade paulista, podemos considerar que São Paulo é também classificada como cidade global. 


Atualmente, podemos ver em várias inúmeras profissões serem exercidas, ou seja, podemos ver profissionais atuarem com engenharia de avaliações, até um analista de marketing. 


O clima em São Paulo, por sua vez, é predominantemente subtropical úmido, que é caracterizado por uma temperatura em média de 22º C e chuvas frequentes que acontecem no decorrer do ano. 


Por outro lado, temos o município que apresenta algumas particularidades com relação ao tempo. 


Nessa região, é bastante comum que as pessoas optem por uma instalação de forro acartonado, para que suas respectivas residências tenham um acabamento seguro o suficiente para lidar com as condições climáticas paulistanas. 


O município é formado por uma amplitude térmica diária e é bastante elevada, podendo fazer com que os paulistanos tenham que lidar com temperaturas baixas no período da manhã, e de noite e durante o dia tendo a possibilidade de atingir uma temperatura mais elevada. 


Essa variação climática é conhecida como ilha de calor, que é uma característica bem particular dos grandes centros urbanos. 


Chegando a uma parte mais técnica da geografia de São Paulo, o município está inserido no bioma Mata Atlântica. 


Trata-se de um estudo recente que foi focado na cobertura vegetal do estado paulistano, onde foi possível diagnosticar que 48,18% da sua área possuem algum tipo de vegetação, e que 43,66% da cobertura correspondem à vegetação natural. 


Pelo fato da cidade de São Paulo está cada vez mais verde, e isso está partindo às vezes de programas criados pelos próprios moradores.


Alguns paulistanos estão optando por pesquisar por “marmores e granitos São Paulo” para saber quais opções lidam melhor com uma decoração mais natural para a casa. 


Ainda sobre a vegetação de São Paulo, é preciso dizer que as principais formações do estado são as florestas, campos naturais, brejo e vegetação de várzea. 


São Paulo é predominantemente dominada por uma área formada por planaltos, e as formações encontradas no município são morros, serras e planícies. 


Uma curiosidade, é que o ponto mais alto da cidade de São Paulo é o Pico do Jaraguá, localizado na Serra da Cantareira, com 1.135 metros. 


Entre outras curiosidades do estado paulistano, podemos citar os principais rios da cidade, que são:


  • Tietê;
  • Pinheiros;
  • Embu-Guaçu;
  • Aricanduva;
  • Tamanduateí.

Alguns desses rios não são próprios para banho ou lazer, por isso é bom ficar atento e se informar antes de resolver conhecer algum deles.

Demografia da cidade de São Paulo

A cidade de São Paulo, por sua vez, é a cidade mais povoada do Brasil. Considerando os dados do último censo, a densidade demográfica do município é de 7.398,26 habitantes por quilômetro, o que o coloca em primeiro na lista de cidades mais povoadas. 


Curiosamente, a capital paulistana tem presenciado uma diminuição na taxa de crescimento populacional, e de acordo com o último dado levantado, foi registrado um valor de 0,55%.


Atualmente, a cidade de São Paulo é formada por uma faixa etária de pessoas com 20 a 49 anos, e vem passando por um processo gradual de envelhecimento.


Essa faixa etária está relacionada também à forma com que as pessoas fazem seus empreendimentos no estado, isso porque é comum ver jovens e adultos já atuando em profissões de contabilidade em São Paulo, por exemplo. 


As porções centrais do município concentram o maior número de idosos, e a expectativa de vida média para o paulistano é de 70 anos de idade. Porém, é preciso dizer que essa média de expectativa de vida pode variar entre distrito para distrito. 


Infelizmente, o estado paulista ainda sofre muito com o contraste da desigualdade social, isso porque nas áreas de periferia a expectativa de vida ao nascer é menor do que em bairros centrais ou bairros nobres. A diferença pode chegar até 23 anos. 


Contudo, a capital paulista ainda consegue ser uma cidade turística que consegue trazer muitos viajantes, e até mesmo migrantes de outros estados do Brasil e do mundo. 


O fluxo internacional de migrantes é dominado, inicialmente, por portugueses, seguido por pessoas que vêm da Bolívia, Japão, China e Itália. 


O município também conta com visitas de pessoas da Venezuela, do Haiti e de países da África, como Angola, Nigéria e Senegal. 

Lugares para se conhecer em São Paulo

Como podemos imaginar, São Paulo não é apenas o maior centro econômico do país, o estado paulistano consegue ser um importante destino turístico para pessoas de dentro e fora do Brasil. 

  1. Parque Ibirapuera

O parque Ibirapuera é o parque mais popular da cidade de São Paulo, com seus mais de 150 hectares e opções de diversão, como o Museu de Arte Moderna e o Pavilhão Japonês.

  1. Avenida Paulista

Representando muito bem a vida do paulistano, esse cartão postal consegue ser bastante atraente pelos altos prédios e diversas opções de lazer, como ver espetáculos gratuitos no Centro Cultural FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), ou visitar o MASP (Museu de Arte de São Paulo). 

  1. Mercado Municipal

Nesse local, o paulistano ou o turista pode encontrar várias frutas, queijos e especiarias e outros produtos para experimentar. 

  1. Museu do Futebol

Localizado no famoso Estádio do Pacaembu, o museu conta com várias histórias que marcaram os anos do futebol no Brasil. 

  1. Estação da Luz

Além de contar com uma bela arquitetura, a Estação da Luz também tem o Museu da Língua Portuguesa. 

  1. Bairro do Bixiga

Fundado por imigrantes italianos, o bairro do Bixiga é um dos pontos mais visitados por turistas, onde é possível degustar dos principais pratos tradicionais da Itália. 

  1. Centro Cultural São Paulo

O Centro Cultural São Paulo conta com bibliotecas, coleções de arte e também oferece apresentações de dança, música e teatro.

  1. Aquário de São Paulo

Uma ótima opção para levar crianças, o Aquário de São Paulo é o maior da América Latina, com 300 espécies de peixes para ver. 

  1. Theatro Municipal 

Para alguns, o Theatro Municipal é detentora da construção mais bela da cidade paulistana, e por sua vez, é sede de importantes grupos artísticos. 

  1. Museu Catavento

Um lugar onde jovens e adultos podem aprender sobre a ciência, só que de maneira dinâmica e interativa.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

GeraLinks - Agregador de links