O tempo de recuperação de uma cirurgia plástica varia de uma pessoa para outra, assim como de um procedimento para outro. 

O que é unanimidade entre os cirurgiões é o cuidado que os pacientes devem tomar no pós-operatório para que seu restabelecimento seja pleno e para que não haja interferências nos resultados.

Cada procedimento estético tem particularidades e elas devem ser levadas em consideração antes da retomada das atividades físicas. 

Além das características de cada cirurgia plástica, este tempo para a retomada dos exercícios físicos pode variar entre homens e mulheres. 

Os tratamentos realizados no pré e no pós-operatório, assim como os hábitos dos pacientes influenciam diretamente em seu restabelecimento na retomada das atividades cotidianas.
 
Seguir à risca as recomendações do seu médico, manter uma boa alimentação, evitar bebidas alcoólicas e tomar os remédios nos dias e horários certos também são tópicos que contribuem para que a vida volte mais rapidamente ao normal após uma cirurgia plástica.

Cirurgias e seus respectivos tempos de recuperação

Veja abaixo alguns exemplos de cirurgias e o tempo recomendado até a retomada das atividades físicas. 

- Mamoplastia de aumento: nesta cirurgia, é necessário usar um sutiã especial por cerca de um mês e evitar levantar e fazer movimentos bruscos com os braços. Sendo assim, nada de musculação, lutas ou natação por pelo menos dois meses ou até seu médico achar que é seguro. Atividades leves como caminhadas costumam ser liberadas antes disso.

- Abdominoplastia: esta é uma cirurgia plástica considerada complexa, por isso exige cuidados durante a recuperação. É preciso se atentar aos cuidados com os curativos e as suturas.Por isso, não é recomendada a realização de treinos físicos antes de um período de sessenta dias. Já as caminhas ou corridas leves, podem ser retomadas entre trinta e quarenta e cinco dias após o procedimento. 

- Rinoplastia: para quem costuma praticar esportes radicais ou de contato, após a rinoplastia é preciso se afastar destas atividades por pelo menos dois meses. Esportes menos agressivos podem ser realizados em um período de trinta dias após a cirurgia. 

- Próteses de glúteo: é uma das cirurgias plásticas que exigem maior tempo de recuperação. Atividades como a musculação e exercícios de perna e glúteo estão proibidos por um longo período. Já os demais exercícios físicos devem ser introduzidos de forma cautelosa após quatro meses da realização da cirurgia plástica. 

- Lipoaspiração: caso o paciente siga as recomendações médicas de forma correta, as atividades físicas podem ser realizadas após um mês da cirurgia. Usar cinta modeladora faz parte do passo a passo da recuperação. Não há obrigação de usá-la durante as atividades físicas, mas depois disso, é preferível a retomada do uso. O médico precisa acompanhar de perto a recuperação do paciente e na lipoaspiração, como em outras cirurgias, verificar a satisfação do paciente com os resultados é fundamental.

 Para que uma cirurgia estética seja um sucesso e os resultados sejam satisfatórios para o paciente, é preciso seguir as indicações médicas, além reportar quando algum sintoma ou consequência fora do comum acontecem. 

Além disso, as atividades físicas devem ser retomadas aos poucos, de forma tranquila e sem cobranças, mesmo para pessoas que costumavam se exercitar regularmente antes da cirurgia plástica. Por mais que o paciente não esteja sentindo dores ou desconfortos, os tecidos e músculos levam tempo para se recuperarem.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Compartilhe nas redes sociais e apoie ou retribua

Todos os nossos artigos são exclusivos é proibida a reprodução total ou parcial dos mesmos sem a indicação da fonte SHD: Sejahojediferente.com