9.11.21

Precatórios: O que são e como começar a investir


Muitas pessoas estão buscando formas alternativas de investir dinheiro, e descobriram nos precatórios uma opção muito interessante, que ainda não é muito conhecida e pode gerar uma rentabilidade bastante interessante e pode ajudar a concluir uma estrutura metálica projeto.

Precatórios nada mais são do que requisições emitidas pela justiça para que municípios, estados ou até mesmo a União pague um determinado valor devido depois de uma condenação judicial.

Assim que o precatório é formalizado e emitido, o valor entra como contabilização do orçamento público, tornando-se parte da dívida do órgão que o está assumindo, seja a prefeitura ou os governos estadual ou federal.

Existem dois tipos comuns de precatórios, os de natureza alimentar, que englobam:

  • Salários;
  • Pensões;
  • Aposentadorias;
  • Indenizações por morte.

Além dos precatórios de natureza não alimentar, que lidam com desapropriações, danos morais e outros elementos. Normalmente, a preferência na ordem de pagamento é pelos alimentares.

O risco de investimento é muito pequeno, principalmente porque o pagamento dos precatórios é protegido pelo artigo 100 da CF (Constituição Federal), garantindo resposta para esse tipo de ação.

Embora a ordem de pagamento seja uma realidade, o grande problema dos precatórios é a demora para o pagamento.

O Estado tem um longo prazo para quitar essa dívida com a pessoa ou empresa que entrou com a ação, podendo chegar a 15 anos de prazo para recebimento.

Para lidar com essa questão do prazo de pagamento, é permitido pelo Código Civil nos artigos 286 a 298 a venda do precatório. O processo de venda é um negócio jurídico e deve ser lidado com todo o cuidado para que tudo fique certo.

Neste caso, o autor do processo transfere a posição ativa a um terceiro, sem necessitar de autorização do devedor, independente da esfera de governo em que ele esteja estabelecido, permitindo que você consiga trabalhar com um laudo de insalubridade e periculosidade.

Por conta disso, muitos credores acabam vendendo o precatório com um custo abaixo do valor para pessoas interessadas. Dessa forma, o credor recebe o dinheiro de maneira mais adiantada enquanto o investidor aguarda o período para receber o precatório integralmente.

Investindo em precatórios

Agora que você consegue compreender um pouco melhor o que são os precatórios e como eles funcionam, é importante ter em mente que esta é uma forma muito interessante de investimento, principalmente se você não tem pressa para receber o dinheiro investido para uma ação de ancoragem predial.

Existem diversas formas de trabalhar com os precatórios, sendo a principal delas e de maior rentabilidade a utilização de plataformas especializadas para conseguir esse tipo de resultado.

Usando plataformas de investimento

Algumas das principais plataformas de investimento estão começando a abrir espaço para formatos diferentes de interação, adicionando os precatórios como uma maneira de aplicar seu dinheiro para conseguir uma instalação de CFTV.

Esse é um formato muito interessante, uma vez que normalmente as plataformas oferecem diversos meios de fazer o investimento. Em muitos casos, a própria empresa cria um grupo de investimento, onde cada pessoa compra uma parte de um precatório.

Dessa maneira, o investimento acaba sendo muito mais interessante para pessoas que não tem altos valores para investimento, uma vez que não é necessário comprar o precatório inteiro.

As cotas de empresa, que costumam ter valores muito maiores de retorno, também possuem valores elevados, na casa dos milhões.

Com uma plataforma de qualidade, você consegue participar do fundo de investimento com valores a partir de cinco mil reais, o que possibilita um bom retorno ainda que você não possa investir quantias tão grandes.

Além disso, quando você fraciona o precatório, consegue diluir os custos do processo com os outros interessados nesse tipo de investimento, o que acaba ajudando muito na análise de crédito ao procurar investir em Filtro ciclone.

Esse tipo de ação possibilita uma estrutura muito mais efetiva para a compra de precatórios, evitando os de baixa qualidade e garantindo um investimento em vários ativos.

Quando você trabalha com uma empresa especializada nesse tipo de investimento, o processo é muito mais seguro, uma vez que você acaba investindo em várias frações de precatórios diferentes.

Neste caso, quando há um atraso no pagamento de um precatório, o investimento é garantido, pois os outros precatórios pagos no dia compensam o acerto do que não foi pago. Dessa forma, você obtém um investimento muito mais rentável e seguro.

Compra direta com o credor

Embora este seja o método mais simples de investir em precatórios, ele pode ser muito complicado nas mãos de um investidor que não conhece esse tipo de ação.

O trabalho na área é muito detalhado, e isso pode acabar se tornando um problema a longo prazo se você precisa investir em um serviço de automação.

Na compra direta, um investidor que tenha interesse no precatório entra em contato diretamente com o credor e faz toda a negociação do valor de aquisição. Embora essa estrutura seja de fato bastante simples, aqui é onde começam as complicações.

O primeiro problema é que no caso de investidores que não sejam ligados ao setor jurídico, conseguir todas as informações de cada ação pode ser bastante complicado, além de ser confuso para alguém que não está acostumado com esse tipo de leitura.

Além disso, é necessário contratar um advogado especialista depois de consultar um valor de investimento que esteja dentro de seu orçamento e o agrade, para conseguir resultados mais expressivos para a aquisição de uma ranhuradora.

A figura do advogado avalia uma série de problemas que podem existir entre a troca do precatório, como débitos e vícios do credor com entes governamentais. Isso acontece porque alguns tipos de débito acabam permitindo que o Fisco retire parte do pagamento do precatório.

Depois de realizada a análise do crédito, é função do advogado especializado criar os contratos de cessão, que serão levados para um cartório para terem sua assinatura validada. Depois que você concluir essa etapa, é hora de levar ao juiz.

Deve ser feita uma petição ao juiz da execução, que informe a mudança de titularidade e todos os procedimentos que efetivam a compra para que ele possa trabalhar com mais qualidade. Assim, você finalmente consegue passar a titularidade do precatório.

Estes processos exigem uma série de conhecimentos específicos e pontos importantes que não podem ser deixados de lado para gerar um bom retorno para seu investimento. Por conta disso, esta acaba não sendo a melhor opção para investidores inexperientes.

Cotas de FIDC-NP

A sigla FIDC-NP significa Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Não-Padronizados. Embora o nome seja complexo, trata-se de um fundo de investimento que adquire uma série de ativos, incluindo precatórios.

Esse fundo é uma excelente alternativa para quem deseja investir em precatórios, uma vez que traz uma segurança muito maior para os investidores por se tratar de um fundo.

Como qualquer outro fundo, ele possui uma administração, gestão e todos os outros itens de regulamentação necessários para qualquer tipo de fundo de investimento. Entretanto, existe um revés para esse formato.

Se você não é um investidor profissional, não é possível comprar cotas do FIDC-NP. Isso significa que você só pode entrar no fundo de investimento se possuir dez milhões de reais em patrimônio investido, o que muitas vezes requer uma Consultoria contábil empresarial.

Trata-se de um valor muito acima do que a média brasileira, o que torna este um processo inviável salvo para grandes investidores ou empresas que estão buscando formas de conquistar uma estrutura de investimento mais adequada.

Vantagens do precatório

Embora este tipo de investimento tenha ficado de lado por muito tempo no mercado, esse perfil tem mudado significativamente. Antes, os precatórios tinham uma sensação de dívida que nunca seria quitada.

Em grande parte, a culpa dessa má fama dos precatórios era dos devedores, que muitas vezes atrasam pagamentos por tempo indeterminado. Entretanto, existe uma movimentação atual para lidar com os precatórios e conseguir vantagens mais expressivas.

O baixo risco de inadimplência é um deles, desde que se faça uma boa avaliação do precatório anteriormente. O risco de crédito acaba sendo muito baixo, uma vez que mesmo quando o governo federal tentou adiar os pagamentos houve uma comoção para mudar esse fato.

Além disso, o precatório é uma fonte bastante rentável, que tem uma proteção sobre a inflação por conta da correção monetária efetuada ao pagamento.

Considerações finais

A rentabilidade e a segurança dos precatórios o tornam uma excelente opção de investimento, principalmente se você deseja diversificar sua carteira.

É um investimento que não depende do cenário econômico nacional para gerar resultados, permitindo que você explore diversos recursos.

Os precatórios existem de diversas maneiras, e é fundamental que você consiga explorar todas as suas possibilidades antes de escolher onde investir para conseguir um retorno de qualidade.

Dessa forma, você tem uma estrutura muito mais adequada para conseguir um retorno a longo prazo, trabalhando em cima de informações de qualidade para um ótimo rendimento.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

GeraLinks - Agregador de links