Blog Diferente Para Ser Diferente

Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Quando estamos de mudança para uma nova casa ou apartamento, sempre temos a sensação de estarmos recomeçando. De fato, ter um novo lar é uma mudança e tanto, e que pode beneficiar a nossa vida de muitas maneiras.

É um jeito de aumentar a família com mais comodidade, estar mais perto do trabalho ou da escola dos filhos ou simplesmente a chance de viver onde sempre sonhamos.  

Apesar de envolver um período de adaptação à nova casa, é sempre muito positivo para os moradores, bem como pode ajudar a construir uma nova vida.

Só que apesar de tantos benefícios, fazer uma mudança também é sinônimo de trabalho, e muito trabalho. Sem planejamento e organização, esse período de transição pode se tornar estressante.

Então, você já chega ao novo lar cansado, irritado e sem paciência para organizar tudo de novo. Mas calma, é possível evitar tudo isso sabendo o que fazer. Então, é exatamente por isso que você está lendo este artigo.

Nele, vamos dar algumas dicas para você organizar a sua mudança, além de explicarmos o que é preciso fazer depois dela. Então, leia até o final antes de arregaçar as mangas.

Benefícios da mudança de lar

Morar por anos na mesma casa, significa construir um mar de memórias, e é exatamente por isso que um imóvel se torna um lar. Mas não é fácil se desapegar de tudo e partir para um novo rumo.

É natural do ser humano se apegar ao antigo e ter medo do novo, e daí começamos a nos questionar se a nova moradia será tão boa quanto a outra.

Tudo o que você fez na casa atual, como serviço de pinturas, decoração e outras melhorias são o que constituem o seu lar, sendo que tudo pode ser transferido ao novo imóvel.

Lá você vai montar a decoração, vivenciar momentos e começar a construir novos apegos. Portanto, o morador é o único responsável por construir um novo lar.

Nossa casa é uma extensão de nossa personalidade, então, podemos moldá-la de acordo com a nossa vida. E chega um momento que ela pede mudanças.

Mudar de imóvel é muito benéfico, porque você está tendo a chance de se transformar e de melhorar em muitos aspectos.

Também é a oportunidade de deixar momentos ruins para trás, que fazem parte da vida de qualquer pessoa, como a dor da perda de um ente querido, uma inimizade e outras situações.

Além disso, é o momento perfeito de aproveitar o engate e começar aquela dieta, abandonar algum hábito ruim ou simplesmente planejar novas coisas para a sua vida.

Portanto, quem muda de casa faz um balanço de sua vida e passa a limpo a própria história. Não podemos nos esquecer de que também é uma chance de conhecer novas pessoas e fazer novas amizades.

Um bairro, cidade ou até um novo país, traz sempre a possibilidade de fazer novos contatos, e que podem até mesmo ajudar a melhorar sua nova casa, como uma empresa que faça conserto de portão.

Só que, apesar de tantas vantagens que essa mudança traz, ela também dá trabalho, então se você não planejá-la adequadamente, pode se transformar em estresse e dor de cabeça.

Para evitar esses transtornos, no próximo tópico, vamos dar algumas dicas para você organizar melhor a sua mudança. Confira!

Dicas para organizar a mudança

Quando começamos a organizar as coisas para mudar de imóvel, percebemos que existe um longo trabalho pela frente, que vai além de recolher a persiana sala. São muitos afazeres, como:

  • Desmontar móveis;

  • Encaixotar objetos;

  • Retirar tudo dos armários;

  • Entre outros.

E é aí que começa a dor de cabeça quando não existe organização para fazer tudo. Para evitar os problemas, é importante seguir alguns procedimentos, como:

Empacotar e identificar as caixas

Empacotar tudo é a parte mais cansativa, mas ela não deve ser feita às pressas ou de qualquer jeito, e você vai perceber isso na hora de organizar a nova moradia.

Conte com as caixas de papelão, que você pode conseguir de graça em lojas e supermercados. Antes de embalar tudo, separe os objetos que você não usa mais e doe aqueles que estiverem em boas condições.

Feito isso, com uma caneta, identifique as caixas escrevendo em qual cômodo ela será descarregada, por exemplo, “quarto planejado casal”. Depois, use uma fita crepe segura para fechá-las.

Faça o empacotamento cômodo por cômodo, assim, você distribui os pacotes enquanto não se muda, bem como saberá para onde eles deverão ser levados.

Também é importante colocar na etiqueta o que tem dentro da caixa, como “objetos armário do banheiro”. Isso pode te ajudar a localizar alguma coisa antes e depois da mudança.

Pesquisar frete

Pesquise e contrate os serviços de frete e mudança com antecedência. Não deixe para fazer isso pouco antes do dia que você precisará deixar o imóvel, pois pode ser que não encontre empresas disponíveis.

É possível encontrar preços variados, mas tenha cuidado ao escolher, pois o mais barato talvez não cuide tão bem das suas caixas, por exemplo, ele pode não utilizar etiquetas adesivas personalizadas para identificação.

Verifique se a empresa faz o serviço de montagem e desmontagem de móveis, como faz as embalagens e qual tipo de proteção oferecem durante o trajeto. Não se esqueça de que são as suas coisas que estarão nas mãos deles.

Atualize o endereço das correspondências

Não se esqueça de atualizar as pessoas e também as prestadoras de serviço e outras instituições acerca de sua mudança de endereço. Pode parecer algo sem importância, mas pode evitar algumas preocupações.

Avise os bancos, prestadoras de serviço, convênios médicos e qualquer outra empresa que mande correspondências mensalmente. Dessa forma, você evita atraso no envio de faturas e pagamento de juros e multas.

Faça os reparos necessários

Faça todos os reparos necessários no novo imóvel antes de se mudar. Tenha atenção a isso quando for fazer a vistoria para reunir todos os pontos que precisam de melhorias, como uma restauração de piso porcelanato.

Não se esqueça de fazer a mesma coisa no imóvel antigo, principalmente se for alugado e estiver presente no contrato de locação.

Se você for vendê-lo, entregue-o em boas condições, afinal, ninguém gosta de chegar numa casa ou apartamento e perceber que tem muitos problemas.

Dicas para depois da mudança

Agora que você já sabe tudo o que precisa fazer antes de se mudar, vamos explicar alguns cuidados para depois que você chegar ao seu novo lar.

Contratar montadores

A primeira dica é para o bem da decoração da sua casa e para a usabilidade dos seus móveis: contrate montadores. Além do mobiliário, outros equipamentos como ar-condicionado também precisam contar com a intervenção de profissionais.

Os móveis bem montados são a segurança que você precisa para guardar seus pertences, como roupas e outros objetos. Além disso, eles terão a estrutura adequada para suportar o peso de outros itens, como a TV.

Imagine o desespero de ver a sua estante desabar em cima do seu televisor? Pois é, então veja com a empresa de transportes de cargas pequenas se ela realiza a montagem, se não, conte com a ajuda de bons profissionais.

Desembale tudo aos poucos

Assim como você embalou tudo aos poucos, cômodo por cômodo, vai fazer o mesmo procedimento na casa nova. Desembale as caixas em seus respectivos ambientes, uma por uma, e organize os itens.

Você não precisa terminar tudo de uma vez, sendo que pode ainda priorizar aqueles itens mais necessários, como os do banheiro e da cozinha.

Ajuda de amigos e familiares

Mesmo que você conte com o apoio de uma boa empresa de mudança que use talão de orçamento personalizado, toda ajuda é bem-vinda.

Deixar tudo por conta do frete pode fazer o processo de mudança demorar mais. Faça o trabalho junto com eles e chame algumas pessoas para te ajudar, como amigos e familiares.

Eles podem ser necessários tanto na hora de descarregar quanto no momento de organizar cada cômodo da sua nova casa.

Conclusão

Viu como é fácil mudar sem estresse e dor de cabeça? São ações simples, mas que fazem toda a diferença durante esse momento tão importante da sua vida.

Também é importante fazer um adendo: Antes de sair definitivamente do imóvel antigo, faça uma ronda por ele e olhe em cada canto da casa.

Verifique os armários embutidos (se tiver), dentro de gabinetes, embaixo da pia e atrás das portas para se certificar de que não se esqueceu de nada.

Se der, deixe o local limpo para o novo inquilino ou proprietário, é uma ação gentil e que pode ajudar o novo morador a se organizar melhor. Feito isso, é só começar a curtir a nova casa e fazer dela o seu lar.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!