Blog Diferente Para Ser Diferente

Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Os donos de pet sabem o quanto é importante encontrar um bom veterinário. Afinal de contas, os cuidados com a saúde do seu animal são obrigatórios, seja ele um felino, cachorro, aves, coelhos, entre outros.


Quando decidimos ter um bichinho de estimação, é necessário oferecer a ele todas as condições para ele viver feliz e com saúde. Por esse motivo, as visitas periódicas ao médico veterinário são extremamente importantes para qualquer pet.


Importante ressaltar que cada espécie necessita de cuidados específicos. Dessa forma, é preciso avaliar qual veterinário é o melhor para o seu animal e manter um acompanhamento periódico - ou seja, não deixar para ir ao médico somente quando adoece.


Diante disso, separamos algumas dicas para escolher um bom veterinário e cuidar da saúde do seu pet. Acompanhe a leitura!



1 - Busque por indicação


Uma das melhores formas de encontrar um bom veterinário é pedir por indicações. Normalmente, já pedimos recomendações para conhecidos e amigos, até mesmo de outros tipos de negócios, como um restaurante pet friendly.


Isso porque sentimos mais segurança em fechar um serviço após uma indicação, ainda mais se a pessoa que nos recomendou teve uma boa experiência (o nome disso é “prova social”).


Tratando-se de passar a responsabilidade do seu pet para alguém, é ainda mais importante ouvir os amigos e familiares. Afinal de contas, pessoas que têm seus animais bem cuidados provavelmente contam com bons profissionais ao seu lado.

2 - Encontre um veterinário próximo

Se você depende de transporte público ou de caronas, a melhor forma de escolher um veterinário para o seu pet é procurar por clínicas próximas da sua casa. Isso evita inúmeros transtornos, além de facilitar o contato com o médico.


Fora que, ao escolher uma clínica com boa proximidade, você terá como correr, em casos de emergência, acidentes ou atendimentos rápidos.


Alguns estabelecimentos costumam oferecer serviços de pet banho e tosa, além do atendimento com o veterinário. Nestes casos, dá para fechar uma parceria e, assim, manter o acompanhamento periódico do seu animal.

3 - Saiba se a clínica é legalizada

Esse é um dos pontos mais importantes para escolher um bom veterinário. Infelizmente, há muitos “falsos médicos” por aí e clínicas que não estão legalizadas. A Justiça está incumbida de detectar os casos de fraude, mas todos os tutores devem ficar atentos.


Apenas um médico veterinário devidamente formado e com experiência deve realizar os atendimentos com animais. 


Isso quer dizer que o profissional que faz banho e tosa higiênica do seu cachorro não está habilitado para aplicar vacinas, fazer exames, ou mesmo receitar medicamentos. Tudo isso é responsabilidade do médico veterinário.


Caso você desconfie, observe se:


  • As vacinas aplicadas têm selo e data de aplicação;

  • Os medicamentos têm prescrição médica;

  • Os preços estão dentro do mercado;

  • A higienização do local está de acordo com as regras;

  • O estabelecimento cumpre as determinações legais.


Isso vale para todos os serviços médicos de animais, seja uma clínica veterinária raio X ou somente um consultório para atendimentos rápidos.

4 - Visite o local antes de levar o seu pet

Uma dica para verificar se o estabelecimento é adequado e os profissionais veterinários são confiáveis é visitar uma clínica. Claro que, na maioria das vezes, você não verá os problemas, pois os colaboradores não mostram os defeitos em uma visita guiada.


No entanto, ir até às instalações é uma forma de avaliar as condições da clínica, bem como aproveitar a oportunidade para tirar dúvidas quanto aos serviços de emergência disponíveis, a quantidade de veterinários e suas especialidades, entre outras coisas.


Também é importante observar se o local conta com equipamentos e acessórios de segurança, como tela de proteção para gatos. Isso garante que o seu pet esteja bem protegido, enquanto faz um atendimento ou permanece em observação.


Vale dizer que quanto mais equipamentos e aparelhos médicos a clínica possuir, melhor para o seu pet. Afinal de contas, é muito mais fácil realizar exames complementares no próprio estabelecimento, do que ter que se deslocar em casos de urgência.


Apesar de não ser um fator determinante, é algo que vale ser considerado. Lembre-se que o veterinário é um médico de animais. Portanto, pense: se você tivesse que ser internado(a), como gostaria de ser tratado(a)? A mesma resposta vale para os pets.

5 - Considere o atendimento personalizado

A maneira como o cliente é tratado tem muita influência nos dias de hoje - e isso também vale na hora de escolher um veterinário. Por esse motivo, vale considerar a simpatia e a personalidade do médico, bem como o atendimento dos recepcionistas.


Por exemplo, se você trabalha em um espaço de coworking, é comum que você oriente os recepcionistas em como abordar os clientes, para não perder vendas. Nas clínicas veterinárias, a lógica é a mesma.


É importante que você goste do modo como o veterinário lida com o seu pet. Só assim você terá total confiança em seu trabalho e, se algum dia o seu animal precisar ser internado, você se sentirá muito mais seguro(a).


Hoje em dia, grande parte dos clientes leva muito em conta a humildade dos veterinários. Isto é, os profissionais que reconhecem suas limitações e sabem quando sugerir um especialista são os mais cotados.


Afinal de contas, é isso que garantirá o melhor atendimento e assistência para o animal.


Portanto, um bom veterinário não é necessariamente aquele que diagnostica rapidamente um problema complexo do seu cachorro, como uma disfunção cardíaca, mas sim, aquele que reconhece o melhor momento para chamar um especialista cardíaco.

6 - Saiba qual é a especialidade do médico

Quando vamos a um consultório, mais do que perceber as condições das instalações e estruturas, como a presença de uma divisória de ambiente de gesso, nos preocupamos em escolher um médico que atenda às nossas demandas.


Ou seja, se estamos com problemas de pele, procuramos um dermatologista. Dor de dente, um dentista - e assim por diante. Isso também vale para os veterinários.


Cada vez mais a medicina veterinária caminha no sentido da especialização, da mesma forma que a medicina humana. No entanto, para os animais, o primeiro ponto a ser considerado é a espécie.


Se você tem um réptil, não tem lógica levá-lo em um veterinário especialista em ruminantes. Por isso, você deve encontrar um médico especialista no seu animal em questão.


Atualmente, existem inúmeras clínicas que atendem animais exóticos, indo além dos pets convencionais (cachorro e gato, principalmente). Sendo assim, garanta que o seu animal receba um atendimento especializado.


Uma dica é procurar pelo veterinário no Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) e verificar os cursos que realizou, bem como as credenciais.


Também há especialistas em áreas da saúde, como mostramos anteriormente. Assim, caso o seu cão tenha alguma condição cardíaca, vale a pena consultar um veterinário especializado em cachorros e cardiologia.

7 - Considere o preço

O preço não deve ser um fator determinante na hora de escolher um bom veterinário. Até porque, com a saúde do seu animal de estimação, não se brinca.


Se uma clínica oferece valores muito abaixo da média, desconfie. Você pode cair em um local não legalizado e piorar a condição do seu pet. Então, a dica é priorizar a qualidade.


Mas isso não impede que você faça comparações entre os preços e escolha o estabelecimento que ofereça a melhor condição de pagamento.


Por exemplo, se você compra um carpete em rolo, não pergunta se há opção de parcelamento, além de quais são as condições de pagamento? Isso também pode ser avaliado na hora de escolher a clínica veterinária.


Hoje em dia, grande parte dos consultórios aceita cartões de crédito para parcelar o valor dos serviços. Além disso, há a opção do boleto bancário e a transferência via PIX. Sendo assim, veja quais alternativas atendem melhor às suas necessidades.

8 - Conheça os serviços oferecidos

Os serviços oferecidos pela clínica veterinária têm impacto direto no preço. Quanto mais atividades o local realizar, é comum que o valor dos atendimentos seja um pouco mais elevado. Porém, você precisa avaliar quais as necessidades do seu pet.


Inclusive, algumas clínicas oferecem até serviço de hospedagem, como hotelzinho para pet. Você pode descobrir isso na visita até à instalação e conversando com o veterinário responsável pelo local.

Conclusão

Cuidar da saúde dos nossos animais de estimação é algo fundamental. Afinal, eles são parte da nossa família e sempre queremos o melhor para eles.


Mas assim como não é fácil escolher um bom médico, encontrar um veterinário ideal também não é algo simples. Por isso, o artigo de hoje trouxe algumas dicas que vão te ajudar nessa busca.


Assim, você terá a confiança que o seu pet está sendo bem tratado e recebendo toda a assistência necessária para a garantir a sua saúde.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!

Seja um Amigo Colaborador Mensal via Pix: Nos Ajude a Ajudar a Quem Precisa. Colabore com qualquer valor! Pix: Celular 5511983637919 Veja: Fazer o Bem Faz Bem

GeraLinks - Agregador de links