Blog Diferente Para Ser Diferente
Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Desde a adolescência, a mulher pode contar com a Ginecologia como aliada na prevenção de doenças relacionadas à saúde íntima. Tal especialidade médica encarrega-se em diagnosticar, tratar e prevenir alterações fisiológicas e patológicas que podem acometer o sistema reprodutor feminino.

Bem-estar feminino

Quando falamos de saúde, ressalta-se a importância de descobrir em estágio inicial qualquer disfunção que possamos ter, assim os tratamentos ganham eficácia e poupamos nosso sofrimento. Dentro da Ginecologia, os especialistas podem apontar soluções para desconfortos mais simples como uma cólica de menstruação, ou dar todo o respaldo necessário para uma gestação segura.

A partir da primeira menstruação (menarca), sugere-se o acompanhamento ginecológico regular até a terceira idade e, dessa forma, assegurar o bem-estar feminino com as orientações sobre as transformações que o corpo da mulher passa em cada etapa da sua vida, de modo a desfrutar delas da melhor maneira.

O especialista da área de Ginecologia pode ter formação em Ginecologia e Obstetrícia, o que o torna apto realizar partos. Isso facilita bastante, uma vez que não será necessário buscar por um outro profissional quando pensar em engravidar.

Veja quantas patologias são diagnosticadas e/ou tratadas pelo profissional da Ginecologia:

  • Infecções sexualmente transmissíveis (ISTs);
  • Câncer de colo de útero;
  • Câncer de mama;
  • Disfunções sexuais;
  • Cistos ovarianos;
  • Pólipo uterino;
  • Endometriose;
  • Mioma uterino;
  • Corrimento vaginal;
  • Infecções que acometem o sistema reprodutivo feminino;
  • Prolapso genital e incontinência urinária;
  • Sintomas severos da tensão pré-menstrual (TPM);
  • Infertilidade conjugal;
  • Climatério e menopausa.

 

O ginecologista também aconselha a respeito dos métodos contraceptivos mais seguros para evitar uma gravidez indesejada, além de ajudar no diagnóstico e tratamento dairregularidade do ciclo menstrual, alterações de hormônios, entre outras condições. Como se nota, esse especialista colabora na resolução de casos comunsou mais graves, como o câncer, por exemplo.

Ginecologia: quais os exames garantem a saúde da mulher?

Alguns exames são solicitados regularmente a fim de verificar como está a saúde íntima feminina, mesmo que a paciente não apresente queixas ou sintomas. Eles são preventivos na descoberta de possíveis disfunções:

·         Papanicolau: checa a qualidade dos tecidos do colo uterino e das paredes da vagina. O material a ser analisado é coletado com uma espátula, é indolor, mas pode ser desconfortável;

·         Colposcopia: nesse exame de imagem, um aparelho possibilita ao profissional de Ginecologia uma visão detalhada da parte interna do útero, facilitando a identificação de alterações ou a presença de feridas;

·         Ultrassonografia pélvica: o procedimento capta imagens dos órgãos da região pélvica (útero, ovários, tubas uterinas, vasos sanguíneos da região). Trata-se de um importante colaborador no diagnóstico de miomas, pólipos, malformações uterinas, endometriose, ovários policísticos, sangramentos vaginais ou cistos ovarianos. É realizado via abdominal ou via endovaginal;

·         Exame das mamas: parecido com o autoexame, o ginecologista avalia a presença de nódulos, assimetrias mamárias. Também deve fazer parte dos exames regulares.

Quando buscar por um especialista?

A Ginecologia oferece muitos recursos para ajudar na saúde feminina, porém se não houver uma frequência desse acompanhamento, sua eficácia poderá ser diminuída ou perdida. Por isso, é importante consultar-se com um especialista, no mínimo, uma vez por semestre.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!