Blog Diferente Para Ser Diferente
Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Com crise financeira e de saúde, problemas internos e externos e diversos fatores no ambiente de trabalho, a ansiedade e estresse são cada vez mais comuns nos colaboradores e é preciso ter estratégia de recursos humanos em relação ao cuidado da saúde mental desses indivíduos.

A ansiedade no trabalho interfere diretamente na qualidade de vida e no sucesso profissional de uma pessoa, além disso, reflete também nas suas relações interpessoais com colegas e gestores.

É normal sentir-se ansioso, porém, existe um limite para que isso seja saudável e não atrapalhe vida profissional ou pessoal e é importante que o RH e as empresas tenham atenção aos colaboradores para perceberem situações alarmantes dentro das equipes.

Colaboradores que não estão mentalmente saudáveis sentem dificuldade para manter o foco nas tarefas, tendem a procrastinar, afetam produtividade e clima organizacional.

E, além de fatores pessoais, a ansiedade no ambiente de trabalho pode estar ligada a pressão e cobranças indevidas, carga de trabalho intensa, volume de tarefas acima do que é possível ser entregue, líderes ruins, metas inalcançáveis, assédio moral, entre outros.

Cuidar do funcionário e de sem bem-estar do colaborador é uma das principais tarefas dos Recursos Humanos e diversas ações podem ser tomadas para o controle da tão temida ansiedade. Confira algumas dicas!


Conheça seu colaborador

Para identificar sintomas fora do comum dentro dos ambientes de trabalho é essencial conhecer os perfis de funcionários. Mais do que saber nomes e datas importantes, é preciso que, em conjunto com os gestores, o RH saiba sobre atitudes comportamentais e ações dos indivíduos.

Ao conhecer as pessoas, torna-se mais fácil compreender sintomas de ansiedade e tratar particularmente cada caso.

Além disso, fique atento a sinais como faltas e atrasos constantes, adoecimentos frequentes, queda de produtividade, falta de engajamento, diminuição nas socializações e comportamentos individuais ou de grupos que podem indicar problemas com a saúde mental.

Incentive a atividade física

O exercício físico ajuda a reduzir os níveis de estresse e ansiedade e ajudam as pessoas manterem sua saúde em dia, seja física ou mental. Portanto, incentivar a atividade física é importante no combate à ansiedade dentro da empresa.

Essa ação pode se dar através da criação de uma academia na empresa ou com a parcerias com academias do bairro ou de proximidades para oferecer desconto aos colaboradores. Também é interessante criar o hábito de ginástica laboral durante o período de trabalho.

Tenha ambientes de relaxamento

Várias empresas já contam com ambiente de relaxamento com pufes, sofás, videogame e jogos, por exemplo, para que os funcionários socializem e tirem momentos de descanso durante a jornada.

Contar com ambientes desse tipo, que façam sentido para a estrutura da organização, é muito importante e contribui com a motivação, produtividade, engajamento e alívio da ansiedade, fazendo com que os colaboradores se sintam à vontade em seu ambiente de trabalho.
Porém, de nada adianta ter espaços como esse se a empresa não dá aberturas para horários de intervalo. Produzir é importante, mas é preciso incentivar as pausas para que o foco seja maior no momento do trabalho.

Incentive o cuidado à saúde mental

Mais do que incentivar saúde física, é importante também criar ações para diminuir estresse e ansiedade dentro do ambiente de trabalho. Vale a pena pensar em estratégias mensais, por exemplo, para oferecer massagem para os colaboradores, aula de yoga, meditação em grupo e ações que os levem ao relaxamento.

Além disso, é importante criar ações de conscientização para o cuidado com a saúde mental, afinal, muitos colaboradores ainda têm certo preconceito com terapias e psicólogos e, ao abrir o debate dentro do ambiente de trabalho, torna-se mais fácil que essa alternativa seja incluída na rotina do profissional.

Mantenha o diálogo aberto

Muitas vezes, a ansiedade do funcionário está ligada a questões simples que poderiam rapidamente ser solucionadas com conversas. Portanto, é preciso incentivar o diálogo entre gestores, funcionários e recursos humanos para que todos se sintam parte da empresa e tenham condições de expor opiniões.

Manter uma boa comunicação interna é um fator essencial para motivação e trabalho em grupo, reduzindo ansiedade acerca de diversas questões.

Além de ouvir opiniões, é importante valorizar seus colaboradores, fornecer feedbacks e manter a motivação e engajamento alto nos diferentes grupos.

Colaboradores mais seguros, naturalmente, são menos ansiosos e têm menos medo de errar ou arriscar em seus postos, dando mais assertividade ao trabalho e gerando resultados interessantes.

Cuidar da saúde mental do colaborador faz parte da rotina do RH e, certamente, faz toda a diferença para os resultados da organização. Como o seu RH está cuidando dos funcionários? Aproveite nossas dicas e reveja seus processos!
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!