Blog Diferente Para Ser Diferente
Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).


Indústrias encontram modos de inovar ao mesmo tempo que contribuem com a pauta sustentável

O uso da tecnologia pelas empresas é algo que está presente desde a Revolução Industrial. O termo “revolução” não foi empregado à toa, pois representou mudanças drásticas na cadeia de produção, na vida das pessoas e, consequentemente, no ambiente dentro e fora das cidades. 

Hoje em dia, quando se fala em sustentabilidade, a preocupação vai muito além da preservação do meio ambiente. Trabalhar modelos de economia mais próximos da realidade de cada comunidade tem sido um pilar importante nos negócios sustentáveis. 

Embora muita gente ainda associe ações sustentáveis com o mercado verde — recicláveis, comida orgânica, preservação de áreas naturais, etc — a tecnologia está presente em grande parte dos negócios e tem sido uma importante aliada nesse quesito. 

É possível enxergar os efeitos práticos dessa junção em diferentes áreas. Então, vamos falar um pouco de cada uma delas a seguir.

Tecnologia e sustentabilidade

A união da tecnologia, que normalmente representa a imagem do progresso e da inovação, com a sustentabilidade, associada a um desaceleramento na forma com que a sociedade funciona atualmente, pode parecer estranha para alguns, mas já é uma realidade muito sólida. 

Por meio dela, é possível encontrar soluções que não alteram o mercado de forma negativa, ao mesmo tempo que permitem abraçar uma demanda cada vez maior de exigência dos consumidores e formas de produção menos agressivas ao ecossistema que essas empresas estão inseridas. Confira alguns exemplos abaixo.

Moda 

Um dos mercados mais afetados pela necessidade de modelos mais sustentáveis foi o da moda. Visto com maus olhos pelas gerações Y e Z, as gigantes do fast fashion precisaram rever completamente suas estratégias, nem sempre a tempo de reverter a situação. 

Mais atentas com a origem dos produtos que consomem, essas gerações têm demandado da indústria a criação de materiais que sejam menos agressivos com o meio ambiente, como couro vegetal e tecidos que necessitam de menos pigmento, além de tecnologias que permitam a reutilização de peças já existentes na produção de novas roupas. 

Outro fator são as redes sociais. Os smartphones que não saem das mãos dessa galerinha viraram verdadeiros pontos de venda nômades e instantâneos, em que o mercado de brechós e revendas cresce exponencialmente, pautado pela vontade de peças únicas e um consumo mais consciente. 

Arquitetura

O uso de painéis solares e sistemas de distribuição de energia inteligente são os grandes atores do momento na arquitetura. Materiais com tecnologia de ponta acabam substituindo aparelhos que gerariam maior consumo de energia e emissão de poluentes. 

Assim, paredes e telhados conseguem regular a temperatura das construções, dispensando o uso de ar-condicionado. Sistemas de captação de água da chuva conseguem deixá-la potável e retornar a quantidade coletada para uso interno. 

Cosméticos

Outro setor que tem utilizado muito das possibilidades tecnológicas para buscar alternativas mais sustentáveis é o de cosméticos. Atento a uma demanda sólida dos consumidores por embalagens reutilizáveis e recicláveis, além de matérias-primas de origem não associada com desmatamento e poluição direta do meio ambiente, o mercado tem investido em pesquisas e processos inovadores. 

Muitos produtos já conseguem entregar um bom resultado sem a utilização excessiva de corantes e conservantes, algo que só é possível graças ao investimento em tecnologias que identificam os componentes ideais para a criação desses itens. 

Alimentação e dia a dia 

Por fim, a própria indústria alimentícia tem sido influenciada pela relação entre tecnologia e necessidade de materiais mais sustentáveis. O plantio de produtos base para muitos industrializados passa por um controle rigoroso, além de começar a dispensar o uso de terra. 

Nesse sentido, ainda existem muitas polêmicas quanto à produção de alimentos, em paralelo com um aumento na preferência por produtos orgânicos e de origem mais local pelos consumidores. 

O fato é que, se a sustentabilidade exige novas formas de pensar e produzir, a tecnologia tem conseguido tornar possível a criação de alternativas que abram mercado para as empresas se manterem, ao mesmo tempo que leva em conta a preservação do ambiente social e natural, além das demandas dos consumidores. 

Inovar em novos materiais e processos que, embora mais caros, contribuem para uma produção e um consumo mais equilibrado, é a melhor saída para empresas que não querem abrir mão de suas atividades, mas que são obrigadas a reverem seus valores em uma época tão decisiva para o futuro do planeta.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!