Saudações Amados do Seja Hoje Diferente.

Hoje quero fazer um convite especial aos amados irmãos católicos que nos visitam diariamente aqui no Seja Hoje Diferente.

Em especial aos moradores de Ermelino Matarazzo e Região e, aos irmãos que residem mesmo em outros bairros de São Paulo.

Todas as quartas-feira na Paróquia Cristo Redentor, localizada na Rua Dr. Renato da Costa Bonfim, 352 - Parque Boturussu (Ermelino Matarazzo); as 20:00 horas realiza-se apresentação e adoração ao Santíssimo.

Aproveito também a oportunidade para convidar você homem, que esta lendo este artigo e reside em Ermelino Matarazzo e região, a participar da Pastoral dos Homens (Terço dos Homens) na Primeira e Terceira Quinta feira de todo mês as 20:00 horas.

A Santa Missa aos domingos é celebrada as 08:00 horas e depois as 18:00 horas.



O poder da Adoração ao Santíssimo

A Presença real de Jesus na Eucaristia não depende do ato de fé de ninguém, pois é um livre dom e decisão do Senhor. Os próprios Apóstolos não entenderam o que ele fazia na Última Ceia, mas isto não impediu que sua doação total, afetiva e efetiva: Isto é o meu Corpo que é para vós (1Cor 11,24). Por isso a Igreja sempre ensinou que, mesmo fora do momento da comunhão do fiel, a Hóstia consagrada continua sendo o dom da Presença do Senhor em Corpo, Alma, Sangue e Divindade. Daí o respeito e o carinho que o guarda nas igrejas e muitas capelas, no chamado tabernáculo ou sacrário, sempre com uma luzinha acesa para indicar que Jesus está ali.

Daí também os atos de adoração pessoal e comunitária que os cristãos são chamados a fazer diante do Santíssimo Sacramento: visitas, horas santas, vigílias, adoração perpétua em certos santuários, bênçãos do Santíssimo, procissões do Corpo de Deus, Congressos Eucarísticos, etc.

A pessoa que se coloca em adoração está reconhecendo Jesus como único Senhor e Salvador. É uma atitude de humildade daquele que se prostra e se entrega a Ele, é ter a mesma atitude e palavras dos reis magos que vão ao encontro do Salvador: “Onde está o Rei (…). Viemos adorá-lo” (Mt 2,2). E, ao encontrarem o Menino Deus na manjedoura, prostram-se diante d’Ele e oferecem seus presentes.

Cada pessoa, em diversas situações e condições, pode se colocar de formas diferentes diante de Jesus Eucarístico: em alguns momentos, nossa atitude é de adoração e contemplação; em outros de súplica ou pedidos para a própria pessoa ou por outras; ou ainda em agradecimento por uma graça alcançada; pedido de perdão; ou momentos de repouso e descanso no Senhor. Deus quer que cada um se apresente diante d’Ele de forma honesta e sincera como se encontra para adorá-Lo: “Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus”! (Mt 21,9).

Adorar o Senhor na Eucaristia é reconhecer a presença real de Cristo no pão consagrado. Deus é presença real: “Isto é o meu corpo”, afirma o próprio Cristo. O Papa ainda afirma: “É preciso, em particular, cultivar, quer na celebração da Missa, quer no culto eucarístico fora da Missa, a viva consciência da presença real de Cristo”.

Na adoração ao Santíssimo Sacramento, Cristo se faz presente.
Ele está ali e nos vê com olhos humanos, sorri ou chora conosco. No momento em que estamos diante do Santíssimo, Jesus está diante de nós.

Existem inúmeras formas para adorar o Senhor: a adoração pode ser realizada na presença de Jesus na Eucaristia, em igreja ou em tabernáculo de capela. Ou pode ser feita diante da Eucaristia exposta no altar, por exemplo, em um ostensório.

Descobrindo o poder da Adoração

–  Adorar Jesus na Eucaristia , além de nos encher de alegria, também amadurece nossa união com Ele; somos mais livremente conduzidos à celebração da Missa  e saudavelmente crescemos no amor a Deus e ao próximo.

–  A Eucaristia estimula à conversão,  purifica e reaviva o coração. A adoração  nos impulsiona à celebração da Missa Dominical.

–  O ato de adorar Jesus nos aproxima de Deus Pai, abre-nos  para a ação do Espírito Santo, faz arder nosso coração quando lemos as Escrituras, especialmente os Santos Evangelhos e impulsiona-nos a irmos ao encontro dos irmãos, especialmente os mais necessitados.

–  Adoração Eucarística é comunhão espiritual. Cada vez que eu rezo a Jesus na Eucaristia, eu estendo minhas Santas Comunhões do passado até o presente, e antecipo minhas futuras Comunhões.

– A adoração nos conecta ao próximo e ao mundo – afinal, estamos dedicando tempo ao Criador de tudo o que existe! Você começa a olhar mais para fora de si.

– Quanto mais se emerge no silêncio diante da Eucaristia, mais se compreende que a única resposta à grandeza de Deus é a maravilha, a admiração e o amor. Você desenvolve um sentimento de admiração e contemplação.

– A graça entra na sua vida. É incrível como um simples ato de compromisso com Deus, ainda que a adoração seja num curto período de tempo, pode fazer diferença para o resto da sua vida! A graça o apoia em todos os momentos, e fica mais fácil resistir à tentação quando se dedica mais tempo à Adoração.

– Na Adoração Eucarística, da mesma forma como eu consumo a Jesus espiritualmente, Ele também me consome; não apenas Se dá a mim, mas leva o meu íntimo para dentro de Seu coração, para dentro Dele Mesmo. Não somente faz com que eu O deseje; Ele me quer.

Aquele abraço e espero sua visita na Paróquia Cristo Redentor.

Párocol: Pe. José Maria de Souza Brito
Rua Dr. Renato da Costa Bonfim, 352 - Parque Boturussu
Cep: 03805-100 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 2214.7222

Whatsapp do Seja Hoje Diferente: 11 983637919

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!
Acredite nos seus sonhos. A fé aliada à ação servem de ponte para a concretização deles.

1 Comentários

  1. Adriana Paulajulho 31, 2019

    Que blog maravilhoso, quanta dica e artigos legais encontrei aqui, já comecei a seguir vocês, nossa que maravilha. Parabéns.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

GeraLinks - Agregador de links