29.12.18

Entramos em Recesso de Final de Ano



Saudações Amados.

Entraremos em um pequeno recesso para festas de final de ano.

Voltaremos em  02 de janeiro de 2019.

Desejamos a todos os nossos visitantes um feliz Ano Novo.

Com muito Sucesso, Saúde, Proteção e Paz.

Um forte abraço.

28.12.18

Para que serve a Lua?


A Lua é o satélite natural que orbita a Terra praticamente desde a sua formação. 


Existem três teorias que tentam explicar como a lua teria surgido. A primeira, chamada de co-acreção, propõe que a lua teria surgido exatamente ao mesmo tempo que a terra a partir da Nebulosa Proto-planetária Solar; a segunda, chamada fissão, afirma que a lua se formou a partir de uma parte da Terra que teria se desprendido dela por força do movimento de rotação ainda na época em que ela estava em fusão; e, a terceira, chamada captura, afirma que a lua é um planeta que foi capturado pela força gravitacional da terra.

Mas, a teoria mais aceita atualmente, é uma quarta teoria que propõe que a origem da lua se deu através da colisão entre a Terra com um objeto tão grande quanto Marte há cerca de 4,5 bilhões de anos, que teria feito com que ambos se misturassem e, depois, parte do material resultante da colisão se desprendesse, originando a Lua. Seja qual for sua origem, a lua possui forte influência sobre a Terra. Principalmente quando falamos de campo gravitacional.

A atração existente entra lua e a terra provoca o efeito das marés. Facilmente observado nos mares e oceanos, o que poucos sabem é que o fenômeno de marés também pode ser observado nos continentes, onde ocasiona variações de dezenas de centímetros. O fenômeno das marés influencia, também, na rotação da Terra atrasando-a em cerca de 1,5 mili-segundos a cada 100 anos e afastando a Lua da Terra em 3,8 cm por ano. Também é por causa da força gravitacional que podemos observar apenas metade da Lua, ela faz com que os movimentos de rotação e translação da lua sejam sincronizados de forma que ela está sempre com a mesma face voltada para nós. A chamada “face oculta” da lua só pôde ser estudada através das fotografias tiradas pelos astronautas que ficaram em órbita dela.

A forma como vemos a lua da Terra é alterada de acordo com sua posição em relação ao sol e origina o que chamamos de fases da lua. As fases principais da lua são lua nova, quarto crescente, quarto minguante e lua cheia. Essas fases são apenas ilusões de ótica provocadas pelo fato da lua não ser um corpo celeste luminoso, mas sim, um corpo iluminado pela luz do sol. E, conforme ela gira em torno da terra podemos ou não ver sua face iluminada pelo sol. Por exemplo, quando é lua cheia, e podemos vê-la inteira como um disco no céu, significa que a face da lua iluminada pelo sol está de frente para a terra. Ou seja, a terra está entre a lua e o sol. Já quando é lua nova, e não vemos lua nenhuma no céu, significa que a face da lua iluminada pelo sol está “de costas” para a terra, ou, que a lua está entre a terra e o sol.

A lua é composta por uma crosta, predominantemente composta de um mineral da família dos feldspatos e com mais ou menos 107 km de espessura, sendo que em alguns lugares (como sob um local chamado de Mar de Crisium) é quase inexistente; o manto, praticamente sólido e o núcleo composto por metais e com 680 km de diâmetro. A distância média da Terra é de 384.000 km, o raio equatorial é de 1.738,1 km e sua massa é de 1/81 a da Terra.

Sugestão de Vídeo: A Lua pela  Sonda Espacial Kaguya do Japão



Sugestão de Leitura: A Terra sem a Lua clique aqui


O que você procura?



Dizem que o que procuramos é um sentido para a vida. Penso que o que procuramos são experiências que nos façam sentir que estamos vivos... (Joseph Campbell).

Só em Jesus encontraremos o que procuramos, pois só Ele tem palavras de vida eterna, que preenchem a alma e saciam o corpo.

Não gaste tempo, demasiadamente, procurando na família, nos relacionamentos e na profissão a vida ideal e perfeita. 

Acolha com alegria o que você ganha de Deus, para transformá-lo em trampolim de eternas alegrias.

Se eu perguntar qual é o tipo de vida que você gostaria de ter, provavelmente, você diria que não é o dia de hoje. Talvez, você preferisse que tudo fosse diferente. 

Os que têm muitos amigos dizem que eles sufocam, reclamam da família, dos relacionamentos. 

Quando estão atarefados, sonham com longos momentos de oração; e os que têm muito tempo para si mesmos, parecem se aborrecer. Procuram desesperadamente um motivo que dê lhes sentido à própria vida.

Não é verdade que todos nós sonhamos com a vida ideal, perfeita e harmônica, e que estaríamos plenamente em paz se encontrássemos o equilíbrio e a harmonia, onde tudo seria “felicidade”?

Desculpe-me decepcioná-lo, mas o ideal de perfeição nas coisas deste mundo não existe! A perfeição que almejamos só encontraremos no Céu. Jesus não nos enganou quando disse: “Referi-vos essas coisas para que tenhais a paz em mim. No mundo haveis de ter decepções. Coragem! Eu venci o mundo” (Cf. Jo 16,33).

Se continuar a procurar o ideal e a perfeição em sua lente de aumento, estará procurando no lugar errado, e, consequentemente, condenado ao vale de lágrimas. Só em Jesus você encontrará o que procura, pois, só Ele tem palavras de vida eterna, que preenchem a alma e saciam o corpo.

Busque uma vida de intimidade com Deus, procure ser mais leve, tire as exigências e os modelos preconcebidos, espere menos e experiencie mais. Deixe-se surpreender com o inesperado e com o que é eterno. Que a medida de Deus seja a sua lente para todas as realidades, pois nela encontrará mais cores e felicidade.

Pare de olhar para si mesmo e para as próprias medidas. Não perca tempo buscando a “vida perfeita” que você idealizou. 

Olhe para Jesus e saiba viver plenamente com os instrumentos que você tem nas mãos e dará o sentido para a própria vida. Mãos à obra!

Deus abençoe você!

Ricardo Rezende
Canção Nova

27.12.18

Sucos para combater a ansiedade e o stresse

Imagem Divulgação Internet

Alguns alimentos são excelentes para reduzir a ansiedade e controlar o estresse do dia a dia. 

Sabemos como alguns dias podem ser difíceis, por isso, ao invés de se automedicar, você pode procurar uma ajuda em alimentos com alto valor nutricional e propriedades calmantes de forma natural e que ainda vão contribuir para sua saúde.

Adicionar alguns desses ingredientes no preparo de um suco para ansiedade pode ser a melhor alternativa para melhorar seu humor. 

Você pode tomar antes de dormir para melhorar seu sono ou quando julgar necessário. 

Confira as receitas abaixo:

1. Receita de suco de maçã e mamão


Suas propriedades ajudam a controlar a ansiedade, dão sensação de saciedade e estimulam a digestão.

Ingredientes:

1 papaia cortada em pedaços;
1 maçã vermelha sem caroço.

Modo de preparo:

Corte o mamão em pedaços sem a casca. Retire as sementes e miolo da maçã e leve para bater no liquidificador com o mamão. Bata com um pouco de água para facilitar. Consuma o suco 2 ou 3 horas antes de dormir.

2. Receita de suco de repolho e cenoura


O suco de repolho e cenoura ajuda na ansiedade graças aos seus efeitos antioxidantes e vitamina C. Além de ser um bom suco para ansiedade, também reforça o sistema imunológico contra doenças.

Ingredientes:

¼ de repolho médio cortado em tiras;
3 cenouras grandes descascadas;
2 cabeças de erva-doce cortadas em pedaços.

Modo de preparo:

Coloque os ingredientes no liquidificador, bata bem e beba em seguida.

3. Receita de suco de pimentão e salsinha


Esse suco para ansiedade combina as propriedades curativas do alho, da cebola, do pimentão e da salsinha.

Ingredientes:

1 punhado de salsinha;
2 pimentões;
2 cebolas;
2 dentes de alho.

Modo de preparo:

Introduza todos os ingredientes no liquidificador e acrescente um pouco de água para ajudar a bater.

4. Receita de suco de banana com morango


Este suco para ansiedade pode também controlar compulsão por comida. Essas frutas trazem mais energia e ajuda a melhorar o humor.

Ingredientes:

1 banana;
250 gramas de morangos;
1 pera.

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes no liquidificador com ½ copo de água e bata por 2 minutos, até que os ingredientes estejam completamente integrados. Tome todos os dias de manhã.

5. Receita de suco de pera e aveia


A aveia e a pera ajudam a controlar a ansiedade e todos os sintomas relacionados a ela, como a compulsão por comida fora de hora.

Ingredientes:

1 pera madura;
2 colheres de aveia moída;
mel a gosto;
200 ml de infusão de hortelã-pimenta.

Modo de preparo:

Extraia o suco da pera na centrífuga e depois bata no liquidificador junto da aveia e a infusão de hortelã-pimenta. Bata por dois minutos para que todos os ingredientes se integrem. Adicione mel e sirva.

6. Receita de suco de maçã e nozes


Esse suco para ansiedade ajuda a melhorar o humor, aumentando sensação de bem estar e reduzindo as crises de ansiedade.

Ingredientes:

1 maçã lavada;
100 ml de leite de amêndoas;
4 nozes;
mel de flor de laranjeira.

Modo de preparo:

Extraia o suco da maçã na centrífuga sem descascar e bata no liquidificador junto com o leite de amêndoas e quatro nozes. Acrescente um pouco de mel de flor de laranjeira e beba em seguida.

7. Receita de de maracujá e abacaxi


O maracujá já é conhecido popularmente por suas propriedades calmantes. Faça uso dele em um suco para ansiedade para melhorar seu estado de espírito e reduzir o estresse.

Ingredientes:

polpa de 1 maracujá inteiro;
1 litro de água filtrada;
1 rodela de abacaxi;
raspas da casca de 1 laranja.

Modo de preparo:

Bata no liquidificador a polpa de maracujá, a água e o abacaxi. Coe e sirva com as raspas de laranja.

8. Receita de suco de camomila com maçã


Assim como o maracujá, a camomila é mundialmente conhecida por suas propriedades calmantes. Use à seu favor, junto da maçã, que ajuda a melhorar o humor, neste suco para ansiedade.

Ingredientes:

200 ml de chá de camomila;
½ limão;
1 maçã inteira.

Modo de preparo:

Bata tudo no liquidificador. Coe e sirva com gelo.

9. Receita de suco de alface com laranja


O alface é a verdura mais calmante que você pode encontrar. Procure não só adicionar na sua salada, mas também adicionar em sucos para ansiedade para se beneficiar de suas propriedades.

Ingredientes:

1 folha de alface;
1 laranja espremida;
1 folha de hortelã picada;
100 ml de água de coco.

Modo de preparo:

Bata no liquidificador todos os ingredientes e beba com gelo sem coar.

10. Receita de suco de jiló com frutas


O que você acha de um suco para tirar ansiedade que ainda diminui celulite? Experimente esse suco com alto valor nutricional.

Ingredientes:

3 jilós maduros;
cascas de 1 abacaxi;
½ limão-galego;
1 maçã verde;
½ mamão papaia;
1 fatia grossa de melão.

Modo de preparo:

Cozinhe os jilós com 250 ml de água e em seguida bata no liquidificador com a água do cozimento. Coe e deixe esfriar. Depois, cozinhe esse líquido com as cascas de abacaxi bem lavadas por 10 minutos. Retire as cascas e bata o líquido no liquidificador com o restante dos ingredientes. Sirva!

Um forte abraço.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

26.12.18

O Natal não é o aniversário de Jesus?


Alguns pensam que celebrar o Natal é comemorar o aniversário de Jesus; alguns chegam até a cantar “parabéns pra você”! Coisa totalmente fora de propósito, contrária ao sentimento da Igreja e fora do sentido da celebração dos cristãos. Então, se não celebramos o aniversário de Jesus, o que fazemos no Natal?

Antes de tudo é necessário entender o que é a Liturgia, a Celebração da Igreja.

O nosso Deus, quando quis nos salvar, agiu na nossa história. Primeiramente agiu na história de toda a humanidade, guiando de modo secreto e sábio todos os seres humanos e sua história. Basta que pensemos nos santos pagãos do Antigo Testamento — santos que não pertenceram ao povo de Israel: Sto. Abel, Sto. Henoc, São Matusalém, São Noé, São Melquisedec, São Jó, São Balaão… Nenhum destes pertencia ao povo de Deus… e no entanto, Deus agia através deles… Depois, Deus agiu de modo forte, aberto, intenso na história do povo de Israel, com as palavras de fogo dos profetas, com a mão estendida e o braço potente nas obras maravilhosas em benefício do seu povo eleito.

Finalmente, Deus agiu de modo pleno e total, fazendo-se pessoalmente presente, em Jesus Cristo, que é o cume, o centro e a finalidade da revelação e da ação de Deus: em Jesus, tudo quanto Deus sonhou para nós se realizou de modo pleno, único, absoluto, completo e definitivo! Então, o nosso Deus não se revela principalmente com ensinamentos, com doutrinas e conselhos, mas com ações concretas e palavras concretas de amor! E tudo isso chegou à plenitude na vida, nos gestos, palavras e ações de Jesus Cristo!

São estas obras salvíficas de Deus, realizadas de modo pleno em Jesus, que nós tornamos presente na nossa vida quando celebramos a Santa Liturgia, sobretudo a Eucaristia! Na força do Espírito Santo de Jesus, através das palavras, dos gestos e dos símbolos litúrgicos, os acontecimentos do passado — todos resumidos em Cristo: na sua Encarnação, no seu Nascimento, Ministério, Morte e Ressurreição e no Dom do seu Espírito — tornam-se presentes na nossa vida.

Quando a Igreja celebra as cinco festas do Natal, ela quer celebrar não o aniversarinho do menininho Jesus… 

O que ela quer fazer e faz é tornar presente para nós, na força do Espírito Santo, a graça da vinda do Cristo! Celebrando a liturgia do Natal, o acontecimento do passado (a Manifestação do Filho de Deus) torna-se presente no hoje da nossa vida! Na liturgia do Natal a Igreja não diz: “Há dois mil anos nasceu Jesus”! Nada disso! O que ela diz é: “Alegremo-nos todos no Senhor: hoje nasceu o Salvador do mundo, desceu do céu a verdadeira paz!” (Antífona de Entrada da Missa da Noite do Natal).

Então, celebrando as santas festas do Natal, celebramos a Manifestação do Salvador no nosso hoje, na nossa vida, no nosso mundo! A liturgia tem essa característica: na força do Santo Espírito torna presente realmente, de verdade, aquele acontecimento ocorrido no passado. 

Não é uma repetição do acontecimento, nem uma recordação! É, ao invés, aquilo que a Bíblia chama de memorial, isto é, tornar presente os atos de salvação de Deus!

A Eucaristia é a celebração, o memorial da Páscoa do Senhor. 

Como é, então, que no Natal a gente celebra a Missa, que é a Páscoa? Como é que já no Natal a Igreja mete a celebração da Páscoa? É que a Eucaristia não é simplesmente a celebração da paixão, morte e ressurreição de Cristo! Essa seria uma idéia muito mesquinha, estreita! Em cada Missa é todo o mistério da nossa salvação que se faz presente, é tudo aquilo que Deus realizou por nós, desde a criação até agora… e tudo isso tem o seu centro em Jesus: na sua Encarnação, na sua vida e na sua pregação, e alcança seu cume na sua morte e ressurreição, na sua ascensão e no dom do Santo Espírito. Então, celebramos as cinco festas do Natal celebrando a Missa, porque aí o mistério, o acontecimento da nossa salvação se torna presente e atuante na nossa vida.

Voltando para casa após a Missa do Natal, podemos dizer: “Hoje eu vi, hoje eu ouvi, hoje eu experimentei, hoje eu testemunhei e hoje eu anuncio: nasceu para nós, nasceu para o mundo um Salvador! 

Ele veio, ele não nos deixou, ele se fez nosso companheiro de estrada!” Celebrando a Eucaristia do Natal, recebemos a graça do Natal, entramos em comunhão com o Cristo que veio no Natal, porque recebemos no Corpo e Sangue do Senhor o próprio Cristo que nasceu para nós, e, agora, Cristo ressuscitado, pleno do Santo Espírito! É incrível, mas a graça do Natal chega a nós mais do que chegou para Maria e José e os pastores e os magos. Porque eles viram um menininho no presépio, enquanto nós o recebemos dentro de nós, seu Corpo no nosso corpo, seu Sangue no nosso sangue, sua Alma na nossa alma, seu Espírito no nosso espírito… e não mais um menininho frágil, com esta nossa vidinha humana, mas o próprio Filho agora glorificado, com uma natureza humana imortal e gloriosa, que nos transformará para a vida eterna.

Que no próximo Natal ninguém cante parabéns para o Menino Jesus, nem fique com inveja dos pastores e dos magos… Também para nós hoje nasceu um Salvador: o Cristo ressuscitado, glorioso, que recebemos no seu Corpo e Sangue e cujo mistério celebramos nos gestos, palavras e símbolos da liturgia!

Dom Henrique Soares é bispo da Diocese de Palmares, Pernambuco.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

As doenças transmitidas pelo beijo


As doenças que podem ser transmitidas pelo beijo são, na maioria, infecções por vírus, bactérias e fungos que são passados através da saliva ou gotículas de saliva, como gripe, mononucleose, herpes e caxumba, e os sintomas costumam ser febre baixa, dor no corpo, resfriado e caroços no pescoço. 

Apesar de geralmente estas doenças serem de curta duração e curarem sozinhas, em algumas pessoas, podem ocorrer complicações, como a propagação da infecção para outros locais do corpo, até mesmo atingir o cérebro.

Para evitar pegar estas doenças, é recomendado evitar o contato íntimo e beijos com pessoas desconhecidas ou sem relação de confiança, porque na maioria das vezes não dá para saber se a pessoa está ou não doente. As principais doenças que podem ser transmitidas pelo beijo são:

1. Mononucleose infecciosa

A mononucleose é uma doença contagiosa, causada pelo vírus Epstein-Barr, também conhecida como doença do beijo, pois é comum aparecer após beijar pessoas desconhecidas em festas.

Sintomas: fadiga, mal-estar, dor no corpo e febre, que pode ser baixa ou chegar a 40ºC, dor de garganta e gânglios na região do pescoço, que duram entre 15 dias e 1 mês. Algumas pessoas podem ter uma variante mais intensa da doença, dor intensa nas juntas, dor na barriga e manchas pelo corpo. Na presença destes sintomas, deve-se procurar atendimento com clínico geral, que irá fazer o exame clínico e solicitar exames de sangue, como hemograma. 

Como tratar: o tratamento consiste na administração de medicamentos para controlar os sintomas, como dipirona, paracetamol, repouso e beber muito líquido. Não existe um medicamento específico para fazer a infecção passar mais rápido, que pode durar até 2 meses. 

2. Gripe e resfriados

A gripe é causada pelos vírus do tipo Influenza, enquanto o resfriado pode ser causado por mais de 200 tipos de vírus como rinovírus e coronavírus.

Sintomas: a gripe causa febre que pode chegar a 40ºC, dores no corpo, dor de cabeça, coriza, dor de garganta e tosse seca. Estes sintomas duram cerca de 1 semana, e curam sozinhos. 

O resfriado é uma variante mais leve e provoca coriza, espirros, congestão nasal, dor de cabeça e febre baixa. 

Como tratar: o tratamento consiste na administração de medicamentos analgésicos e antitérmicos, como dipirona ou paracetamol, além de repouso, hidratação e alimentação que ajuda a fortalecer a imunidade, com frutas ricas em vitamina C, canja, chás com canela e mel.

3. Herpes

O herpes labial é causado pelo vírus herpes simples, que pode infectar a região dos lábios ou da região íntima pelo contato com a saliva de pessoas que têm este vírus. A transmissão é feita pelo contato direto com lesões das pessoas infectadas, principalmente através do beijo.

Sintomas: lesões na pele, principalmente ao redor dos lábios, que são vermelhas, com pequenas bolhas amareladas, que causam formigamento e dor, além de febre, mal-estar, dor de garganta e gânglios no pescoço. Estas lesões duram cerca de 7 a 14 dias, mas sempre que a imunidade baixar, podem surgir novas lesões. A confirmação desta infecção é feita pelo clínico geral, através da observação. Bebês ou pessoas com imunidade enfraquecida, como com AIDS, por exemplo, podem desenvolver uma variante grave da doença, com febre alta, múltiplas lesões na pele e até inflamação do cérebro.

Como tratar: podem ser usadas pomadas com propriedades antivirais, por cerca de 4 dias, que ajudam a diminuir a multiplicação do vírus, evitando piorar ou transmitir para outras pessoas. Além disso, pode-se também fazer o tratamento em comprimido, que deve ser tomado por cerca de 7 dias, e devem ser prescrito pelo clínico geral. 

4. Catapora

Também conhecida como varicela ou cobreiro, a catapora é uma doença muito contagiosa, causada pelo vírus da varicela-zoster, que ocorre principalmente em crianças, mas, adultos que nunca tiveram ou que não foram vacinados, podem ser contaminados. A infecção é feita pela saliva ou pelo contato com as lesões da pele.

Sintomas: pequenas lesões na pele, inicialmente com bolhas, que viram crostas após alguns dias, que podem ser várias, ou ser quase imperceptíveis em algumas pessoas. Também pode haver dor no corpo, febre baixa e cansaço, que duram cerca de 10 dias. Pessoas frágeis, como recém nascidos, idosos ou que têm a imunidade enfraquecida podem desenvolver uma variante grave, que causa infecção do cérebro e risco de morte.

Como tratar: o tratamento é feito com cuidados com as feridas, mantendo-as limpas e secas, além de repouso, hidratação e medicamentos para dor e febre, como dipirona e paracetamol. A vacina da catapora está disponível, pelo SUS, para crianças acima de 1 ano e pessoas que nunca tiveram esta doença. 

5. Caxumba

A caxumba, também conhecida como papeira ou parotidite, também é uma infecção viral transmitida por gotículas de saliva, causada pelo vírus Paramyxovirus, que inflama as glândulas salivares e sublinguais. 

Sintomas: inchaço e dor na região da mandíbula, dor ao mastigar e engolir, febre de 38 a 40ºC, dor de cabeça, fadiga, fraqueza e perda do apetite. Em homens, o vírus da caxumba também pode infectar a região dos testículos, causando a orquiepididimite, com dor e inflamação desta região. Outra complicação pode ser a meningite, que causa forte dor de cabeça e nestes casos é aconselhável ir imediatamente ao pronto-socorro. Saiba mais sobre outras complicações da caxumba.

Como tratar: o tratamento consiste no controle dos sintomas com medicamentos para dor, febre e enjoo, com dipirona, paracetamol e metoclopramida, por exemplo. Além disso, o repouso e a hidratação são essenciais, além de uma alimentação leve, com poucos ácidos, para não irritar as glândulas salivares. Esta doença pode ser evitada, também, com a vacina tríplice viral ou tetra viral, no entanto, é necessário um reforço da vacina na idade adulta para estar realmente protegido.

6. Candidíase

A candidíase também é conhecida como sapinho, e é causada por fungos do tipo Candida. Alguns tipos deste fungo estão presentes em nossa pele naturalmente, e outros podem causar a doença, principalmente se a imunidade estiver baixa, e são transmitidos pelo contato direto, como através do beijo. 

Sintomas: geralmente, surge pequena lesão avermelhada ou esbranquiçada na língua, que pode ser dolorida, e dura cerca de 5 dias. Entretanto, em pessoas mais frágeis ou com a imunidade enfraquecida, como bebês, desnutridos ou com doenças crônicas, por exemplo, podem desenvolver a forma mais grave da infecção, com várias placas brancas na boca.

Como tratar: pode ser usado um antifúngico em pomada local à base de nistatina, 4 vezes ao dia e em casos mais graves, podem ser necessário recorrer a comprimidos como o cetoconazol, prescritos pelo clínico geral.

7. Sífilis

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível, causada pela bactéria Treponema pallidum, mas que também pode ser transmitida pela saliva, em pessoas que têm pequenas feridas na boca. 

Sintomas: na fase inicial surgem pequenas lesões, localizadas na boca ou na região íntima que, se não forem tratadas, podem evoluir para uma doença crônica, que se dissemina pelo corpo, podendo causar lesões cerebrais, cardíacas e ósseas. A confirmação da doença é feita com raspagem das lesões e exames de sangue para confirmar a presença da bactéria.

Como tratar: o tratamento é feito pelo clínico geral ou infectologista, através do antibiótico penicilina injetável. Não existe vacina ou imunidade contra esta doença, que deve ser evitada usando camisinha e evitando o contato íntimo com desconhecidos. 

Além destas doenças, existem muitos problemas de saúde que são passados através de saliva, como bactérias que causam cárie e tuberculose, e diversos tipos de vírus, como da rubéola e sarampo, por exemplo. O cuidado, portanto, deve ser diário, com hábitos como lavar as mãos, evitar levar as mãos à boca ou aos olhos, evitar compartilhar talheres e, principalmente, não beijar qualquer pessoa. 

Situações de festas, como no carnaval, que combinam o desgaste físico, muito sol e bebidas alcoólicas, facilitam ainda mais estes tipos de infecção, porque podem abalar a imunidade.

Para tentar manter a imunidade sempre em alta, é importante ter uma alimentação equilibrada rica em vitaminas, beber muita água e realizar atividade física.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Afaste-se agora mesmo das Redes Sociais


Abandonar de vez as redes sociais parece uma tarefa impossível para muitas pessoas, mas o comportamento de afastar-se por algum tempo delas, nem que seja em algumas horas durante o dia já pode trazer muitos benefícios para você.

As redes sociais servem tanto para aproximar as pessoas e otimizar o tempo, como também podem servir para a procrastinação, atrapalhando nos momentos em que deveríamos estar fazendo algo produtivo. Por isso, se você é uma dessas pessoas que acredita que algumas redes sociais estão mais te atrapalhando do que justamente ajudando, talvez seja interessante abandoná-las por um tempo.

Mesmo que precisamos fazer algum tipo de trabalho, estudo ou até mesmo lazer, seja no celular ou no computador, em muitos casos nós acabamos também dando aquela conferida nas redes sociais, e isso acaba fazendo com que nós fiquemos mais tempo do que devíamos utilizando essas tecnologias.


Os sentimentos negativos.


As redes sociais, em muitos casos, servem para nos alegrar e trazer prazer, ao mesmo tempo que servem para fazer com que sintamos raiva, inveja ou nos deixando deprimidos. É claro que isso é muito subjetivo, mas já presenciei muitos relatos de pessoas que passam a sentir-se deprimidas com o uso constante das redes sociais, principalmente porque acreditam que as outras pessoas são mais felizes do que elas e assim por diante.



Portanto, um benefício de deixar de acessar com frequência essas redes é fazer com que ela deixe de influenciar negativamente em seu humor e que, principalmente, pare de fazer com que você tenha sentimentos negativos É incrível como nós buscamos notícias de pessoas que nos deixam abaladas ou de pessoas que não gostamos.

Nesse caso, se as redes sociais trazem mais sentimentos negativos do que positivos em você. Se trazem mais inseguranças do que deveriam, você deveria rever a sua forma de lidar com esses meios.

As redes sociais como Twitter ou Facebook mudaram a maneira como nos relacionamos e chegam a influenciar, em alguns casos, o nosso comportamento. Cada pessoa usa as redes sociais com um propósito: divulgar seu trabalho, sua empresa, vender produtos e serviços ou contatar velhos amigos. A maneira como elas são usadas ​​repercute no indivíduo.

Desde o seu surgimento, muitos estudos foram realizados para saber como elas afetam nosso comportamento e a forma como nos valorizamos. Os resultados obtidos demonstraram que o uso excessivo das redes sociais contribui, por um lado, para o aumento do estresse e o sentimento de solidão e, por outro lado, para a diminuição do sentimento de felicidade.

Inclusive, alguns estudos ligaram o vício a redes sociais como Facebook, Instagram e Twitter a uma baixa autoestima. Resultados que foram apoiados pela presença de sintomatologia depressiva e falta de habilidades sociais. 

A razão é que, diante de tantas publicações da vida dos outros, a pessoa viciada faz contínuas comparações e acaba pensando que sua vida é chata, miserável e vazia, sem perceber que está perdendo o tempo que poderia estar dedicando a enriquecê-la.

Por outro lado, a autoestima também é afetada de forma negativa quando, para impressionar os outros, alguém inventa uma vida que não tem para receber mais curtidas ou comentários. Porque, apesar de experimentar essa intensa mas breve sensação prazerosa quando se publica alguma coisa, mais adiante isso não irá fortalecer sua própria avaliação pessoal. A pessoa pode acabar se tornando escrava das opiniões e dos julgamentos dos outros.

Muitas vezes as redes sociais funcionam como uma vitrine para expor quase exclusivamente tudo o que está relacionado à felicidade. Comportamentos que, de forma pontual, não indicam nada, mas que, em excesso, ajudam na criação de um personagem ou de uma máscara. No fundo, o vício em redes sociais indica uma necessidade que não está coberta. Um vazio que é preenchido com a visita aos perfis de outros ou a invenção de uma vida própria.



As redes sociais não são ruins ou perigosas, mas o uso que fazemos delas pode ser. Por isso é muito importante levar em consideração até que ponto elas são uma prioridade em nossas vidas. Nunca algo que tenha a ver com o exterior irá produzir a felicidade que realmente queremos e precisamos, porque esta só é acessível pelo nosso interior.

Leia: Os Benefícios em abandonar as Redes Sociais

Fonte: A Mente é Maravilhosa

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

6 dicas para conquistar um homem tímido


Bom, muitas mulheres passam ou já passaram pela situação de desejar um homem tímido. Não que isso seja lá algo impossível de se resolver, mas sem dúvida alguma é algo bastante delicado.

Homens mais tímidos tendem a fugir de demonstrações explícitas de interesse, isso pode acabar deixando-os envergonhados, atrapalhando toda a situação. Devido a tudo isso, este post te trará cinco dicas para conquistar um homem tímido.

1. Não seja invasiva

Se você está tentando ganhar a atenção de um homem tímido, a primeira coisa que você precisa notar em seu comportamento é a maneira como você se apresenta para ele.

Se você “chega chegando”, isso certamente acabará afastando ele de você, de modo que ele se sinta pressionado e pouco instigado a saber mais sobre a sua pessoa.

Cumprimente, seja gentil, você não precisa demonstrar interesse durante todo o tempo. É interessante que você deixe um ar de mistério no ar, justamente para que ele acabe indo atrás de você para saber mais.
Se você já tem um comportamento invasivo, com um jogo de sedução muito explícito, busque rever a maneira como você tem feito as coisas. Você enxergará uma melhora nítida na maneira como ele lida com você.

2. Cuidado com os fatores externos

Quando se trata de um homem tímido, você deve ter muito cuidado ao contar para os outros sobre a sua “queda” por ele. Imagine que vários amigos em comum cheguem até ele alegando que você está a fim dele, como ele se sentirá? 

Certamente ele não saberá como reagir à sua presença, o que fará com que ele evite cruzar com você em seu cotidiano. Busque falar menos sobre isso, tenha empatia, tudo isso pode acabar se tornando uma situação muito desagradável para ambos.

3. Saiba dizer a coisa certa

Ele certamente não dará o primeiro passo, então, em algum momento você precisa começar a por as cartas na mesa, revelando para ele o que você verdadeiramente sente.

Tente expor tudo de maneira leve, dê vasão para que ele te faça saber se o sentimento é recíproco ou não. Caso ele se mostre desconfortável, saiba respeitar a situação, nada de exigir respostas.
É necessário que você consiga mantê-lo interessado, porque somente isso o fará correr atrás de você. 

Não dê todas as respostas, se achar melhor, dê pequenos indícios de tudo, assim ele ficará curioso e entretido.

4. A aproximação 

Na hora da aproximação, saiba criar um ambiente mais confortável. Os primeiros beijos, abraços, encontros... tudo isso é completamente decisivo.

Tente descobrir do que ele gosta, talvez assim ele se sinta mais familiarizado e confortável com todas as situações. Você não precisa investigar a vida do sujeito, só tente fazer tudo ser natural e o menos forçado possível.

Se você se mostrar extremamente interessada, talvez ele acabe interpretando isso de outra maneira. Segure a onda, a timidez pode acabar atrapalhando e muito no seu jogo da conquista.

5. Faça-o perceber que sua timidez é um charme

Os homens mais tímidos tendem a possuir uma certa insegurança sobre este assunto, mostre a ele que você compreende que a timidez é algo que faz parte de seu comportamento, e que você não tem problemas com isso.

Faça-o sentir bem sobre ser quem ele realmente é do seu lado, é sobre isso que se tratam os relacionamentos, afinal de contas. 

6. Experimente o seu lado Místico

Por vezes também podemos ter alguma timidez e porque não experimentar uma oração para ajudar a conquistar um homem ou até mesmo um banho para abrir caminho para vários aspetos.

Por vezes os rituais ajudam mesmo a limpar as energias e a nos deixei mais auto confiantes. E isso sim, irá ajudar a clarear a sua mente.

Isso tudo pode acabar sendo muito mais simples do que você imagina. Pessoas tímidas normalmente são as melhores depois que ganhamos a confiança e a intimidade. Não desista, com um pouco de paciência você com certeza conseguirá conquistar quem você deseja.

Escrito por: maisMistika | Espiritualidade e Autoconhecimento

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Nosso gato Chocolate se foi :(

Saudações Amados:

Na manhã de sábado, 22 de dezembro de 2018 o nosso gato Chocolate nos deixou (Veja postagens anteriores em PETs).

Seu tempo foi curto na terra, quase 5 anos na qual somos gratos a Deus pois foram anos de muita alegria que ele nos proporcionou. 

Chocolate sempre foi um gato meio na dele, deixou muitas recordações que não serão esquecidas sendo uma delas que, quando nosso gato filhote na época o "Dragão" havia sumido e estávamos todos tristes o chocolate saiu por volta das 18:00hs e retornou com o Dragão por volta das 21:00hs.

Deixo abaixo um antigo vídeo onde falo sobre amor aos animais caso não tenha visto ainda deixo a sugestão.



Agradeço o carinho de todos os amados amigos que direta e indiretamente esteve presente desde o inicio desta infecção que infelizmente acabou levando nosso amado chocolate.

Leia: A dor da perca do seu Pet e as Crianças

Um forte abraço.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

21.12.18

Feliz Natal Amados - Voltaremos em 26 de dezembro


Saudações Amados

O Blog Seja Hoje Diferente e a família do Administrador do Blog deseja a todos os visitantes e seguidores Um Feliz Natal.


Melhor do que todos os presentes por baixo da árvore de Natal é a presença de uma família feliz.

Fiquem todos com Deus.

O Blog voltará ser atualizado em 26 de dezembro.

Enquanto isso re-veja ou conheça nosso conteúdo

Um forte abraço.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

O Brasil terá guia de consumo responsável de pescados

Imagem Divulgação

Se no cardápio do restaurante tivesse um aviso do tipo: “a captura desse pescado preserva a vida de tartarugas, baleias e golfinhos” você compraria com mais tranquilidade? Especialistas em mercado e pesquisadores ambientais acreditam que informar o cliente sobre o que envolve cada pesca poderia ser uma saída para reduzir o impacto ambiental. “O pescador está fazendo um trabalho, é a forma de sustento que ele aprendeu com a família (…) e se a pessoa que compra não tem consciência do que está fazendo, ela vai continuar estimulando um hábito predatório”, defende Henrique Becker, coordenador técnico do Projeto Tamar, de Ubatuba, litoral norte de São Paulo. A dificuldade é como escolher.

Em muitos países, já existem guias que indicam aos consumidores a compra responsável. A partir de dados de pesquisa, o documento sinaliza o status do pescado como conservação da espécie, se existe plano de gestão da pesca ou se impacta animais ameaçadas. Selos certificados em diferentes cores apontam as melhores opções. Verde é a mais indicada. Amarelo, apresenta ressalvas. E vermelho, a evitar.

  Algumas cidades brasileiras já produziram alguns guias locais. Agora, a proposta é criar uma plataforma de informação nacional. “Se ele (cliente) começar a recusar os pescados que estão ameaçados, que têm algum problema de sustentabilidade ou mesmo bycatch (captura acidental), a gente pode mudar o cenário da produção”, diz a consultora Cintia Miyaji, diretora executiva da Consultoria Paiche que prepara o guia em conjunto com instituições internacionais. A previsão é que algumas indicações já estejam disponíveis para o público no início de 2019, antes da Páscoa, período de maior consumo. “Mas tem muita pescaria que depende de coleta de dados para a gente ter um indicador que seja confiável, então a gente está trabalhando toda a cadeia de trás para frente e espera ter no final de 2019 umas 10 espécies de maior volume de comercialização no Brasil já com status de recomendação pronto”, completa Miyaji.

Mar inesgotável? – Nunca se comeu tanto pescado no mundo. Em 1961, eram 9 quilos por pessoa, em média. Em 2016, 20,3 quilos. A informação é do relatório Estado Mundial da Pesca e Aquicultura 2018 (SOFIA, sigla em inglês). O mundo produz hoje 171 milhões de toneladas (parte produção, outra parte captura). E pelas projeções, o consumo vai aumentar mais. Só na América Latina, a expectativa é de crescimento de 33% no consumo de pescado até 2030, de acordo com dados da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura).

  O pescado é uma commodity importante de países em desenvolvimento: mais que banana, açúcar ou café. São US$ 39 trilhões em transações financeiras de exportações por ano. Estima-se que 800 milhões de pessoas trabalhem direta ou indiretamente com a atividade pesqueira. Diante desses números, o consumidor pode parecer sem força. Mas tem. Uma campanha da WWF (World Wild Fund), ong internacional, ilustrou a relação de dependência entre pescadores até cliente final. Ou seja, sem o consumidor, a conta não fecha.

Comemos tubarão – Quem compra tem responsabilidade. E conhecimento é um ingrediente imprescindível para saber que nem todo peixe deve ir para a mesa. Há aqueles que devem ser consumidos com cautela e os que precisam ser evitados como os tubarões. “Todas as espécies de tubarão são comercializadas com o nome de cação”, afirma Priscila Dolphine, do Instituto de pesca de Santos, no litoral sul paulista, “mas quando se mata o predador de topo como tubarões há uma reação em cadeia que provoca o desequilíbrio no ambiente marinho e nas outras populações de peixes, o que a longo e curto prazos, acaba prejudicando as espécies que consumimos”. Pelas estimativas dos cientistas, 40% do que as redes capturam não era o objetivo inicial. Mas na prática o que cai na rede é peixe e como não se costuma perguntar sobre a origem do produto… o consumidor pode estar comendo tubarão, raia, golfinho, tartaruga!


Leia também: Os peixes que podem ser consumidos



Fonte: Pesca SP Gov

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

20.12.18

Use as dicas de coaching para mudar de hábitos em 2019

Imagem Divulgação

Use as dicas de coaching para mudar de hábitos em 2019

Organize-se

Ter seus materiais organizados faz toda a diferença! Além de poupar tempo, você identifica de cara tudo o que tem e o que precisa, para não fazer desperdícios. A regra também vale para pastas no computador, agenda pessoal, guarda-roupas e etc.

Alimente-se melhor

Ter uma alimentação saudável é dica antiga, mas nem todo mundo segue. Refeições saudáveis e balanceadas fazem bem para o corpo e a mente. Você terá mais energia, evitará várias doenças e conseguirá se concentrar mais nas tarefas do dia a dia.

Seja mais aberto e receptivo

Conheça as pessoas que estão ao seu redor e fazem parte de sua rotina, seja em casa ou no trabalho. Dessa maneira, o ambiente se torna mais agradável e produtivo.

Crie metas

Saiba identificar as coisas que você quer e precisa conseguir. Com o objetivo claro, trace metas, passo a passo, que te ajudarão a chegar onde deseja.

Administre seu tempo

Ter horários e saber administrá-los te poupa seu estresse, trabalho duplicado, te ajuda a definir prioridades e ter controle sobre o seu dia.

Separe tempo para lazer

Trabalhar e desenvolver suas habilidades é importante, mas a vida não acontece só dentro do escritório. Saia com sua família, conheça sua cidade, leia livros inspiradores. Uma mente tranquila te motivará a cumprir todo o resto.

Aprenda a ouvir

Durante nossa vida sempre escutamos “temos dois ouvidos e uma boca, pois devemos ouvir mais do que falar”, e isso é verdade. Ouvir é mais do que escutar. Ouça com atenção tudo o que as pessoas dizem para você, seja no âmbito familiar ou profissional.

Seja proativo

Não espere ordens para realizar tarefas. Isso não significa passar por cima dos seus superiores, mas reconhecer o que precisa ser feito e fazer, não ficar parado no canto esperando alguém te pedir algo.

Evite ócio e distrações

Não confunda com descanso. Ócio e distrações atrapalham o seu dia a dia e te fazem perder tempo. Tenha foco.

Seja positivo

Tenha pensamentos e atitudes positivas e motivadoras e procure influenciar as pessoas ao seu redor a fazerem o mesmo.

Independentemente do momento, quanto mais cedo você mudar seus hábitos, mais rápidos serão os resultados positivos em sua vida. 

Aproveite as oportunidades e não tenha medo de mudanças, elas são essenciais para evoluir.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Receba em Primeira Mão as Notícias do SHD


GeraLinks - Agregador de links