Divulgação & Reprodução

Como um apaixonado por tudo que envolve kaijus, Godzilla, Gamera e outros imponentes monstros, cada vez que uma nova produção desse gênero é anunciada, meu coração acelera de emoção. E dessa vez, a alegria é em dobro, pois o tão aguardado segundo trailer de Gamera: O Renascimento (Gamera - Rebirth-) foi revelado, trazendo consigo uma data marcada na minha agenda: 7 de setembro, o dia em que poderei me deliciar com a animação pela Netflix, que promete trazer uma nova e empolgante versão da tartaruga gigante.

A trama de Gamera: O Renascimento nos brinda com o épico confronto de Gamera contra cinco icônicos monstros que marcaram suas inúmeras aventuras nas telonas. Uma batalha memorável está prestes a acontecer, e no centro dessa luta titânica estão Gyaos, Jiger, Zigra, Guiron e Viras. Revisitar essas criaturas lendárias é como mergulhar em uma nostalgia profunda e reviver os momentos mágicos que esses monstros proporcionaram.

A história desses monstros gigantes tem raízes profundas no Brasil, e os fãs daqui já tiveram o privilégio de acompanhar boa parte dessa turma em suas versões originais. É impossível não mencionar o impacto de Gamera x Gyaos (1967), que atravessou fronteiras e chegou à terra tupiniquim em 1980 pela Record, rebatizado como "A Volta dos Monstros Gigantes". A viagem no tempo também nos leva a Gamera x Viras, que deixou sua marca nas telas brasileiras através do filme "Destruam Toda a Terra" (1968), transmitido pela TV Record em 1978.

Guiron, com sua presença marcante em "O Ataque dos Monstros" (1969), também fez sua aparição em solo nacional. O filme foi exibido pela emissora paulista em 1981, garantindo mais um momento emocionante aos fãs. A trajetória de Gamera na Record se estende ao filme "Gamera Contra Barugon", de 1966, que marcou a estreia do monstro por aqui. Não podemos esquecer também das reprises na TV Gazeta, canal 11 de São Paulo, ao longo dos anos 1980, que nos permitiram reviver essas incríveis aventuras. Curiosamente, Barugon não encontrou espaço na nova animação da Netflix, mas a saudade se renova ao lembrar desses clássicos.

A trilha sonora de Gamera: O Renascimento, embalada pela envolvente canção "Natsuake", interpretada pela talentosa banda Wanima, promete nos transportar para o clima épico dessa jornada. A expectativa sobre a dublagem em português também é algo que aguça minha curiosidade, afinal, a Netflix é conhecida por cuidar dos detalhes em suas produções originais.

Para os admiradores da era dourada dos filmes kaijus, que teve seu pontapé inicial com Godzilla em 1954, a Daiei Film trouxe aos cinemas japoneses, em 27 de novembro de 1965, o emblemático filme Gamera, the Giant Monster. Esse marco foi o ponto de partida para mais sete filmes na era Showa, entre 1966 e 1980, grande parte dirigidos por Noriaki Yuasa (1933~2004). A jornada de Gamera não parou por aí, tendo sua saga estendida na era Heisei, com outros quatro filmes lançados entre 1995 e 2006 no Japão.

Em meio a tantas produções e anos de história, é emocionante ver que Gamera continua a ressurgir, renovando seu impacto sobre fãs leais e conquistando novos corações. Gamera: O Renascimento é mais do que uma animação, é um tributo a um legado de monstros que se mantêm vivos em nossas memórias e nos mantêm ansiosos por cada novo capítulo de suas epopeias. Que 7 de setembro chegue logo, trazendo consigo essa nova aventura que promete reascender a chama da paixão pelos kaijus e monstros gigantes.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Shopee