Reprodução Divulgação

Descubra como alimentos inflamatórios podem causar desconfortos e ameaçar sua saúde

Você já experimentou inchaço, azia, enxaqueca ou queimação após uma refeição? Muitas vezes, esses sintomas surgem sem explicação aparente, mas a verdade é que eles podem estar relacionados aos alimentos inflamatórios que você consome. Além do desconforto imediato, esses alimentos também podem prejudicar a sua saúde a longo prazo, colocando em risco a sua dieta.

O Dr. Lucas Gelatti, médico especialista em medicina física, alerta que os alimentos inflamatórios são aqueles que desencadeiam processos inflamatórios no corpo. "Isso pode ocorrer devido a aditivos alimentares, como conservantes, produtos químicos e até mesmo os alimentos em si, quando consumidos em excesso, podem levar a doenças crônicas, como doenças cardíacas e obesidade," adverte o especialista.

Como Evitar a Inflamação

De acordo com o Dr. Gelatti, não existe um único alimento que seja responsável por todas as inflamações no corpo, mas alguns alimentos são conhecidos por serem os principais contribuintes desse problema. Açúcares adicionados, carnes processadas, óleos vegetais refinados, consumo excessivo de álcool e produtos à base de farinha branca estão entre os principais vilões que desencadeiam inflamações.

Quanto ao tratamento, o especialista enfatiza que a melhor abordagem para combater a inflamação induzida pela dieta é cuidar da própria alimentação. "Adotar uma dieta rica em peixes, frutas e legumes coloridos é de extrema importância no tratamento. Além disso, a prática regular de exercícios físicos também ajuda a reduzir a inflamação. O controle do estresse desempenha um papel crucial na prevenção da inflamação no corpo," aconselha o especialista.

Escolhas Mais Saudáveis

Lucas Gelatti recomenda a substituição dos alimentos inflamatórios por alternativas mais saudáveis. "Por exemplo, trocar os óleos vegetais processados por azeite de oliva extra virgem, que é rico em fitoquímicos e tem propriedades anti-inflamatórias," afirma o especialista.

"No caso das carnes processadas, é aconselhável substituí-las por carnes magras. Além disso, priorizar alimentos integrais, como legumes, frutas, grãos e outros, pode ajudar a reduzir a inflamação," acrescenta o profissional.

O médico enfatiza que a mudança de hábitos de vida é fundamental para manter uma saúde equilibrada, o que inclui abandonar o tabagismo e reduzir o consumo excessivo de álcool.

"Além disso, existem outras opções de tratamento, como a suplementação, que pode ser administrada tanto por via oral quanto por via parenteral, ou seja, por meio de injeções, proporcionando uma absorção mais eficaz de vitaminas e minerais," destaca o especialista.

Portanto, ao adotar um estilo de vida mais consciente e fazer escolhas alimentares saudáveis, você pode evitar os efeitos prejudiciais dos alimentos inflamatórios e promover uma vida mais equilibrada e vibrante.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Shopee