Veja uma lista de plantas que crescem rápido

Jardinagem e cuidado com as plantas sempre exigiram uma dose extra de paciência e dedicação. Afinal, esperar meses ou até anos para ver uma muda crescer e se transformar em uma bela planta pode ser um desafio para muitas pessoas. 


Porém, em um mundo acelerado como o nosso, em que tudo parece acontecer cada vez mais rápido, essa espera pode se tornar ainda mais desafiadora. 


Por isso, as plantas de crescimento acelerado são uma ótima alternativa para quem deseja ter um jardim ou uma casa mais verde e bonita, sem ter que esperar muito tempo para ver os resultados. 


Neste artigo, vamos falar sobre as melhores plantas para cultivar em casa que crescem rapidamente e são fáceis de cuidar.

O uso das plantas na decoração

As plantas têm se tornado cada vez mais populares como uma forma de decorar e trazer vida para os espaços internos e externos. Elas são capazes de adicionar cor, textura e um toque de natureza aos ambientes, tornando-os mais aconchegantes e agradáveis.


Com a busca crescente por soluções de decoração mais sustentáveis e acessíveis, às plantas que crescem rapidamente têm ganhado destaque. 


Não é à toa que, cada vez mais, empresas que atuam como distribuidora de produtos de limpeza estão investindo em plantas para seus escritórios e áreas de trabalho. 


Afinal, elas não apenas são uma forma de adicionar beleza aos espaços, como também são ideais para quem deseja ver resultados em pouco tempo. Além disso, algumas espécies também têm a capacidade de purificar o ar e melhorar a qualidade do ambiente. 


Essa característica é importante para locais fechados, como escritórios e residências, que podem acumular poluentes e substâncias tóxicas ao longo do tempo.

Quais as melhores espécies para cultivar?

Quando se trata de escolher as plantas ideais para decoração, é importante levar em consideração não apenas o visual, mas também os cuidados necessários para mantê-las saudáveis. 


Felizmente, existem diversas opções de plantas de crescimento acelerado e que são relativamente fáceis de cuidar. Entre elas temos:


  • Antúrio;

  • Crisântemo;

  • Bambu;

  • Hera;

  • Maranta


É importante destacar que, antes de escolher e cultivar qualquer espécie, é necessário verificar se ela possui licença ambiental para ser comercializada e cultivada em sua região. 


Dessa forma, você garante que está fazendo uma escolha consciente e responsável, sem prejudicar a natureza.

Samambaia

A samambaia é uma planta que se adapta bem a ambientes internos e externos, desde que receba a quantidade adequada de luz e umidade. Ela possui folhas verdes e delicadas, que podem ser penduradas em vasos ou suportes verticais para criar um efeito de cascata.


Uma das vantagens de cultivar a samambaia é que essa espécie requer pouca manutenção. Ela precisa de regas regulares, para manter o solo sempre úmido, e pode ser fertilizada a cada três meses para estimular o crescimento. 


Além disso, a samambaia é uma planta que pode tolerar um pouco de negligência, o que significa que mesmo quem tem uma rotina intensa, como um profissional que trabalha com aterramento SPDA, pode cultivá-la.


É importante lembrar que a samambaia pode ser sensível a temperaturas muito baixas, então é fundamental mantê-la longe de correntes de ar frio ou temperaturas abaixo de 15°C.

Peperômia

A peperômia é uma planta de origem tropical que pode ser cultivada tanto em vasos quanto em jardins, mas é especialmente popular como planta pendente em ambientes internos. Ela possui folhas pequenas e delicadas, que podem ter formatos variados e cores vibrantes. 


Com um pouco de criatividade, é possível compor o espaço com vasos de peperômias suspensos, combinando-o com a decoração de uma fábrica de lustres, por exemplo.


Assim como a samambaia, a peperômia é uma planta fácil de cuidar e requer pouca manutenção. Ela precisa de regas regulares, mas é importante não encharcar o solo, para evitar o apodrecimento das raízes. 


Portanto, ela também gosta de um ambiente com alta umidade, então é recomendado pulverizar água sobre suas folhas regularmente, através do transporte de água.


A peperômia prefere ambientes com luz filtrada ou indireta, então é importante mantê-la longe da luz solar direta, que pode queimar suas folhas.

Jibóia

A jibóia tem origem tropical e pode ser cultivada tanto em vasos quanto em jardins, mas também é uma popular planta pendente. Em vasos, com a condução de um suporte, ela pode crescer, se enrolando em corrimões, treliças, paredes, etc.


Ela possui folhas grandes e verdes, que podem ter manchas brancas ou amarelas, dependendo da variedade. 


Com seu formato exuberante e vistoso, a jibóia é uma planta que pode ser utilizada para criar um efeito decorativo interessante em ambientes internos ou externos.


Assim como as outras plantas mencionadas, a jiboia é fácil de cuidar e requer pouca manutenção. Ela precisa de regas regulares e gosta de um ambiente com alta umidade, mas é importante não encharcar o solo, para evitar o apodrecimento das raízes. 


A jibóia é uma planta que pode tolerar luz filtrada ou indireta, mas também pode ser cultivada em ambientes com luz solar direta, desde que não fique exposta ao sol intenso por períodos prolongados. 


Ela é uma excelente opção para decorar ambientes internos com pouca iluminação natural, como salas de estar, quartos ou até mesmo escritórios.


Além disso, é uma planta que pode ser facilmente propagada através de mudas, o que significa que é possível cultivar várias a partir de uma única planta-mãe. 


Isso pode ser interessante para quem deseja realizar um desmembramento de terreno valor, por exemplo, e quer utilizar a jiboia para compor a decoração do novo ambiente.

Cactos

Outra opção interessante para quem busca plantas que crescem rápido são os cactos. Embora muitas pessoas os associem a ambientes áridos e desérticos, eles são plantas bastante versáteis e podem ser cultivadas em diferentes tipos de solo e clima.


Uma das principais vantagens de cultivar cactos é a sua baixa necessidade de manutenção. Eles são plantas que podem sobreviver por longos períodos sem água, o que os torna ideais para pessoas que têm pouco tempo ou que viajam com frequência. 


Além disso, os cactos não requerem poda ou adubação frequentes, portanto, são uma opção econômica e prática para quem busca uma planta decorativa.


Essas plantinhas espinhosas são também uma excelente opção para quem deseja criar um jardim suspenso ou vertical, pois elas crescem para cima e para os lados, o que permite que sejam cultivados em vasos pendentes ou em painéis verticais. 


Para quem deseja criar um jardim vertical com cactos, é recomendado comprar tela de proteção para garantir que as plantas estejam bem fixadas e seguras.


Apesar de serem plantas que não precisam de muita água, os cactos ainda precisam ser regados regularmente, especialmente nos períodos mais quentes do ano. 


Além disso, os cactos precisam de bastante luz solar para crescer saudáveis e fortes, então é importante posicioná-los em um local onde recebam pelo menos algumas horas de sol por dia.

Singônio

O singônio é outra opção de planta que cresce rápido e pode ser utilizada na decoração de interiores. Ele é uma planta trepadeira, que se desenvolve bem em ambientes com pouca luz e pode ser cultivada tanto em vasos suspensos quanto em suportes verticais.


Uma das vantagens do singônio é que ele, assim como as outras plantas, é fácil de cuidar e requer pouca manutenção e também gosta de solo úmido, mas não encharcado. 


Além disso, o singônio pode ser uma opção interessante para quem busca purificar o ar de ambientes internos, pois ele é capaz de absorver algumas substâncias tóxicas presentes no ar.


Para quem vive em regiões onde há problemas com insetos, como baratas e formigas, é importante contratar os serviços de uma dedetizadora sp, para garantir que a planta esteja protegida contra infestações e pragas. 

Por que ter plantas em casa?

Além de melhorar a qualidade do ar e reduzir o estresse, as plantas também trazem vida e cor para os ambientes internos.


Elas são capazes de absorver alguns poluentes presentes no ar, como o formaldeído, o benzeno e o tricloroetileno, que são liberados por produtos de limpeza, tintas e materiais de construção. 


As plantas também podem ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade, proporcionando uma sensação de calma e tranquilidade. Assim, a jardinagem se torna um hobby muito benéfico para pessoas que trabalham em ambientes estressantes.


Por fim, as plantas também podem ser utilizadas como elementos decorativos em ambientes internos e externos, como os arredores de um projeto arquitetônico completo


Elas podem ser colocadas em vasos suspensos, em suportes verticais ou em prateleiras, criando um ambiente mais acolhedor e agradável.


Independentemente do motivo, ter plantas em casa pode trazer muitos benefícios para a saúde e o bem-estar das pessoas. 


Mesmo em um ambiente urbano, com muito concreto e pouca natureza, é possível cultivar plantas em casa e criar um pequeno oásis verde em meio ao caos da cidade. 


Há diversas opções de plantas que crescem rápido e fácil cultivo, então, se você ainda não tem plantas em casa, que tal começar a considerar essa opção? Cuidar das plantinhas pode ser uma tarefa simples e prazerosa, trazendo muitos benefícios para a sua vida.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Compartilhe nas redes sociais e apoie ou retribua

Todos os nossos artigos são exclusivos é proibida a reprodução total ou parcial dos mesmos sem a indicação da fonte SHD: Sejahojediferente.com