Mesmo que ainda não haja nenhuma data para a declaração de imposto de 2023, é importante não descuidar do calendário para evitar multas. Venha ler todas as informações atualizadas aqui!

Todo ano, a declaração de imposto de renda faz com que as pessoas físicas e mesmo as empresas entrem em estado de atenção. Afinal, perder o prazo para entrega da sua declaração pode gerar diversos inconvenientes com a Receita Federal.

Para o ano de 2023, porém, ainda não se tem nenhuma informação referente às datas: pessoas físicas e jurídicas estão no aguardo do calendário para o envio da declaração, mas é possível inferir que o prazo acabe por volta do mês de abril.

Sendo assim, vale a pena já ir esclarecendo todas as dúvidas sobre a declaração, que costuma tirar o sono de boa parte das pessoas.

A seguir, fique por dentro de todos os principais detalhes a respeito do imposto de renda 2023, dos documentos solicitados e de quem está obrigado a declarar.

Do que se trata o imposto de renda?

Antes de se informar sobre o prazo para entrega da sua declaração, é importante aprender do que se trata o imposto de renda, já que, para muitas pessoas, esse será o primeiro ano como declarante.

O imposto de renda é uma alíquota cobrada pela Receita Federal às pessoas e às empresas que alcançarem uma quantidade mínima de renda no ano de exercício, ou seja, no ano anterior.

Com isso, o imposto de renda de 2023 diz respeito aos ganhos que as pessoas e as empresas tiveram no ano de 2022 e assim por diante.

Por ser um imposto, é claro que a declaração  é obrigatória para quem alcançar essa renda mínima e não a enviar à Receita Federal pode causar diversos transtornos, pesando até mesmo no bolso.

Ter atenção a quem precisa declarar é importante

Para ser obrigado a declarar neste ano o imposto de renda, é preciso que a pessoa física tenha recebido a partir de R$1.903,98 no ano de 2022, podendo ser na forma de salário, de investimentos diversos ou de benefícios da previdência. Quem tiver um rendimento entre os 1.903,98 e os R$2.826,65 precisa pagar uma taxa de 7,5%.

As alíquotas vão aumentando, considerando sempre a faixa de salário da pessoa física, chegando até os 27,5% para quem tiver rendimentos iguais ou superiores a R$4.664,68.

É importante também falar da dedução do imposto de renda, que é uma quantia que o declarante pode economizar, desde que ela seja gasta em coisas como saúde e educação.

Para quem possui rendimentos entre os R$1.903,99 e os R$2.826,65, a dedução fica em R$142,80. Da mesma forma que a taxa de imposto, a educação também vai aumentando conforme a faixa de salário aumenta e ela pode chegar a R$869,36.

Atenção a quem está livre de precisar declarar em 2023

Há uma quantidade grande de pessoas que não precisam realizar declaração de imposto, incluindo quem é dependente financeira de outra pessoa que já fez a sua declaração.

Também estão liberados da declaração obrigatória quem tem uma renda inferior a R$1.903,99 e aqueles que possuem algum tipo de bem que já conste na declaração do seu cônjuge.

Para essas pessoas, é claro, não existe necessidade de acompanhar o prazo para entrega da sua declaração, já que elas podem fazê-la, mas apenas de maneira voluntária.

Como realizar a declaração

Quem fizer a sua declaração de imposto de renda 2023 precisa separar alguns documentos, sendo eles:

       Endereço atual

   Informações para que seja recebida a restituição, se a Receita Federal confirmar que há direito

    Documentos pessoais, como o cpf, data de nascimento, nome completo e mais (nesse caso, incluem-se também os dependentes do declarante)

       Informações sobre a atividade profissional

A declaração de imposto de renda é feita pela Internet, usando um programa que é atualizado pela Receita Federal todos os anos. Atualmente, é preciso procurar por Meu Imposto de Renda 2023, criando um cadastro nele e preenchendo os dados requisitados.

Para as pessoas que fizeram a declaração de imposto de renda no ano passado, fica mais fácil: uma boa parte das informações pode ser reaproveitada, tornando o processo de declaração bem mais rápido.

É possível localizar esse programa usando o portal da Receita Federal. Ressalta-se, é claro, que baixar o programa do imposto de renda de outras fontes pode ser perigoso, até para a privacidade das pessoas.

Como garantir que não se perca o prazo para entrega da sua declaração

Mesmo que a Receita Federal não tenha confirmado a data-limite para o envio da declaração obrigatória do IR de 2023, é indicado que todos já fiquem atentos ao seu preenchimento.

Já para saber qual é o prazo para entrega da sua declaração, o ideal é ficar atento ao portal da Receita, que trará em breve essa informação assim que o governo a definir.

No mais, destaca-se que não declarar o imposto pode gerar multa e penalizações.

Postagem Anterior Próxima Postagem
Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!


Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!

Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.