A agência, especializada em desenvolvimento de projetos na plataforma corporativa, preparou uma lista de dicas para a criação de conteúdo nessa rede social profissional

A Gombo, primeira agência brasileira especializada em influência, engajamento e projetos especiais para o LinkedIn, se debruça desde agosto de 2021 em pesquisas sobre essa rede social, que é muito mais que uma ferramenta de busca de empregos. Dentro da plataforma corporativa, marcas e pessoas estão conquistando uma legião de seguidores, produzindo conteúdo e, assim, gerando negócios. Erih Carneiro, cofundador e COO da Gombo, preparou, então, um guia com nove dicas para quem quer se dar bem criando para o LinkedIn.

  • A linguagem não precisa ser robotizada e formal
    Produzir conteúdo para uma rede profissional pode gerar uma sensação de que uma linguagem informal é negativa, mas nem sempre é. Seguir as regras gramaticais é importante, porém é recomendado evitar palavras difíceis e as substituir por termos do vocabulário cotidiano.

  • Prestar atenção aos dias e horários de postagem
    É importante manter constância nas postagens, pois assim a rede de conexões se acostuma com o conteúdo produzido e é possível obter uma amostra do que está funcionando ou não. Por meio da análise dos dias e horários dos posts, é possível identificar e aprimorar o desempenho dos conteúdos (o retorno da audiência).

  • Não é preciso opinar sobre tudo
    Mais importante do que opinar sobre um tema que esteja bombando na rede é opinar sobre assuntos sobre os quais se tenha autoridade, propriedade e bagagem. A rede gosta de quem é especialista e tem conhecimento sobre os assuntos.

  • Construir relacionamento genuíno com a rede
    Para promover a proximidade com os integrantes da rede de conexões, sempre responda e interaja com eles.

  • Entender que sempre vai haver quem goste e quem não goste
    Comentários negativos não devem ser fatores para desmotivação do criador de conteúdo. É preciso aceitar esse gênero de comentários e tentar entender se eles podem ser utilizados de forma construtiva.

  • Não depender somente de algoritmos
    Acompanhar os temas em alta no LinkedIn é importante, porém é preciso manter coerência em relação aos posicionamentos expressados nos conteúdos criados. Desta forma, o perfil construído será sólido e de referência, com potencial para crescimento orgânico.

  • Construção de networking
    É importante focar na construção de uma rede de conexões alinhada com a área e posicionamentos expressados nos conteúdos. Isso contribui para o fortalecimento das relações profissionais.

  • Contar histórias reais
    Quanto mais autênticos forem os conteúdos, maior a chance de aproximação e identificação com as conexões. Apresentar conteúdos humanizados potencializa as interações.

  • Entender o tom de voz do público-alvo
    É preciso entender os propósitos do público e utilizar uma linguagem que faça sentido para ele.

Essas dicas são genéricas, porém, se bem aplicadas, são capazes de turbinar o número de conexões e o engajamento, que é o desejo de todo e qualquer criador de conteúdo.

Sobre a Gombo

A Gombo é a primeira agência brasileira especializada em influência, engajamento e projetos especiais para o LinkedIn. Uma startup jovem, em atividade desde agosto de 2021, que traz um board com grande experiência. Foi fundada por Erih Carneiro e Dimitri Vieira, ambos LinkedIn Top Voices da plataforma.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Shopee