O BBB 23 já começou batendo um recorde, na qual a Globo colocou à venda 12 cotas de patrocínio para o programa, e já vendeu todas, um recorde até então. 


Algumas marcas que estavam presentes em cotas e ações de conteúdo no BBB 22, optaram por investir no patrocínio do reality na temporada atual. 

Em resumo, as cotas podem ser entendidas como uma taxa, na qual uma empresa especializada em desenvolver esteira transportadora industrial, por exemplo, pode pagar para promover os seus produtos para o grande público que consome esse tipo de entretenimento. 


Antes mesmo do programa estrear, já havia a soma do que já tinha sido vendido, e o valor era próximo de R$ 800 milhões de faturamento. Divididas em três categorias, as cotas de patrocínio englobam Big, Camarote e Brother. 

Qual o valor do show?

A cota Big, por sua vez, é a mais cara e que consegue garantir mais visibilidade no reality, com patrocínio de provas, festas e outras dinâmicas que acontecem frequentemente dentro da casa. 


A presença da marca patrocinadora também pode aparecer no Multishow e suas respectivas mídias digitais, o que é extremamente vantajoso para qualquer tipo de negócio. 


Ou seja, até mesmo uma loja virtual de mangueira para compressor de ar, por exemplo, poderia se beneficiar com a divulgação. 


O plano do BBB 23 tem três cotas Big, com o valor de tabela de R$ 105,1 milhões, ou seja, é muito dinheiro envolvido. No segmento que foi batizado como Camarote, são 4 cotas que estão no valor de R$ 80,2 milhões cada.


Já no Brother, são 5 cotas de R$ 15,6 milhões cada. Como você já deve saber, o grau de visibilidade pode variar de acordo com o custo da cota. 


Ou seja, se uma empresa especializada em vendas de compressor de parafuso comprasse a maior cota do programa, consequentemente, seria mais divulgada e teria mais visibilidade. 


Para que você possa ter uma noção, apenas com 12 cotas, teoricamente, a Globo teria R$ 714 milhões, mas vale considerar que os anunciantes nunca fazem o pagamento cheio de tabela, o que pode resultar em um desconto de, em média, 10%. 


Além disso, você também deve saber que a decoração da casa mais vigiada do país muda todo o ano, mas mais interessante que isso, é entender que toda a reciclagem daquele espaço atende também aos planos de venda do departamento comercial da Globo. 


Dependendo dos objetivos comerciais do departamento da emissora, há até maneiras de colocar algo parecido como um cocho para gado de plástico para promover as intenções da empresa. 


Trata-se de um ambiente dentro de uma variedade de opções que oferecem uma jornada totalmente customizada, de acordo com projeto oferecido ao mercado publicitário. 


Dessa forma, além das 12 cotas principais oferecidas pela Globo, as marcas ainda tem a liberdade de escolher a vitrine que lhes cabe melhor, com opções de estampar a lavanderia da casa por R$ 13 milhões. 


Ou seja, você pode notar que eletrodomésticos e produtos de lavagem de roupas, incluindo também o setor alimentício, estão com algumas marcas estampadas. 


Dependendo do nível de investimento, o programa poderia até mesmo arranjar um jeito de promover uma empresa especializada em tubo de alumínio para ar comprimido, por exemplo. 


Nessas cotas oferecidas pela Globo, existe também a chamada cota Make (de make-up), que nada mais é do que produtos para alimentar a vaidade dos candidatos, especialmente as mulheres. No geral, são produtos de beleza, no valor de R$ 15 milhões. 


Toda essa brincadeira não inclui produtos para cabelos, que por sua vez, são vendidos à parte, em cota que vale R$ 7,9 milhões. Há também a cota desodorante, que é vendida a R$ 5 milhões. 


Aproveitando o embalo das contas, acrescente também mais R$ 6,4 milhões para o setor automotivo, lembrando que ao decorrer do programa, sempre aparece um carro, ou mais de uma, em provas que valem prêmios no jardim da casa. 

BBB e o espaço estratégico para as marcas

Na fase inicial do BBB 23, é um momento em que as marcas ainda estão decidindo a melhor maneira de utilizar o reality para aumentar o número de vendas dos seus produtos no mercado. 


Na última edição do programa, por exemplo, os patrocinadores investiram milhões e, consequentemente, conseguiram atingir ápices inéditos em termos de engajamento. 


Esse engajamento, inclusive, é essencial para colocar uma empresa de manutenção de subestação ou até mesmo uma loja virtual no mapa do mercado. 


Para que você possa entender melhor, entre os conteúdos patrocinados e ativações nas redes sociais oficiais do programa, foram mais de 530 ações. 


De acordo com o próprio setor de marketing de influência do Big Brother Brasil, as marcas preferem investir, principalmente, em provas e festas.


Afinal, é bem mais fácil uma pessoa lembrar de uma empresa de tubo de alumínio quadrado que promoveu uma festa, do que o nome de uma marca que passou rapidamente nos créditos. 


O motivo desse tipo de investimento, é porque se trata de um programa que tem a maior vitrine da TV brasileira, além do fato de ser assistido por milhares de pessoas. Ou seja, quando há um conjunto de boas ideias, elas podem viralizar bastante, é o que acontece no BBB. 


De acordo com especialistas em marketing de influência, o posicionamento do setor de marketing do reality show possui, de fato, sentido.


Podendo ser considerada também como a melhor ação a ser tomada se o objetivo fosse promover a imagem de empresas de trocador de calor industrial ou qualquer outro tipo de negócio ou marca. 


Podemos usar como exemplo uma das grandes redes de fast-food, que por sua vez, soube utilizar o formato patrocinado comercializando produtos usuais. 


Nesse processo, a empresa conseguiu fortalecer ainda mais a marca vendendo pijamas que os próprios participantes estavam usando junto com os lanches que já eram conhecidos pelos brasileiros. 


Com essa boa jogada, a rede conseguiu bater um recorde expressivo. Trata-se de um milhão de pessoas que fizeram o download do aplicativo para ver uma oferta através de uma experiência que o programa proporcionou. 

Estratégias de comunicação e vantagens

Em resumo, não há como prosseguir com uma estratégia de comunicação no BBB sem haver a integração da equipe e a capacidade de reação em tempo real. Para que haja comunicação nessa estratégia, é necessário respeitar alguns aspectos, que são:


  • Cultura;

  • Objetivos estratégicos;

  • Indicadores de desempenho;

  • Compromisso social. 


Todos esses aspectos citados acima, devem estar bem alinhados para respostas rápidas a mudanças que podem acontecer em qualquer momento. 


Dentro do reality do nível do BBB, a ativação de marca, marketing de influência, co-branded e licenciamento de marca, são itens que são fundamentais e estratégicos. 


Estudiosos sobre o assunto, apontam que houve grandes inserções de players no reality de maneira muito criativa, como a prova do líder que foi patrocinada por uma grande marca de roupas, onde os participantes tinham que montar os looks de acordo com o modelo e ficar dançando na pista. 


Além disso, para reforçar ainda mais a imagem da marca, a própria empresa forneceu roupas para que os participantes pudessem usar no dia a dia da casa. 


Consequentemente, isso gerou um interesse muito grande no público em adquirir as mesmas peças que estavam sendo usadas pelos participantes. O resultado disso foi um crescimento de 80% nos downloads do aplicativo, considerando todo o período do programa. 


Outro aplicativo de entrega de comidas se posicionou no programa quando levou almoço em formato de delivery para o líder da semana. Além desta empresa, uma marca de alimentos também apostou no BBB, e participou da prova do líder com a sua linha de hambúrgueres. 


Essa mesma competição funcionou como uma forma para estimular o apetite dos brothers e, até mesmo dos telespectadores do BBB 21, com a presença de toda a linha de alimentos da marca. 


De acordo com especialistas em Marketing Digital, as marcas também são beneficiadas pelo perfil multicanal dos participantes, capaz de alcançar públicos em diferentes canais. Além disso, as pessoas são capazes de criar uma identidade muito afinada com as pessoas. 


No geral, as vantagens de uma marca estar no BBB vão desde o fortalecimento da marca, até a apresentação de um novo produto para uma audiência super qualificada e atenta. 


Esse tipo de coisa é possível porque o programa consegue explorar os valores da empresa anunciante de maneira inteligente. 


O fato é que o crescimento de patrocínios se deve, especialmente, ao sucesso das edições passadas, que devolveu ao programa um papel importante no entretenimento da TV brasileira.  


Hoje, o programa detém o título de maior audiência da televisão, superando outros programas consagrados como o Fantástico. Consequentemente, o reality também se tornou um ótimo negócio para as marcas interessadas. 

Conclusão

Por fim, podemos notar que, antes que uma marca decida entrar em um reality show igual ao BBB, é necessário ter um propósito. Caso contrário, os resultados pretendidos podem não ser alcançados. 


Estamos falando de uma audiência gigante, e ao mesmo tempo temos um engajamento que, por sua vez, também é gigante. 


Portanto, para uma marca, ou influenciador estar participando tem que saber o real propósito de existir, alinhado com o verdadeiro propósito de estar participando de um reality ao nível do BBB.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Compartilhe nas redes sociais e apoie ou retribua

Todos os nossos artigos são exclusivos é proibida a reprodução total ou parcial dos mesmos sem a indicação da fonte SHD: Sejahojediferente.com