Para diretor executivo da Jalde, primeiro passo para ter sucesso nesse segmento é confiar no produto escolhido

O mercado de semijoias e bijuterias movimenta cerca de R$ 600 milhões todos os anos no Brasil, de acordo com o instituto Mckinsey. E a previsão é que em 2023 esse segmento  vai apresentar  um crescimento de 28%. Trata-se de um mercado com grande potencial e que atrai muitos interessados na revenda direta de produtos, modalidade de negócio que virou tendência no varejo.

De acordo com Átila Coelho Cabral, diretor executivo da Jalde Semijoias, empresa que mais cresce no mercado atacadista, as semijoias sempre foram consideradas um objeto de desejo do público feminino consumidor final e, com isso, se tornam uma ótima opção para quem quer empreender com foco nesse público. 

Com a ascensão do mercado de vendas diretas, revender semijoias se tornou uma opção excelente para quem busca independência financeira. “Mulheres têm uma vantagem competitiva na revenda por serem mais resilientes e condicionadas em oferecer um atendimento mais atencioso”, explica Cabral.

Mas como começar a empreender através da revenda de semijoias? A primeira dica do executivo é escolher um produto no qual confie para trabalhar. Ou seja, um produto que a investidora usaria. “Ela é a melhor vitrine, portanto, é fundamental que esteja sempre “vestida” do seu negócio. Causar um encantamento visual é muito importante, pois ajuda a criar uma autoridade em torno do produto. As pessoas querem comprar de pessoas e também usar o que elas usam”, reforça o diretor da Jalde.

Depois da escolha do produto, é importante ter propósito, definindo um plano e uma meta para os seus resultados. “Suas metas de crescimento vão ser sempre ancoradas pelo crescimento do seu investimento e estoque disponível”, explica ele. 

Átila aconselha também que é preciso mapear clientes potenciais, ou seja, amigos, familiares, colegas de trabalho. É necessário se posicionar como uma revendedora de semijoias e criar conexões. “Quanto mais mostrar, mais vai vender. Se quer vender muito, mostre muito e trabalhe muito. Se posicione, busque indicações, defina métricas e procure atingi-las”, aconselha.

É importante estar atento a datas comemorativas para aumentar as vendas. “No mercado de vendas diretas, o ideal é que todas as datas comemorativas sejam aproveitadas ao máximo. As vendas quase sempre acontecem a partir de algum estímulo, portanto, datas comemorativas vão potencializar as estratégias de venda”, diz Cabral.

Para vender mais, a dica é criar um bom posicionamento, usando especialmente as redes sociais e todos os recursos que criem conexão e possibilitem expor os produtos. “Finalmente, para ter recorrência nas compras, fale sempre a verdade. Você é o que pensa, o que fala e o que faz. Se tem coerência e fala sempre a verdade, você vai ser atraente e ter recorrência. É a lei da atração”, destaca.

E quanto é possível ganhar revendendo semijoias? No caso da Jalde, a margem de lucro bruto é de 100%. “E caso entre na comunidade "Jalde Prime", que funciona como um clube de benefícios, essa rentabilidade pode chegar a 122,22% na revenda dos produtos”, conclui. 

Postagem Anterior Próxima Postagem
Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!


Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!

Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.