Ouça o som original, puro e cheio de cor com discos de vinil

Geralmente, existem dois tipos de colecionadores de discos de vinil. Há quem compre discos como investimento: compram discos de edição especial e os guardam lacrados para poder revendê-los e assim lucrar depois. E há aqueles que compram discos pelo simples prazer de curtir a música.

Se você coleciona discos de vinil pelo prazer de ouvi-los, deve ter um bom toca-discos com alto-falantes e um amplificador para ouvir a música no seu melhor. É verdade que novas reinterpretações são econômicas, mas um toca-discos original geralmente é a melhor escolha se você quiser aproveitar cada detalhe e o som quente dos vinis. Philips e Denon são marcas confiáveis. Para muitos, os toca-discos são uma paixão tanto quanto os próprios vinis.



O que coletar?

Quais artistas e álbuns você deve adicionar à sua coleção? Novamente, depende de que tipo de colecionador você é. Se você coleciona pelo prazer de ouvir música, escolha os discos que te deixam feliz ao ouvi-los. Se, por outro lado, sua coleção é mais um investimento do que qualquer outra coisa, há outros fatores a serem considerados.

O artista e o álbum específico são os principais elementos que determinam se um LP tem valor, mas há outro aspecto importante a se ter em mente: a circulação. Para um acervo de alto valor, procure as primeiras edições do país de origem do artista. Geralmente são edições limitadas e, portanto, raras.


Como cuidar dos seus discos de vinil

Não importa se você coleciona discos para revenda ou apenas para ouvi-los, é importante guardar bem os seus vinis. Além disso, antes de começar a ouvir seus vinis, recomendamos que você os limpe para que nem os discos nem a agulha do toca-discos possam ser danificados.

O digital é melhor se você está procurando uma grande durabilidade?

Apesar das aparências, você poderia ouvir o mesmo disco de vinil em cinquenta anos, sem perder a qualidade, algo que certamente não poderia fazer com um cd ou arquivo mp3.



Ouvindo os discos de vinil

Ouvir os discos e admirar as capas dos vinis é como se a música fosse concreta e palpável. Você apreciará a paciência de ouvir um disco de vinil novamente apenas no dia seguinte, para não afetar a qualidade.

Ao passar a mão sobre a capa, você tocará a música que está ouvindo. Como se eu tivesse mais do que apenas um disco na mão.

Conclusões

O disco de vinil nasceu em 1948 e permanece imortal porque ainda é a forma mais verdadeira e pura (a melhor) de ouvir música.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Compartilhe nas redes sociais e apoie ou retribua

Todos os nossos artigos são exclusivos é proibida a reprodução total ou parcial dos mesmos sem a indicação da fonte SHD: Sejahojediferente.com