Fundadora da Single Trips cita países onde a insegurança é maior, mas oferece opções para driblar o problema

Em tempos em que a tecnologia impera e é possível conhecer pessoas do mundo inteiro online, uma situação que nada combina com os dias modernos ainda existe em vários lugares: o preconceito contra mulheres que viajam sozinhas. 

De acordo com Renata Guedes, fundadora da Single Trips, agência de viagens especializada em solteiros, por mais que atualmente existam diálogos de empoderamento feminino, isso não funciona em algumas culturas. “No Egito, por exemplo, nativos ainda oferecem camelos em troca de mulheres. A realidade é muito diferente. Em países como esse, assim como no Marrocos, Turquia e Israel, a melhor opção para as mulheres é viajar em grupo”, sugere.

Renata abomina a ideia de que ainda existe preconceito contra as viajantes que se aventuram sem companhia, mas acredita que é preciso tomar precauções, pois se trata de um problema real. “Se uma mulher optar por viajar sozinha nesses contextos, encontrará valores maiores de hospedagens e até em muitos cardápios de restaurantes. Cabe a nós encontrar formas de batalhar para que esse preconceito acabe”, reflete.

Uma das maneiras, segundo Renata, é impedir que o preconceito faça com que as mulheres sem companhia deixem de viajar para destinos menos seguros por falta de companhia. “A primeira alternativa é encontrar grupos de viagens. Assim, ao redor de pessoas, a mulher sentirá mais segurança. Além disso, hoje existem aplicativos que revelam os lugares onde as mulheres mais sofreram agressões, principalmente a oral. Por fim, também é sempre bom avisar parentes e amigos onde está”, aconselha.

No caso da Single Trips, a agência organiza roteiros que possibilitam às viajantes sem companhia realizarem as viagens dos sonhos sem qualquer preocupação. “O grupo é acompanhado pelo anjo da Single, que oferece todo suporte. Em alguns casos, ainda temos o guia que leva o grupo para as melhores e mais seguras atrações”, explica.

A fundadora da Single Trips acrescenta que uma viagem em grupo vai muito além da companhia. “Quando falamos de férias, queremos descansar a mente. Ao viajar sozinha, o tempo inteiro a mulher precisa estar em estado de alerta para verificar se está no caminho certo e se ninguém aparenta querer lhe fazer mal. Ao viajar em grupo, independentemente do lugar no mundo em que esteja, você consegue relaxar, pois se sente mais segura”, conclui.

Sobre a Single Trips 

A empresa nasceu em 2015, com o propósito de “Não deixe de ser feliz por não ter companhia!”. Cada novo roteiro elaborado pela equipe gera uma rica transformação na vida de cada participante, que se permite descobrir novos caminhos incríveis, juntamente com um grupo de pessoas divertidas e o melhor, sem preocupação com hospedagem, guia, passeios, alimentação, atrações e transporte proporcionando uma experiência única. 

Para mais informações, acesse https://www.singletrips.com.br

Sobre Renata Guedes

A fundadora da agência Single Trips   quando terminou um relacionamento duradouro, sentiu-se totalmente sozinha, sem amizades, sem energia e com baixa autoestima. Percebeu que poderia fazer algo para as pessoas, que como ela, não tinham perspectiva para curtir a vida sozinha. Ela reagiu! Decidiu que não seria alguém que desistiria de viver um sonho por estar solteira e foi buscar em grupos de viagem a companhia que faltava. Depois do primeiro roteiro deste tipo, ela se descobriu e mergulhou fundo no mundo dos solteiros viajantes.

Fez várias viagens deste tipo. E um belo dia, quando a ideia de estar solteira já não a assustava mais, ela decidiu que precisava ajudar outras pessoas que estavam passando pela mesma situação que ela tinha passado. Trocou a fisioterapia pelo turismo e passou a ajudar as pessoas trazendo autoestima, segurança e companhia. Criou a Single Trips, uma agência de viagens especializada em roteiros para solteiros, cujo objetivo é promover experiências compartilhadas e novas amizades.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Compartilhe nas redes sociais e apoie ou retribua

Todos os nossos artigos são exclusivos é proibida a reprodução total ou parcial dos mesmos sem a indicação da fonte SHD: Sejahojediferente.com