Um condicionador de ar instalado indevidamente ou com mau funcionamento pode ter a sua durabilidade comprometida, além de pesar no bolso

Não é apenas impressão sua: a temperatura está cada vez mais quente. De acordo com relatório coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), o número de dias de calor intenso no Brasil aumentou cerca de 30% nos últimos 40 anos. Além disso, os padrões regionais de chuva sofreram alterações neste período.

Em todas as regiões do País, houve aumento de aproximadamente 0,5ºC em cada década, chegando a 1ºC em determinadas áreas no inverno e na primavera. O calor, portanto, é um fator climático com o qual a grande maioria dos brasileiros precisa conviver.

As altas temperaturas têm intensificado as vendas de ar-condicionado e ventilador no Brasil. Segundo levantamento da Neotrust ao jornal O Globo, varejistas de diferentes perfis registraram no verão um aumento de 60% a 110% nas vendas desses produtos, e o e-commerce em geral apresentou aumento de 10% no faturamento desses itens.

Entretanto, não basta apenas comprar o aparelho. É preciso instalá-lo corretamente e  fazer a manutenção adequada. Veja abaixo algumas dicas para você que acabou de adquirir um ar-condicionado e que não ter imprevistos em casa.

1.     Instalação profissional

Segundo a Frigelar, empresa especializada em refrigeração, é fundamental fazer a instalação profissional e manutenção técnica do ar-condicionado para ter direito à garantia, além de segurança, desempenho e vida útil do equipamento, bem como mais economia. 

Buscar profissionais especializados para a instalação do aparelho tende a prevenir uma série de problemas que vão desde o comprometimento do uso do produto até a possibilidade de curto circuito. A instalação profissional é indispensável ainda para ter direito à garantia.

O mau funcionamento, além de ser prejudicial para a economia da casa – pois o equipamento pode gastar mais energia para funcionar –, pode também comprometer a sua vida útil.

Outras questões que a instalação indevida pode causar são: sobrecarga elétrica, sobrecarga estrutural, vazamento do fluido refrigerante e até cenários mais graves, como incêndios na rede elétrica e danos estruturais no imóvel.

É de igual modo importante não se orientar somente pelo preço na hora de contratar alguém para a instalação. Procure informações a respeito dos profissionais, avaliações dos clientes e a reputação das empresas na internet para garantir um serviço de qualidade.

2.     Escolha o local certo

O espaço adequado para a instalação de um ar-condicionado não compromete as instalações elétricas ou a tubulação de água do imóvel. A saída de ar não deve desembocar em aparelhos elétricos, pois o vapor da água pode danificá-los ou até causar curto circuito.

Locais que pegam muito sol também devem ser evitados, porque o calor tende a sobrecarregar o aparelho, piorando o seu desempenho e diminuindo a sua vida útil. Verifique ainda a disposição de prateleiras, cortinas e demais objetos que possam impedir a circulação do ar.

3.     Higienização

Periodicamente, você mesmo pode realizar a limpeza preventiva das grelhas, gabinetes e da área ao redor do equipamento, pois a sujeira é outro fator que pode reduzir a sua capacidade de funcionamento. Para isso, utilize uma flanela ou um pano umedecido com sabão neutro ou água morna, e nunca use produtos como álcool ou solventes.

Limpar o filtro também é crucial. O ideal é que a limpeza seja realizada de mês em mês e que o filtro seja trocado de 3 a 6 meses. Desligue o aparelho da tomada, retire o painel frontal, passe um pano úmido com água, retire o filtro, lave-o em água morna com detergente neutro e deixe secar à sombra.

Já as serpentinas devem ser limpas uma vez ao ano. Se a serpentina e suas aletas estiverem bastante sujas, é válido usar um jato de ar comprimido ou mesmo um jato de água com baixa pressão. Não se esqueça de tomar cuidado para não amassar as aletas.

4.     Verifique conexões e peças

Qualquer problema em flanges e demais fixações do aparelho pode resultar em vazamentos, ruídos e vibrações indesejáveis. Assim, é importante inspecionar se as conexões estão bem apertadas, para que ocorra corretamente a troca e o escoamento da água, bem como verificar as condições de tubulações e peças metálicas.

5.     Evite deixar portas e janelas abertas

Utilizar o ar-condicionado em um ambiente aberto faz o aparelho precisar de mais esforço para atingir a temperatura ideal e pode ser bastante danoso ao produto com o passar do tempo. Sempre que ligar o condicionador de ar, tenha em mente que é necessário deixar o cômodo o mais fechado possível para atingir a climatização desejada.

Adquirir um ar-condicionado não é um investimento qualquer e, para garantir durabilidade, bom funcionamento e principalmente economia, é necessário fazer a instalação e cuidar do equipamento de maneira adequada. 

Caso você não esteja seguro para fazer a manutenção sozinho – ou em situações mais complexas, como quando os aparelhos são mais antigos – a indicação é sempre procurar um profissional especializado.

Quem gosta comenta!

O você achou desta publicação? Qual sua opinião a respeito?
Gostaria de acrescentar algo? Use o campo abaixo e registre sua participação nesta publicação.
Sugerimos Usar a Opção Nome + URL = Escreva seu nome e no campo url coloque o link de seu blog, site, rede social ou deixe em branco.
Estamos aguardo sua participação.

Postagem Anterior Próxima Postagem
 *Todos os textos do Seja Hoje Diferente é uma produção independente e todo conteúdo produzido é de total responsabilidade de seus idealizadores e editores, apresentados em "Informações" e ou Links de origem.

*O artigo acima não reflete, necessariamente, a opinião do Seja Hoje Diferente publicado em carater divulgativo. 

GeraLinks - Agregador de links Agregalinks - O melhor agregador de links para blogs