O photoshop é uma das ferramentas da Adobe mais utilizadas no mundo todo, e isso se deve por sua incrível capacidade de atrelar diversas ferramentas e opções de montagem, edição e mesclagem de imagens.


Todas essas possibilidades criam um amplo universo de opções, onde a criatividade fica livre para criar e desenvolver aquilo que bem entender. Até hoje, o photoshop é o principal software de edição de imagens.


O avanço da tecnologia e a criação de novos aplicativos, principalmente aqueles atrelados aos smartphones, conseguem entregar a facilidade de acesso e resposta de usuários casuais, mas quando o assunto é um trabalho profissional, o photoshop é a melhor escolha. 


Essa realidade popularizou a ferramenta e muitas pessoas passaram a ganhar dinheiro editando fotos e criando montagens para as plataformas digitais. Praticamente toda a publicação de uma rede social, blog ou site necessita de uma foto editada.


Além disso, o mundo atual exige que as fotos sejam tratadas de forma profissional e que não exponham de forma abruptamente a quantidade de filtros utilizados em uma só foto. Precisa atrelar o profissionalismo com a casualidade e os tempos modernos.


Quase como um tacógrafo digital, os celulares tentaram imitar o photoshop, mas não conseguiram. Ocorre que, infelizmente, devido ao ar profissional que envolve o programa, acabam tendo medo de aprender ou sequer sabem por onde começar.


Se o seu desejo é aprender um pouco mais sobre o photoshop, seu lugar é aqui. Hoje, separamos 10 dicas para qualquer iniciante se enquadrar dentro do photoshop e saber ao certo como começar a utilizá-lo. 

1 - Entendendo a interface 

A empresa desenvolvedora do photoshop, a Adobe, é conhecida por ter o que chamamos de painel de interface padrão, ou seja, a maioria dos seus programas seguem uma estrutura de organização parecida e totalmente adaptável à sua escolha.


Isso quer dizer que tanto as guias, quanto as caixas de ferramentas utilizam padrões de localização bem próximos a si, ou seja, oferecem uma série de possibilidades de uso sem sequer serem mudadas de lugar.


Contudo, se for do seu interesse, existe a possibilidade de fazer essa mudança. Caso você não goste da interface ou queira mudar a área de trabalho de forma como preferir, deixando fácil para você, é possível.


No Photoshop você pode criar uma área de trabalho movendo as ferramentas, como se utilizasse rodas e rodízios, somente com aquilo que você utiliza em seu dia a dia. 


Essa opção é muito boa para quem faz edições mais casuais ou utiliza sempre a mesma ordem devido a padrões a serem seguidos dentro de uma empresa.

2 - Faça ajustes automaticamente  

Muitas vezes, seja por ser um iniciante, ou não se interessar por todo o conteúdo visual que envolve as imagens, as pessoas acabam se esquecendo de uma ferramenta dentro do photoshop, os ajustes automáticos. 


Da mesma forma que uma rede social de fotos consegue aplicar filtros, aqui você também faz algo parecido, mas é mudando sutilmente as configurações da imagem ajustando aquilo baseado na inteligência do programa. 


Se houver alguma dificuldade, é sempre possível buscar por consultoria de TI para pequenas empresas para que eles realizem aqueles milagres que só a galera do TI (Tecnologia da Informação) conseguem resolver. 


Além disso, também é possível buscar na guia de imagem as opções de ajuste automático dentro da sua imagem e pronto, agora é só mexer.

3 - Cuidado com as camadas 

As camadas ou layers são talvez a parte mais importante dentro de uma montagem ou edição dentro do photoshop. Um bom editor sabe utilizar bem as camadas, afinal, são elas que organizam o trabalho. 


Existem muitos conteúdos que oferecem soluções em internet para organização de camadas, mas saiba que somente a prática te levará a compreender como elas funcionam e seguem uma espécie de hierarquia. 


Uma camada precisa estar em cima de outra interferindo, ou não, na forma como elas se apresentam. Basicamente, você pode criar uma camada para editar outra ou simplesmente adicionar algo a mais em sua imagem sem que ela interfira com as demais. 


O photoshop dispõe de diversas formas de organizar suas camadas e cada editor as organiza da maneira como acredita ser a mais organizada. No final, as pessoas não consomem o projeto, mas a imagem fica pronta. 

4 - A galeria de filtros do Photoshop 

Ah, então você achou que foram as redes sociais que introduziram os filtros no mundo? Pois é, não foram. 


Os filtros são, basicamente, pessoas que criaram um estilo de edição (cores, efeitos, edições e afins)  e salvaram na galeria do photoshop para qualquer pessoa poder usar.


Dentro do software existe a galeria de filtros que funcionam da mesma forma como o Instagram, além disso, você pode buscar por algo na internet e baixar diretamente para o seu computador caso não encontre dentro da galeria. 

5 - Salvando tudo para a internet 

Aqui existe uma possibilidade que poucos aplicativos de celular dispõe para o ajuste das plataformas digitais. As versões mais recentes do photoshop já são capazes de iniciar projetos voltados para as redes específicas.


Basta criar o projeto e ajustar de acordo com a sua escolha de destino. É possível salvar o arquivo em JPEG, PNG, JPG e outros. Assim, você consegue manter a qualidade da imagem e destiná-la para a plataforma ou site correto sem cortar nada ou pesar na rede.


  • Instagram;
  • Facebook;
  • Pinterest;
  • Twitter;
  • Linkedin.

Essas são algumas ferramentas pelas quais o Photoshop já disponibiliza versões de salvamento e até de edição ou criação a serem realizadas antes da inserção de qualquer conteúdo. Desse modo, você faz o trabalho já de acordo com o padrão dessas redes. 

6 - Adicione os textos que desejar 

Você pode encontrar a opção de adicionar texto dentro do Photoshop somente apertando a tecla “T”, mas também pode encontrá-la representada pela mesma letra, na caixa de ferramentas de edição à esquerda do seu monitor. 


Textos são elementos de fixação na maioria dos conteúdos utilizados hoje em dia, logo é quase certo que tenha de inserir algo dentro de algumas de suas publicações. O legal é que você pode mudar o alinhamento do texto, curvando ou até deixando circular.


Você também pode mudar as fontes, cores e até mesmo baixar uma fonte de alguma série que gostou. Basta baixar os arquivos e adicioná-los juntos à pasta de fontes do Photoshop. 

7 - Fazendo os seus primeiros cortes 

Os cortes são polêmicos, há quem diga que a essência de uma imagem está no todo que ela entrega, mas se tratando da criação de conteúdos, é quase certo que você utilize com frequência as diversas ferramentas de corte.


Há muitas formas de fazê-los, mas a mais intuitiva é utilizar a tecla “C” para acionar diretamente a ferramenta de corte localizada na barra de ferramentas à esquerda de seu monitor. 


Aqui basta fazer igual o Paint, selecionar o que você deseja e confirmar com a tecla “Enter”.

8 - O bom e velho Preto e Branco 

Esse é um ajuste bem utilizado para diferentes fins e diferentes situações. Pode ser facilmente acionada com um filtro que já ensinamos ou por meio do submenu de Ajustes, localizado na guia “Imagem”.


Aqui você consegue deixar  a sua imagem da cor que desejar utilizando o sensor de nível de cores do Photoshop.  É possível deixar tudo preto e branco, azul ou verde. Deixe a sua criatividade te guiar. 


9 - Redimensionando uma imagem sem estourá-la

As imagens que não são vetoriais podem ser redimensionadas até certo nível de pixels antes que percam a proporção.


 Na linguagem popular é dito que a imagem “estourou” ou “alargou”, mas na realidade isso ocorre pela mudança nas proporções delas.


Toda a imagem corre o risco de sofrer com isso, mas existe um limite se tratando de imagens bem tratadas. 


No momento de redimensionar uma imagem, considere utilizar a tecla “Shift” junto com a ação, desse modo, você garante que elas cresçam ou diminuam de forma uniforme.


É como se você estivesse utilizando uma espécie de válvula globo, que controla o tanto que a imagem possa estar crescendo ou diminuindo. 

10 - Considere investir em um bom curso 

Um bom curso de photoshop pode garantir a você boas dicas de como utilizá-lo da melhor forma possível. Você pode acompanhar conteúdos gratuitos na internet capazes de te darem uma boa base introdutória e em seguida tentar começar as suas criações.


Não desanime, pois no início pode parecer tudo muito complicado e complexo, mas essa sensação é fruto de toda a facilidade que as redes sociais entregam. Ser completo não significa ser complicado, mas que apenas detém de mais opções a serem exploradas;


Por isso, a criação de uma imagem feita no photoshop é totalmente diferente de tudo que é feito em sites e aplicativos normais. A diferença para quem consome é clara, pois se trata de um trabalho feito em algo exclusivo para aquilo. 


A empresa do programa também dispõe de dicas, exemplos e até comunidades com tutoriais que ensinam a fazer novos efeitos e artes visuais. Explore a comunidade, estude bastante e aprenda


Portanto, lembre-se:  a criatividade pode ser grande como aqueles tanques industriais que vemos no cinema, cheia de novas possibilidades.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem


Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.