Muitas pessoas estão procurando conhecer mais sobre o blockchain, esse novo método de trabalho que tem sido foco de muita discussão no mercado de tecnologia, em grande parte pelo potencial de segurança que ele oferece.

Entenda o que é Blockchain

O blockchain nada mais é do que um banco de dados cujo armazenamento é realizado de maneira pública, sem que haja um controle central, garantindo uma operação mais clara e transparente, assim como acontece com a avaliação de imóveis rurais, por exemplo.

Dessa forma, a informação retida nesse tipo de banco é completamente auditável e transparente. Existem muitas transações hoje em dia que utilizam o blockchain para armazenar os dados, como:

  • Criptomoedas;
  • Rastreamento de produtos;
  • Armazenamento de arquivos;
  • Registro de certificados.

Todos estes elementos prezam majoritariamente pela segurança das transações, uma vez que este é um grande diferencial dos blockchains.

Ademais, é importante reforçar que o processo desse tipo de banco de dados é a distribuição ordenada das informações, contendo uma cadeia de blocos cronologicamente ordenados.

Dessa forma, os dados inseridos sobre analise de risco processo, por exemplo, são armazenados com um código de criptografia para proteger as informações.

Isso significa que qualquer alteração realizada em um bloco da cadeia de informações invalidará os blocos que se seguirem, garantindo assim uma segurança muito maior para as informações retidas nesse processo.

Um dos grandes diferenciais desse tipo de banco de dados é que não existe uma entidade que regule esse processo. Isso significa que qualquer pessoa consegue validar os dados, ou solicitar a inclusão de novas informações dentro do blockchain.

O mecanismo cria um sistema que é praticamente inviolável para registrar dados diversos, que são inseridos de maneira sequencial. No início do processo ainda havia problemas com esse tipo de tecnologia, normalmente quando aparecia uma disputa sobre as informações.

Normalmente, isso acontecia quando duas fontes diferentes inseriram informações em um período muito próximo, desde que as informações fossem válidas. Por conta disso, era difícil para os usuários que faziam a validação determinar qual era a versão correta.

Os blockchains conseguiram avançar em sua tecnologia com o advento do Bitcoin, que acabou resolvendo a situação das disputas. Assim, esta criptomoeda acabou se tornando a maior do mercado, e uma força importante a se ter em mente.

Conheça as vantagens do blockchain

Um dos principais motivos de tantas empresas estudarem a viabilidade do blockchain é a capacidade de armazenar dados de sua empresa de, por exemplo, ACM revestimento com segurança. Esse método previne que qualquer dado seja apagado ou alterado.

Entretanto, para que as transações dentro da blockchain sejam validadas, é preciso que os usuários inseridos na cadeia de dados façam a validação, sem que uma entidade centralizadora possa fazer a ação de forma independente.

Isso significa que você consegue uma estrutura com segurança, transparência e, muitas vezes, agilidade para realizar transações financeiras, sobretudo de maneira autônoma, o que é muito importante para a utilização desse tipo de tecnologia.

Isso significa que não haverá necessidade de uma terceira via para proteger e autenticar os dados, o que elimina gastos desnecessários e outras informações relevantes para esse tipo de ação.

Isso é muito importante para que você consiga trabalhar com efetividade suas transações, conseguindo estruturar melhor o blockchain como uma ferramenta de armazenamento de dados e de procedimentos diretos para uma equipe de serviços em TI, por exemplo.

O blockchain em funcionamento

Para conseguir definir se sua empresa precisa desse tipo de operação, é importante entender o funcionamento do blockchain por etapas, para que você consiga avaliar a viabilidade do processo em suas transações.

O blockchain é formado por uma sequência de blocos com dados e informações, que são ligados entre si. Cada bloco possui um algoritmo que o une ao bloco anterior, criando assim uma cadeia de informações.

Esses blocos são então validados por um grupo de usuários anônimos, garantindo transparência e segurança para a operação em, por exemplo, sua empresa de instalações elétricas.

Isso porque qualquer bloco que fuja do padrão ou tente se apresentar de maneira incorreta é detectado e invalidado pelos demais.

Por conta desse processo, acaba sendo muito trabalhoso e custoso tentar atacar um blockchain, além de exigir tempo e exposição do criminoso, o que muitas vezes desencoraja esse tipo de pessoa de seguir com a ação.

Por outro lado, por se tratar de um processo anônimo e padronizado, o custo de defesa e validação da ferramenta é muito abaixo de outros tipos de ação. A retirada de um centralizador é uma grande vantagem para a segurança.

Isso porque, apesar de uma máquina que centraliza a operação agilizar alguns processos, é importante ter em mente que você precisará de uma ação mais efetiva de proteção para essa máquina.

Isso porque um cibercriminoso que consiga acesso à centralizadora poderá modificar qualquer informação do banco de dados, colocando toda a sua empresa em risco com um simples acesso para realizar uma inspeção de instrumentos, por exemplo.

Além disso, você se coloca em risco de perda de dados relevantes no caso de um problema mecânico ou de software com a máquina centralizadora. A mesma coisa não ocorre com o blockchain, que é formado por uma rede ponto-a-ponto.

Isso significa que mesmo que algum dos usuários na rede de proteção desligue a máquina, o mecanismo do blockchain seguirá em funcionamento sem nenhum tipo de impeditivo. Nesses casos, você não desliga a rede de computadores.

Blockchain, Bitcoin e Bancos de dados

Algumas pessoas ainda têm confusão com relação aos dois termos. Enquanto o primeiro é um banco de dados, o segundo é o ativo digital. Isso significa que o blockchain é uma ferramenta que possibilita a utilização do Bitcoin.

O blockchain é uma das tecnologias utilizadas pelo Bitcoin para garantir o funcionamento correto de suas regras, sendo uma ferramenta importante para a segurança das transações com a criptomoeda.

Também é muito comum confundirem o blockchain com outros formatos de banco de dados. Normalmente, para facilitar a explicação sobre o que é o blockchain, muitas pessoas acabam usando como exemplo um banco de dados comum.

Entretanto, embora essa descrição não esteja errada, ela elimina alguns aspectos importantes do blockchain, que são um diferencial em questão de segurança e que tornam as duas tecnologias distintas.

A questão das redes ponto-a-ponto, ao invés de trabalhar com um servidor centralizado, é um dos principais elementos para a utilização dos blockchains, e é uma das situações em que esta tecnologia se separa dos bancos de dados convencionais.

Além disso, é importante ter em mente que o blockchain armazena todas as transações para sempre.

Isso significa que sempre que uma alteração for efetuada, você conseguirá identificar seu histórico para saber se a transação de, por exemplo, acoplamentos hidráulicos ocorreu conforme o procedimento correto.

Este é um elemento-chave para a diferenciação entre o blockchain e os bancos de dados tradicionais, em grande parte porque no segundo caso é possível alterar ou deletar dados históricos, o que acaba sendo um problema para a segurança.

Vantagens do blockchain

Agora que você conhece melhor os blockchains, é hora de entender algumas de suas principais vantagens e porque tantas pessoas têm migrado para esse formato de ferramenta, garantindo mais segurança e qualidade para as operações.

Facilitação de transações

O blockchain é uma excelente ferramenta para efetuar transações comerciais de todos os tipos. Isso acontece porque as empresas conseguem criar uma rede própria para fornecedores e parceiros, o que acaba facilitando muito os trabalhos.

Todo o processo, desde a automação de contratos até toda a parte logística pode ser impactada por esse tipo de ação, principalmente pelo potencial de otimização do processo através de automatização de vendas de, por exemplo, cabide valor.

Quando você elimina as interações humanas do processo, consegue diminuir os erros possíveis durante as transações, agilizando a conexão entre compradores e vendedores como um todo.

Registros privados

Muitas empresas precisam confiar em terceiros para a proteção de suas informações. Ainda que todo o cuidado seja tomado, erros ainda podem acontecer, sobretudo em processos centralizados em um servidor.

Por isso, o blockchain acaba servindo como uma vantagem, uma vez que cada registro dentro da cadeia de dados é criptografado de maneira individual, e uma chave de acesso personalizada é gerada.

Dessa forma, você reduz consideravelmente as chances de sua empresa ter seus dados rastreados e tomados por um hacker, uma vez que ele dependeria de uma série de ações para conseguir acesso a cada etapa da rede.

Considerações finais

O blockchain é um processo relativamente novo no mercado, mas suas possibilidades são impressionantes. Trata-se de uma ferramenta muito importante para garantir mais segurança e estabilidade em uma série de transações.

Por conta disso, muitas empresas têm abandonado recursos antigos e adotado o blockchain como uma forma de se proteger de ataques e invasões, garantindo também mais transparência e qualidade em cada operação.

Essa modernização é um passo importante para que sua empresa consiga destaque em um mercado cada vez mais ágil e competitivo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quem gosta comenta!

O você achou desta publicação? Qual sua opinião a respeito?
Gostaria de acrescentar algo? Use o campo abaixo e registre sua participação nesta publicação.
Sugerimos Usar a Opção Nome + URL = Escreva seu nome e no campo url coloque o link de seu blog, site, rede social ou deixe em branco.
Estamos aguardo sua participação.

Postagem Anterior Próxima Postagem
GeraLinks - Agregador de links


 *Todos os textos do Seja Hoje Diferente é uma produção independente e todo conteúdo produzido é de total responsabilidade de seus idealizadores e editores, apresentados em "Informações" e ou Links de origem.

*O artigo acima não reflete, necessariamente, a opinião do Seja Hoje Diferente publicado em carater divulgativo. 

Artigos Recentes do Blog
Clique para artigos recentes