A trajetória da cartunista Laerte mudou bastante a partir dos anos 2000

Após uma cinematográfica fuga da "Masmorra de Detenção", os terríveis Piratas do Tietê estão de volta, espalhando pânico, medo e muita risada. Para proteger a Metrópole dessa terrível "enchente do mal", o destemido caça-piratas Silver Joe é recontratado pelo poder público, mas, ao usar sua própria filha como isca para desentocar os facínoras, o justiceiro rompe as compotas do passado, fazendo a marginal transbordar de paixão, fúria, vingança e surpreendes revelações, tendo como "pano-de-fundo" a atrapalhada produção de um "filme-pirata", movido à ganância, cobiça e uma garrafa de rum.
E isso não é nem o começo...


Piratas do Tietê – o Filme é um espetáculo em estilo de quadrinhos, com texto original de Laerte, que adaptou para o teatro seus conhecidos personagens das tiras de humor, com concepção do LaMínima e direção de Beth Lopes. Com sua temática urbana, parece ter sido feita sob encomenda. Navios, piratas e marinheiros foram a origem de muitas das atuais técnicas circenses e com certeza oferecem um riquíssimo vocabulário para a criação de inusitadas situações cênicas.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem
Shopee