Blog Diferente Para Ser Diferente

Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Quem tem pets em casa sabe que manter tudo em ordem, inclusive a decoração, pode ser extremamente desafiador. 


Isso porque os bichinhos precisam de espaço para brincar e se divertir - então, a decoração também deve ser pensada para o bem-estar de todos, incluindo moradores e animais.


Além disso, é preciso levar em consideração que muitos pets são arteiros, que nem crianças mesmo, e podem acabar estragando a sua decoração. 


Quem tem pet sabe bem que é preciso fechar gaveteiro com chave, já que muitos cachorros e gatos costumam pegar as roupas de seus donos, derrubar os enfeites e fazer muita arte.


Por isso, o artigo de hoje trouxe algumas dicas de decoração para quem tem pets em casa. Dessa forma, você pode ter um ambiente arrumado e organizado, além de promover o bem-estar e segurança dos seus animais de estimação.


Quer saber mais? Então, acompanhe a leitura!


1 - Comece com o cantinho de descanso do pet

O seu pet precisa de um local de descanso apropriado. Por esse motivo, uma dica é criar um espaço aconchegante e que, ao mesmo tempo, possa resultar em um detalhe de decoração para a sua casa.


Você pode colocar caminhas, colchões, ou até mesmo uma tenda, para manter o bichinho bem aquecido e confortável.

 

É importante escolher tecidos e estampas que combinem com o seu estilo de decoração, mas sem deixar de atender às necessidades do seu cachorrinho ou gato.


Algumas caminhas totalmente decoradas podem ser vistas em lojas de pet shop banho e tosa, bem como em estabelecimentos voltados para artigos de animais. Opte por tecidos mais lisos, pois eles são mais fáceis de limpar e grudam menos pelos.


Você também pode deixar o comedouro do seu pet muito mais criativo. Um tronco de árvore, garrafas pet e outros materiais recicláveis podem te ajudar nisso - com eles, você cria algo totalmente personalizado!

2 - Dê atenção para a segurança

A segurança do seu pet deve vir em primeiro lugar. Por essa razão, antes de buscar artigos de decoração para casa, é importante avaliar se os espaços estão devidamente protegidos.


Essa dica é válida principalmente para quem mora em apartamentos ou locais mais altos. Afinal de contas, há o risco de quedas.


Daí a importância de colocar tela de proteção para janela em todos os cômodos. Hoje em dia, é possível encontrar opções bem bonitas e sofisticadas, que não atrapalham a decoração da sua casa.


A tela de proteção é imprescindível para quem tem gatos, mesmo em casas térreas. Os bichanos podem querer escapar à noite e isso não é benéfico para eles, já que podem sofrer acidentes ou pegar doenças.


Por isso, além das janelas, é recomendável telar também os muros e outros locais da casa que podem ajudar no escape dos seus gatos.

3 - Esqueça os tapetes caríssimos

Os tapetes têm muitas vantagens em relação ao carpete. Para começar, destacamos a facilidade de limpeza, já que basta tirá-lo do ambiente para promover uma higienização adequada e simples.


No entanto, para quem tem pet, a recomendação é esquecer os tapetes caríssimos, pois eles são alvo das patinhas sujas, unhas afiadas e até mesmo necessidades fisiológicas dos seus pets - ainda mais se o animal está em processo de adaptação.


A dica é escolher uma versão mais barata, fácil de lavar e de tecidos sintéticos. 


Além disso, caso o tapete seja muito escorregadio, vale a pena prendê-lo com uma fita antiderrapante para escada externa, evitando que seus animais (e até mesmo as pessoas) sofram com as quedas.

4 - Prefira pisos mais resistentes

Você também precisa saber escolher o piso ideal para a sua casa. Nada de revestimentos difíceis de limpar, extremamente porosos ou que não possam ser molhados. 


Você vai acabar tendo muito trabalho, fora que, uma hora ou outra, não vai dar mais para tirar toda a sujeira.


O ideal é optar por materiais mais resistentes e lisos, como o porcelanato ou o piso de cimento polido. Só tome cuidado para não escolher um material muito escorregadio!

5 - Proteja os itens mais frágeis

Sabe aquele vaso de vidro que você ama? Então, se você quer decorar a casa com ele, o jeito é deixá-lo em um local que o seu pet não alcance.


Para os cães, basta colocar os itens frágeis em locais mais altos, para que a cauda não acabe derrubando sem querer. Já para quem tem gatos, a situação é um pouco mais complicada.


Uma alternativa é deixar essas peças dentro dos armários de vidro. Assim, você pode exibi-los sem medo, visto que o acesso dos bichanos é muito mais difícil.

6 - Opte por tintas laváveis em casa

Mesmo para quem mantém uma rotina frequente de banho e tosa dos pets, uma hora ou outra o seu bichinho vai acabar pisando na terra, principalmente durante os passeios fora de casa.


Por esse motivo, uma opção extremamente vantajosa é pintar as paredes com tintas laváveis. Você pode contratar uma empresa de pintura residencial para o serviço. 


Dessa forma, ao constatar uma marquinha de pata, é só limpar com um pano. Pronto! Muito mais prático, não é mesmo?


Hoje em dia, grande parte das tintas de maior qualidade são laváveis. Além disso, é possível encontrar cores diferentes, ou até optar por tonalidades criativas, que promovem uma decoração totalmente diferenciada.


Não esqueça de escolher as tonalidades que façam sentido para a sua decoração. 

7 - Escolha móveis compatíveis com o seu pet

Nada de comprar um colchão de ar ou de água, principalmente se o seu gato costuma ficar na cama com você. As unhas afiadas do animal podem rasgar o móvel e você vai acabar se dando mal.


Então, sim: os móveis devem ser compatíveis com o seu pet. Algumas dicas para escolher a mobília ideal são:


  • Optar por tecidos mais escuros;

  • Escolher revestimentos lisos e fáceis de limpar;

  • Evitar deixar artigos em cima das mesas de centro;

  • Dar preferência para estruturas mais resistentes.


Ao comprar uma cadeira para escritório sem rodinha, por exemplo, verifique o estofado do móvel e se ele não estraga fácil. Afinal de contas, se o seu pet subir na cadeira, você pode ter um grande trabalho para consertar o tecido depois.

8 - Tenha espaços divertidos para o seu animal

Os pets são como crianças - não é à toa que eles precisam de um ambiente divertido para gastarem energia e brincarem.


Por essa razão, tenha um espaço para que os animais possam se entreter, como mobílias que podem ser escaladas pelos gatos, bolas de brinquedo que também servem como decoração, entre outros itens.


Uma sala planejada, por exemplo, pode contar com um armário já com um arranhador. Assim, você vai ter uma decoração única e, além disso, oferecer diversão para o seu pet.


Aqui, vale abusar da criatividade para criar as esculturas-brinquedos. Crie formas divertidas, estilosas e personalizadas, capazes de agradar os seus animais de estimação, mas também oferecer um estilo único para a sua casa.


Por exemplo, você pode criar uma escultura semelhante a uma árvore de madeiras e os galhos podem ser de pequenas prateleiras. Ou seja, é um móvel funcional e extremamente divertido - especialmente, para os gatos.


Outra dica é usar pallets de madeira com rodinhas e futon para criar caminhas rústicas e extremamente confortáveis. Assim, você pode confeccionar uma cama do tamanho e altura que quiser, além de pintar a madeira com tonalidades criativas.


Para evitar os arranhões nas portas, uma dica é cobrir as portas com chapas de acrílico transparente, até na base da maçaneta. Você pode dar um toque mais ousado à decoração, optando por uma chapa de tonalidade contrastante, como amarelo ou vermelho.

9 - Use mantas

As mantas são grandes aliadas dos pets. Elas podem ser colocadas em cima dos móveis, protegendo-os da sujeira, arranhões e pelos - fora que é bem mais simples de limpar, pois basta retirar o tecido e colocá-lo na máquina de lavar.


Aqui, entram as mesmas recomendações de antes: tecidos lisos, para evitar que os pelos grudem muito. 


A grande vantagem é que as mantas podem ter várias cores e modelos, dando um toque diferenciado para a decoração. Além disso, o ambiente se torna muito mais aconchegante.

Conclusão

Está com dificuldades de adaptar a casa para o seu pet? As dicas de hoje podem te ajudar a planejar a decoração da sua residência, tornando-a funcional e, ao mesmo tempo, esteticamente agradável, sem comprometer o conforto dos moradores e animais.


Dessa maneira, você terá uma casa linda e que ajuda no bem-estar do seu pet. Então, vamos começar a decorar!


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!

Seja um Amigo Colaborador Mensal via Pix: Nos Ajude a Ajudar a Quem Precisa. Colabore com qualquer valor! Pix: Celular 5511983637919 Veja: Fazer o Bem Faz Bem

GeraLinks - Agregador de links