Blog Diferente Para Ser Diferente

Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Não é segredo para ninguém como uma festa infantil pode ser importante para uma criança, seja ao comemorar o aniversário ou alguma outra conquista ou fase de transição, como a aprovação em algum curso ou ano escolar.

Mas o principal é, sem dúvida, o aniversário, que pode ser marcado por algo inesquecível, que inclua convidados que também têm filhos da mesma faixa etária e podem impactar na memória afetiva da criança.

Algo como uma fantasia infantil masculino pode, com o auxílio da tecnologia atual, redundar em fotos e vídeos que uma criança guardaria por muitos anos. 

Contudo, como nas cidades grandes os espaços residenciais têm sido cada vez menores, surge uma dúvida. Quando não há um espaço alugado ou um condomínio no qual desfrutar de uma área bacana, é possível fazer uma festa e ainda contar com convidados?

A resposta é sim, com certeza dá para fazer algo memorável. Então, se você quer compreender melhor como, basta seguir adiante na leitura.

Planejamento e lista de convidados

Tudo começa com um bom planejamento, não é mesmo? Isso é ainda mais verdadeiro quando se trata de uma festa que precisa otimizar a lista de convidados e o espaço de que se dispõe.

Então o primeiro passo é esse mesmo, fazer uma lista que leve em conta a situação, e que, portanto, sempre vai acabar deixando alguém de fora.

Um critério que pode ajudar é justamente selecionar apenas os pais que tenham outros filhos, ou os coleguinhas que sua criança já tem na escola.

Neste caso, mesmo que algum amigo ou parente soubesse do evento para o qual não foi convidado, logo perceberia que o critério foi justo, pois considerava apenas quem também tinha filhos, não é mesmo?

Como explorar outros cômodos?

É preciso “pensar fora da caixa”, como se diz hoje em dia. É comum que uma festa residencial aproveite apenas a sala de estar e a cozinha, além do banheiro.

Mas e se os dormitórios também entrassem no jogo? Neste caso, além das mesas e cadeiras que são indispensáveis, você já pode começar a pensar em algo como uma barraquinha de comida festa infantil.

Com a ajuda de mais alguém, é possível armar uma barraca dessas em um quarto, onde uma pessoa ficaria distribuindo algum petisco. Em outro dormitório, seria possível armar algo como um brinquedo inflável.

Em um caso, empurrar uma cama de casal já pode ser suficiente para armar um brinquedo. No outro, pode-se usar o próprio quarto da criança, que tende a liberar ainda mais espaço quando tem a cama arrastada.

O segredo de facilitar a circulação

Se todos puderem circular facilmente pela casa, certamente a festa será tranquila e o evento não vai ocasionar nenhum acidente ou transtorno, seja para os organizadores ou para os convidados.

Uma dica que ficou clara acima tem a ver com arrastar móveis. Assim, se você arrastar a mesa principal da sala até uma parede, já economizará muito espaço. Depois, é possível tirar as cadeiras dela e espalhar pelos cantos da casa, ou rentes ao rodapé.

Não é preciso dizer que ela própria pode ser a mesa do bolo e do “parabéns”, não é mesmo? Além disso, deste modo você já aproveita a parede de fundo para fazer decorações, que podem ir desde bexigas até faixas temáticas.

Assim, alguns podem se sentar, e outros podem circular com mais tranquilidade. Nestes casos, é até possível contar com ajuda profissional, como contratar um buffet de massas, pois nada impediria que um garçom trafegasse pelos cômodos com a bandeja.

Outra maneira de otimizar o espaço, é controlando o fluxo. Para isso não é preciso mandar ninguém fazer nada, ou proibir certas coisas, basta canalizar a atividade das crianças.

Como elas são as mais espaçosas, que tal propor atividades específicas, concentrando-as em determinados espaços o máximo de tempo possível?

Como garantir a segurança geral?

Dependendo da idade das crianças, a própria alimentação precisa ser disponibilizada de maneira atenciosa, criteriosa e com cuidados quanto a qualquer risco de acidentes.

Imagine, por exemplo, uma criança que ainda não fala direito tendo acesso livre à mesa de doces para festa de aniversário infantil. Seria algo temerário, sem dúvida, e não é de bom tom exigir que “cada mãe/pai faça sua parte”.

O ideal é, como sempre, evitar. Portanto, é fundamental dar uma espiada em todos os cômodos e verificar, alguns minutinhos antes, se não tem nada à mostra que possa ser perigoso.

Quanto ao banheiro e à cozinha, nunca deixa a criançada entrar nesses cômodos sozinha. 

Assim, mesmo tendo um espaço pequeno, você certamente vai organizar uma festa inesquecivelmente boa.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!

Faça parte do nosso grupo de Amigos no Facebook, junte-se ao Seja Hoje Diferente! Inscreva-se agora mesmo no Veja: Grupo no Facebook clicando aqui!

GeraLinks - Agregador de links