Blog Diferente Para Ser Diferente
Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Pintar a casa é uma ação fundamental para dar o acabamento e garantir que os espaços fiquem bonitos, agradáveis e confortáveis.

A qualidade da pintura e a cor da tinta usada, por exemplo, são aspectos que vamos ter que conviver no dia a dia, portanto, eles devem ser bem pensados.

Assim como a ausência de pintura dá uma visão desagradável, um trabalho não tão bem-feito também pode ser. Pensando em tamanha importância, neste artigo, reunimos algumas dicas para você pintar a sua casa do jeito certo.

Está com dúvidas ou com medo de errar? Acompanhe até o final e anote tudo, temos certeza que depois disso, você fará um bom trabalho.

Mudanças que a pintura traz para os ambientes

A pintura é a última etapa de uma construção ou reforma, mas ela não deixa de ser importante, uma vez que é responsável pelo acabamento que ficará visível a todos.

Ela pode mudar os cômodos de muitas maneiras, tal como aquele quarto que parecia muito escuro por conta de uma pintura velha ou de tom mais quente, pode se tornar muito mais alegre e iluminado.

Os espaços ficam mais vivos e bonitos e, com apenas uma boa pintura, podemos mudar totalmente a sua funcionalidade. Por exemplo, usando apenas uma lata de tinta e mudança dos móveis, transformamos um escritório antigo em um quarto de bebê.

A pintura de fachada pode renovar o aspecto de uma construção, por mais antiga que ela seja. O imóvel fica como novo, sem precisar de alterações mais invasivas, como uma reforma pesada, salvo quando necessário.

Dicas para pintar seu imóvel

Agora que você já entendeu a importância da pintura, vamos as dicas. Mas não se esqueça de providenciar alguns materiais antes, como:

Lixa;
Bandeja;
Pincel;
Rolo;
Fita crepe;
Escada.

Esses são os itens básicos, porém, a depender do tipo de pintura, pode ser que você precise de outros itens. Dentre as dicas para colocar a mão na massa são:

1. Revestir o chão e móveis

Use papelão ou jornal para forrar o chão e os móveis. Os plásticos não são indicados, afinal, além de piorarem a sujeira, não são nada sustentáveis.

Da mesma forma, não se esqueça de afastar a mobília das paredes. A pintura externa é muito mais fácil nesse ponto, mas forrar o chão também é necessário.

2. Fazer a limpeza das paredes

Antes de pintar, é preciso garantir que as paredes estejam limpas. Sujeiras podem ser removidas com água e detergente, e os mofos devem ser retirados com água sanitária.

Rabiscos com canetinha hidrocor podem ser eliminados com álcool, mas se houver caneta esferográfica, é necessário lixar para que saia.

3. Proteger rodapés e dobradiças

Os rodapés podem ser protegidos com uma fita crepe grossa, mas antes, é necessário tirar a poeira para que ela grude. 

As dobradiças, por sua vez, devem receber uma camada de vaselina, pois ela impede que a tinta seja aderida.

4. Comece pelo centro

Quando falamos de reforma, tudo exige técnica. Por exemplo, para fazer impermeabilização de laje exposta, existe todo um procedimento necessário.

Com a pintura não é diferente: a melhor maneira de garantir uma boa cobertura das paredes é desenhar um “W” no centro dela e, em seguida, ir pintando o restante com o rolo.

Desse jeito, você terá total controle da qualidade de tinta usada, espalhando a pintura por toda a extensão da parede, o que garante sua uniformidade.

5. Cuide do acabamento

Cantos próximos ao teto e rodapé devem ser pintados com pincel. O rolo não garante a cobertura perfeita nesses pequenos espaços, mesmo que você use um extensor.

Utilize a escada para alcançar os pontos mais altos e meça bem a quantidade de tinta depositada no pincel.

6. Passe uma segunda mão

Nem sempre a primeira passada é uniforme e, na maioria dos casos, é necessário passar uma segunda mão para que a cobertura fique perfeita.

Antes de tudo, pesquise!

Seja na hora de pintar ou de fazer impermeabilização de paredes externas é essencial pesquisar preços e produtos. Da mesma forma, não se esqueça de buscar referências de profissionais.

Caso você não queira pintar sua casasozinho, mesmo depois de ler essas dicas, peça orientações e indicações de pintores com amigos e parentes.

Essa mão de obra não costuma ser barata, mas é fundamental que o trabalho seja feito por um especialista na área, afinal, assim você evitar ter de fazer uma repintura ou gastar a tinta com um trabalho mal-feito.

De qualquer forma, seguindo as dicas que demos aqui, certamente pintar as paredes da sua casa vai ficar muito mais fácil, além de deixar o ambiente mais atraente e confortável.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!