Blog Diferente Para Ser Diferente
Blog Diferente Para Ser Diferente, Vem Com a Gente!

Juntos Somos + Fortes e Unidos Somos Melhores!
Seja Hoje Diferente:


Reprodução Divulgação - Internet

Muitos pais acabam adotando no filho a mesma rotina de limpeza – e inclusive os mesmo produtos – usados nos adultos, o que pode comprometer a saúde e beleza dos fios

Cuidar dos cabelos das crianças não precisa ser um desafio para os pais, mas saber como fazer a rotina de limpeza e hidratação e quais práticas evitar é sempre importante para manter os fios mais bonitos e saudáveis.

Entenda a importância da rotina de cuidados com o couro cabeludo infantil e saiba qual a maneira correta de se fazer sua higiene.

Quais os cuidados com os cabelos das crianças?

Nem sempre os cuidados com os cabelos das crianças resumem-se a lavar e pentear. Diversos aspectos devem ser considerados de acordo com as características dos fios.

Frequência de lavagens

O primeiro aspecto a ser considerado é a frequência de lavagens dos fios. Quando a criança brincar e suar, principalmente em ambientes externos, a recomendação é lavar os fios.

No entanto, as meninas têm menos oleosidade no couro cabeludo, sendo que a rotina de lavagens pode intercalar entre dois e três dias, dependendo também da rotina da criança.

A recomendação é sempre usar água fria ou morna nos cabelos e o condicionador só deve ser aplicado em cabelos mais secos. No caso de bebês, por exemplo, o xampu infantil é suficiente.

Produtos utilizados

O couro cabeludo das crianças é mais sensível, o que demanda também a escolha de produtos específicos para elas.

Por exemplo, os xampus para criança não tem sulfato, substância detergente que faz uma remoção mais intensa da oleosidade. A retirada excessiva do óleo pode prejudicar a lubrificação natural dos fios e retirar a camada natural de gorduras que protegem o couro e o fio de cabelo. 

Além disso, os condicionadores infantis costumam ser sem petrolatum - substância que impregna no fio e é de mais difícil remoção.

Outra consideração importante é que o couro cabeludo das crianças tem um pH diferente do dos adultos. Dessa forma, deve-se selecionar produtos com pH neutro para o cabelo infantil.

Pentear

Um problema frequente nos cuidados dos cabelos das crianças é o momento de pentear. Algumas crianças têm até trauma, o que indica que tem algo errado na forma como isso tem sido feito.

No caso de cabelos lisos, a recomendação é pentear duas vezes ao dia para auxiliar na remoção dos fios que se soltam normalmente e evitar emaranhados. Isso pode ocorrer após o banho, com os fios úmidos, e antes de dormir.

Destaca-se, no entanto, a importância de usar um pente adequado ao tipo de cabelo da criança e também que a escovação seja iniciada nas pontas, para remover os nós aos poucos, e só depois ir de cima para baixo em todo o comprimento.

No caso de crianças com fios encaracolados tentar penteá-los secos vai machucar o couro cabeludo e deixar os fios quebradiços e com frizz.

A recomendação é pentear apenas com os fios molhados, usando um pente de dente largo e iniciar nas pontas, desembaraçando aos poucos.

Hidratação e umectação

Em alguns casos pode ser necessário realizar a hidratação ou umectação dos fios. A recomendação, no entanto, é usar produtos específicos para crianças.

A hidratação em crianças pode ser feita uma ou duas vezes por semana, dependendo da necessidade. Esse procedimento só é recomendado para fios mais ressecados.

No caso da umectação, ela pode ser realizada uma vez por semana em crianças com fios mais secos e grossos. Nesses casos são recomendados óleos vegetais naturais, como de coco ou amêndoas.

Exposição solar

Não é possível – e nem recomendado – impedir a criança de brincar ao ar livre e na praia. No entanto a exposição solar deve ser em horário de sol mais ameno, como antes das 10h e após as 16h.

Além disso, use um hidratante com protetor térmico antes de a criança entrar na água e, preferencialmente, use um boné ou chapéu para evitar a exposição direta do sol no couro cabeludo.

Após os mergulhos, lave os cabelos da criança com água potável, removendo o excesso de sal. Lembre-se também que será necessário lavar o cabelo nesse dia.

Equipamentos térmicos

Os equipamentos térmicos como secador e chapinha não são estritamente proibidos nas crianças, mas os pais devem fazer um uso consciente do recurso, como apenas em ocasiões especiais.

Se a escolha for entre dormir com o cabelo molhado ou secá-lo com secador, fique com a segunda opção, mas planeje-se para que esse uso não seja recorrente.

Químicas

O uso de químicas no cabelo infantil não é altamente contraindicado por especialistas. O que pode ocorrer é que no longo prazo a criança terá problemas para cuidar dos cabelos, incluindo um rareamento precoce e queda mais intensa que o normal.

A recomendação é ter uma rotina de cuidados específica para o tipo de cabelo da criança. Caso identifique alterações capilares ou no couro cabeludo, como queda de cabelo, dermatites e alergias, procure um médico especialista em cabelos com urgência.
Postagem Anterior Próxima Postagem
Você de qualquer lugar do Brasil que tenha gostado do nosso projeto e queira nos ajudar com o valor de DOIS CAFÉS mensais, não vai te pesar em nada e você estará ajudando a ajudar quem precisa, veja clicando aqui.
Novos Artigos

GeraLinks - Agregador de links