Blog Diferente Para Ser Diferente
Blog Diferente Para Ser Diferente

Os cabos de Ethernet são continuamente atualizados para aumentar as velocidades de largura de banda e reduzir ruídos, então saber qual deles escolher pode ser complicado. 

Neste artigo, vamos analisar as diferenças entre CAT5e e CAT6, para que você possa tomar uma decisão informada e encontrar a melhor solução para sua aplicação.


O que é o cabo CAT5e?

CAT5e, ou também conhecido como categoria 5e ou "Category 5 Enhanced", é um cabo de rede padrão aprovado em 1999. O CAT5e oferece desempenho significativamente superior sobre o velho padrão CAT5, incluindo velocidades mais rápidas em até 10 vezes e uma habilidade infinitamente superior de atravessar distâncias sem ser impactado por diafonia. Os cabos CAT5e apresentam tipicamente bitolas retorcidas de 24 pares de fios, que podem ser compatíveis com redes Gigabit para distâncias de segmentos de até 100 m.

O que é o cabo CAT6?

CAT6, derivado da Categoria 6, foi lançado apenas alguns anos depois do CAT5e. O CAT6 é um cabo padronizado com par retorcido para Ethernet, retrocompatível com CAT5/5e e padrões de cabos CAT3. Como o CAT5e, os cabos CAT6 são compatíveis com segmentos de Gigabit Ethernet de até 100 m, mas também permitem o uso em redes 10-Gigabit por uma distância limitada. No início desse século, o CAT5e tipicamente ia até as estações de trabalho, enquanto o CAT6 era usado na infraestrutura do backbone de roteadores e seletores.

Largura de banda CAT5e vs. CAT6

Tanto o CAT5e quanto o CAT6 podem gerenciar velocidades de até 1000 Mbps ou um Gigabit por segundo. Esse valor é mais do que suficiente para a velocidade da maioria das conexões de internet. 

Existe uma pequena chance de que você atualmente tenha uma conexão de internet que possa alcançar a velocidade de 500 Mbps. 

A principal diferença entre os cabos CAT5e e CAT6 se relaciona com a largura de banda que o cabo pode receber para a transferência de dados. 

Os cabos CAT6 foram projetados para operação em frequências de até 250 MHz, comparados com 100 Mhz para CAT5e. Isto significa que o cabo CAT6 pode processar mais dados ao mesmo tempo. 

Pense nisso como a diferença de uma autoestrada com 2 ou 4 faixas. Em ambas você pode dirigir com a mesma velocidade, mas em uma autoestrada com 4 faixas é possível gerenciar um volume maior de tráfego ao mesmo tempo.

Velocidade CAT5e vs. CAT6

Visto que os cabos CAT6 desempenham a até 250 MHz, o que é mais que o dobro dos cabos CAT5e (100 Mhz), eles oferecem velocidades de até 10GBASE-T ou 10-Gigabit Ethernet. Os cabos CAT5e são compatíveis com até 1GBASE-T ou 1-Gigabit Ethernet.

Diafonia entre CAT5e vs. CAT6

CAT5e e CAT6 são ambos cabos com pares retorcidos. Ambos usam fios de cobre, com tipicamente 4 pares retorcidos (8 fios) por cabo. No passado, o desempenho de 250 MHz oferecido pelo CAT6 era frequentemente alcançado usando uma chaveta de náilon na fiação, que isolava cada um dos quatro pares retorcidos, tornando o cabo rígido. Hoje em dia, os cabos CAT6 são mais flexíveis, usando outros métodos para reduzir ruídos. 

Independentemente de uma chaveta ser usada, o CAT6 conta com especificações mais rigorosas para diafonia e ruído no sistema. Não apenas o CAT6 oferece significativamente interferência mais baixa ou paradiafonia (Near-End Crosstalk em inglês ou NEXT) na transmissão em comparação ao CAT5e, ainda melhora a telediafonia de mesmo nível (Equal-Level Far-End Crosstalk em inglês ou ELFEXT), a perda de retorno (Return Loss em inglês ou RL) e a perda de inserção (Insertion Loss em inglês ou IL). 

O resultado inclui menos ruído no sistema, menos erros e taxas de transmissão mais altas.

Comprimento máximo CAT5e vs. CAT6

Ambos o CAT5e e o CAT6 oferecem comprimentos de até 100 m por segmento de rede. As velocidades máximas alcançáveis nunca serão atingidas após esse comprimento. Isto pode resultar em uma conexão lenta ou com falhas, ou ainda nenhuma conexão. Se distâncias maiores que 100 m precisarem ser cobertas, o sinal pode ser amplificado com repetidores ou seletores.

Quando usado para 10GBASE-T, o comprimento máximo de um cabo CAT6 pode ser reduzido a 55 m. Depois dessa distância, a taxa cai para 1GBASE-T. Para ser capaz de executar 10GBASE-T pelo comprimento de 100 m, aconselha-se usar um CAT6A, também chamado de cabo "Augmented Category 6".

Diferenças visuais entre CAT5e vs. CAT6

Na maioria das vezes, a categoria do cabo estará impressa no cabo. Caso não esteja, você não será capaz de identificar a categoria do cabo por cor ou por conector RJ45, mas os cabos CAT6 são normalmente mais grossos que os cabos CAT5e por usarem cabos de cobre mais grossos.

Custo CAT5e vs. CAT6

Diversas características influenciam os custos de cabos Ethernet, sendo os elementos principais o comprimento, a qualidade, o conteúdo de cobre e o fabricante. No geral, você notará que os cabos CAT6 são normalmente entre 10 a 20% mais caros que os cabos CAT5e.

Conclusão: Cabo CAT5e vs. CAT6

Há inúmeras considerações a serem feitas ao escolher o cabo correto. 

Qual a velocidade de rede exigida: 100 Mbps, 1000 Mbps ou 10 Gbps? Qual o número de usuários? 

Com um alto número de usuários, a frequência do cabo (MHz) se torna importante. 

O cabo é para uso interno ou externo? O cabo precisa ser rígido ou flexível? Existem possíveis fontes de interferência? E muito mais. 

No final, a escolha deve ser feita dependendo da sua aplicação. 

Discute-se com frequência que não vale a pena investir em cabos com um desempenho mais alto como o CAT6, pois o hardware atual presente na infraestrutura da rede não exige velocidades de 10 Gbps. Mas o hardware é atualizado com o tempo, e é muito mais fácil atualizar o hardware do que colocar novos cabos. 

A diferença de preços entre o CAT5e e o CAT6 não é alta e é normalmente uma boa ideia optar por um cabo de melhor qualidade, preparando a infraestrutura da rede e o desempenho para o futuro próximo. 

A consideração mais importante, no entanto, independentemente da sua escolha por CAT5e ou CAT6, é sempre optar por um cabo de qualidade com 100% de cobre. 

Os fatos mostram que um sistema de cabeamento inferior pode causar até 70% de tempo de inatividade de rede, mesmo que represente normalmente apenas 5% do investimento inicial na rede. 

Então não arrisque falhas generalizadas ao economizar em um sistema de cabeamento que não oferece desempenho garantido. 

Veja também: 
Como crimpar o conector RJ-45 fêmea

Sempre procure um fornecedor que ofereça garantia vitalícia em cabos CAT5e e CAT6 verificados independentemente pela ETL, como a Black Box.

Comente este artigo

O você achou desta publicação? Qual sua opinião a respeito?
Gostaria de acrescentar algo? Use o campo abaixo e registre sua participação nesta publicação.
Sugerimos Usar a Opção Nome + URL = Escreva seu nome e no campo url coloque o link de seu blog, site, rede social ou deixe em branco.
Estamos aguardo sua participação.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Lembre-se todas palavras ou frases na cor laranja são links especiais relacionados ao assunto do artigo ou da palavra, não deixe de clicar neles.

GeraLinks - Agregador de links | Agregador de conteúdo TrendsTops