Blog Diferente Para Ser Diferente
Blog Diferente Para Ser Diferente, Vem Com a Gente!


Saudações Amados do Seja Hoje Diferente.

Com um perfil residencial de classe média, a Vila Matilde, na zona leste, é um bairro que durante décadas guardou suas características de casas térreas e sobrados construídos na década de 1950. Hoje, com a chegada do Metrô, a situação está mudando, assim como a de seus vizinhos, o Tatuapé e a Vila Esperança.

O bairro nasceu na década de 1920. O nascimento foi igual ao de seus vizinhos e mais um sem número de bairros paulistanos. Uma grande gleba e pessoas dispostas a comprar um retalho para montar casa. Nos primeiros anos da década de 1920 essa gleba pertencia a dona Escolástica Melchert da Fonseca, e ia desde a Guaiaúna à Fazenda do Carmo, hoje Parque do Carmo.

Dona Escolástica tinha uma filha de nome Matilde, que havia sido casada com o ex-ministro e embaixador Drº Macedo Soares – figura importante da política paulistana. Ele mesmo era proprietário de uma chácara na zona sul, que acabou se tornando o bairro Chácara do Castelo.

Mas tudo isso é passado. O Metrô – com duas estações na região – está redesenhando o mapa do bairro: as casinhas estão dando lugar a empreendimentos maiores e melhores. A vila já não tem mais problemas de transporte coletivo. Agora, o ativo comercio esta atendendo as necessidades dos moradores, e eles mesmos estão comprando os apartamentos de dois e três dormitórios. Seus habitantes nem se lembram dos esforços para chegar ao centro. E para que? Há Metrô na porta, shopping centers e hipermercados ao lado.

Mesmo assim, tal qual o povo de Asterix ( o gaulês irredutível), muitos moradores preferem ficar nas suas casa térreas, com suas flores e varanda onde se pode ler em cima: “Lar doce lar”. Pois que continuem a guardar um pedaço dessa velha São Paulo.

Fonte: 450 Bairros São Paulo 450 Anos
Editora: Senac São Paulo
Autor: Levino Ponciano

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!
Postagem Anterior Próxima Postagem
Lembre-se todas palavras ou frases na cor laranja são links especiais relacionados ao assunto do artigo ou da palavra, não deixe de clicar neles.