Blog Diferente Para Ser Diferente
Blog Diferente Para Ser Diferente, Vem Com a Gente!


Saudações Amados do Seja Hoje Diferente.

Ter um animal de estimação é muito vantajoso para a saúde mental. Além de colaborarem terapeuticamente contra a depressão, animais dóceis podem alegrar qualquer ambiente. 

Eles nos ajudam a lidar com fatos da vida (bons e ruins), como o nascimento ou a morte de um ente querido, além de proporcionarem maior bem-estar, tornando o dia a dia mais agradável.

Existem vários animais que podem cumprir muito bem esse papel. Sejam eles grandes, médios ou pequenos, há sempre um que se enquadre perfeitamente ao seu lar. E não por acaso os cachorros são, em geral, a primeira escolha das famílias brasileiras. 

São muitas raças de cães existentes e cada uma possui características e necessidades específicas. Hoje, falaremos um pouco mais sobre o boxer, essa raça tão tradicional e comum no Brasil. Apesar de aparentarem braveza, esses cães são bastante dóceis e amáveis. 

Pequeno histórico do boxer

A raça boxer surgiu na Alemanha, por volta de 1830, através do acasalamento da raça Bullenbeisser com o Buldogue Inglês. Após sucessivos cruzamentos, com a finalidade de eliminar algumas características comuns dos buldogues, nasceu o boxer que conhecemos atualmente.

Entretanto, foi apenas em 1900 que a raça se tornou de uso geral, sendo reconhecida pela American Kennel Club, o maior clube de registro genealógico de cães.

Com relação à escolha do nome da raça, há algumas controvérsias. Contudo, uma das hipóteses mais aceitas se relaciona à maneira com que os cães utilizam as suas patas dianteiras para brincar uns com os outros. 

Este é um cão popular no mundo inteiro e, apesar de ter surgido na Alemanha, a raça boxer é a preferida dos moradores do Reino Unido.

Veja, abaixo, as principais características desses cães.

Características da raça boxer
Os cães da raça boxer são dóceis, muito brincalhões e possuem fácil adaptação, principalmente se são treinados. São apegados à família e excelentes protetores. 

Apesar da sua docilidade, são animais indicados para tarefas de guarda, já que são inteligentes e possuem porte para defender os seus donos. 

1. Personalidade e comportamento
Os cães desta raça, para a alegria dos donos, não costumam latir exageradamente. Muito bom, não é mesmo? Além disso, eles se adaptam facilmente à rotina familiar. Por serem muito carinhosos, precisam conviver com pessoas, pois a solidão pode deixá-los tristes e entediados. 

Entretanto, é importante apresentá-los, desde pequenos, aos visitantes e a outros animais, principalmente devido ao seu instinto protetor.

E, treiná-los é relativamente simples e bastante importante já que, com o seu tamanho, algumas brincadeiras podem machucar. Contudo, é preciso ter paciência e persistência para obter sucesso durante os treinos.

2. Características físicas
Os boxers possuem pelos curtos e brilhantes, de cor dourada ou tigrada. Apresentam manchas pretas em volta do seu focinho e seus olhos são marrons ou cor de amêndoa. São musculosos e atléticos, além de possuírem ossos fortes, características ideais para cães de proteção.

Originalmente possuem orelhas longas e baixas. Entretanto, nos países em que isso é permitido as suas orelhas e caudas são cortadas quando estão ainda filhotes. 

Quanto ao seu peso, eles podem pesar entre 25 a 32 kg. Quanto ao tamanho, podem ter entre 53 a 63 cm. Por crescerem muito rapidamente, as suas unhas devem ser cortadas de forma periódica para que o cão não se machuque ou arranhe as pessoas na hora das brincadeiras.

3. Outras características
A raça é muito ativa, por isso, não é recomendada para ambientes com pouco espaço. Em contrapartida, não é um cão para viver ao ar livre, já que suas características físicas, como focinho curto e pelagem baixa, não são adequadas para um ambiente externo.

Apesar do seu tamanho, é uma raça aconselhada para quem possui crianças em casa, principalmente por suas características dóceis e protetoras. São animais muito limpos e não costumam se adaptar à sujeira. Comumente, realizam uma auto limpeza, assim como os gatos. Dessa forma, é possível espaçar os banhos rotineiros.

Quanto à saúde, são propensos ao desenvolvimento de tumores e à torção gástrica, já que se alimentam muito rapidamente e de forma exagerada. Por esse motivo, é importante que os donos supervisionem a alimentação constantemente e estejam atentos às modificações no comportamento desses animais.


A expectativa de vida do boxer é de até dez anos, quando bem cuidado. Dessa forma, é essencial que os donos se dediquem a promover o bem-estar e a saúde do animal, possibilitando uma melhor qualidade de vida para essa raça tão amável e protetora.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!
Postagem Anterior Próxima Postagem
Lembre-se todas palavras ou frases na cor laranja são links especiais relacionados ao assunto do artigo ou da palavra, não deixe de clicar neles.

GeraLinks - Agregador de links | Agregador de conteúdo TrendsTops

Não esqueça: Você pode ser diferente e nos ajudar? Clique aqui