Países colonizados e sistema de colonização são assuntos muito tratados em vestibulares pelo país. Grande parte dos cursinhos pré-vestibular abordam o tema com bastante atenção e dedicam mais tempo a ele em relação à prova de humanidades. Isso porque o nosso país foi colonizado durante boa parte de sua história e nada mais relevante que saber a história do lugar onde vivemos.

Pensando nisso, preparamos algumas informações que especiais sobre o processo de colonização.

O que é

Colonizar é o termo utilizado para caracterizar a situação na qual determinado país, normalmente mais rico e avançado, vai atrás de uma região desabitada ou com povos nativos “não civilizados”. Na maioria dos casos, essas regiões carecem de recursos, então o colonizador aproveita-se dessa escassez.

Podem dominar a região tanto para fins de exploração de recursos, quanto para habitação e povoamento. A colonização vai muito além do trabalho e da procura de riquezas, podendo ser visto que, em muitos casos, a imposição cultural e a destruição de costumes nativos foram determinantes para a formalização do processo. Um exemplo disso é o eurocentrismo.

Quais os tipos

O sistema de colonização pode ser dividido em dois: o sistema de povoamento e o sistema de exploração.

Povoamento: os colonos invadem e tomam conta de uma região com o intuito de fazer com que ela seja mais povoada, acreditando que só assim poderá haver um crescimento social e econômico. Esse é o caso dos Estados Unidos, que foram colonizados pela Inglaterra e França, mas não tiveram seus recursos naturais explorados de forma prioritária.

Exploração: o país colonizador despreza ou torna insignificante a presença dos nativos. Com isso, passa a explorar os recursos naturais presentes no atual território, deixando, na maioria dos casos, em estados de urgência, escassez e crises sociais.

Um exemplo prático desse tipo de colonização foi a portuguesa no Brasil. Os índios eram explorados e os recursos naturais, como pau-brasil, levados embora para Portugal, culminando em sua extinção total ou parcial. Assim como ocorrido no Brasil, outros países da América do Sul também sofreram a mesma repressão, mas pela Espanha, principalmente.

Colonização africana

Entre os dois últimos continentes a serem colonizados pelos europeus, a África começou a ser explorada no século XIX e sofre com as consequências até hoje.

Com o avanço das Revoluções Industriais, os países da Europa precisavam ir atrás de matéria prima de diferentes fontes, ricas em solos e de baixa exploração externa, tais como cobre, ferro, ouro, prata.

Como muitos estavam de olho nas terras africanas, foi decidido, pelos europeus, que cada país em disputa receberia sua parcela de terra e, com isso, poderia explorar livremente o território colonizado.

A cultura africana, em sua essência, é bastante diferente da ocidental e, por meio do eurocentrismo dos colonos, grande parte dessas culturas foram destruídas e substituídas por costumes do ocidente.

Atualmente temos uma dívida histórica que é o reflexo de toda essa exploração.

Colonização na América Latina


Os principais colonizadores da América Latina foram Portugal e Espanha, dividindo a região pelo Tratado de Tordesilhas e deixando a maior parte para os espanhóis, enquanto a Coroa Portuguesa ficou com uma faixa litorânea do Brasil.

Portugal conquistou o espaço aos poucos, desbravando a região por meio dos bandeirantes e, assim, conquistando cada vez mais a região brasileira.

Já a Espanha teve uma colonização mais atuante e agressiva. As colônias não eram governadas de dentro dos país e sim por uma ordem maior que vinha de Madri, comandada pela Igreja Católica Romana.

Colonização na América Anglo-Saxônica


Como dito anteriormente, o processo de colonização nos Estados Unidos e Canadá foi bem diferente do processo feito na América do Sul. Lá, os colonizadores tinham a intenção de povoar a região, fazendo com que ela crescesse economicamente, mesmo sob o pagamento de impostos para a coroa.

O incentivo econômico foi grande, permitindo a negociação entre colônia e metrópole através da exportação de chá para a Inglaterra e com a consequente migração de ingleses para habitar e comandar as regiões já conquistadas.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!
Acredite nos seus sonhos. A fé aliada à ação servem de ponte para a concretização deles.

Comente este artigo

Postagem Anterior Próxima Postagem

GeraLinks - Agregador de links