Lideranças buscam uso ético de IA nas empresas
Foto: WangXiNa / Freepik

O avanço das tecnologias de Inteligência Artificial (IA) está transformando o cenário empresarial de forma impressionante. Com a crescente popularização dessas ferramentas, surge a necessidade de promover o uso ético da IA, onde o cumprimento das regulamentações, conhecido como compliance, desempenha um papel fundamental.

Este artigo, encomendado à Forbes Insights por SAS, Intel e Accenture, sob o título "IA: momento, maturidade e modelos para o sucesso", apresenta insights cruciais sobre o uso ético da IA nas empresas. A pesquisa ouviu 305 executivos de empresas na Europa, nas Américas e na região Ásia-Pacífico em julho de 2023.

Os Benefícios da IA nas Empresas

A pesquisa revelou que mais da metade das empresas que adotaram a IA experimentaram resultados positivos. Isso inclui previsões mais precisas, tomadas de decisões aprimoradas, sucesso na aquisição de clientes e um aumento significativo na produtividade.

Paralelamente, outra pesquisa realizada pela Insider Intelligence mostrou que 43% dos líderes acreditam que a IA se tornará uma parte essencial de suas empresas até 2025. Como resultado, muitas empresas estão investindo em treinamento em ética para seus funcionários e estabelecendo comitês para supervisionar o uso responsável dessa tecnologia.

A Transformação dos Modelos de Negócios

A Inteligência Artificial está desempenhando um papel crucial na evolução dos modelos de negócios, tornando-os progressivamente mais estratégicos e ágeis. No entanto, Rumman Chowdhury, ex-líder de Inteligência Artificial da Accenture Applied Intelligence, enfatiza a importância de ir além da simples promessa de não causar danos com a IA. Ela destaca a necessidade de garantir que os sistemas de IA sejam seguros, transparentes e não prejudiquem as pessoas, empresas e a sociedade.

Os Riscos Éticos

O estudo da Forbes Insights revela que 60% das empresas estão preocupadas com as implicações das decisões tomadas pela IA no envolvimento com os clientes, especialmente no que diz respeito à empatia e à confiança dos consumidores.

No Brasil, uma das principais preocupações está relacionada à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que estabelece normas rigorosas para o processamento, armazenamento e gerenciamento de dados. À medida que os sistemas de IA coletam e analisam grandes volumes de dados, é essencial aplicar essas informações de maneira ética, garantindo a privacidade do usuário. Nesse contexto, as ferramentas de compliance desempenham um papel crucial no controle e no cumprimento das leis e regulamentos aos quais todas as empresas estão sujeitas.

A Responsabilidade das Lideranças

Durante o Collision 2023, o vice-presidente do Google DeepMind, Colin Murdoch, enfatizou a importância de garantir que os impactos da IA sejam seguros, éticos e inclusivos para criar um futuro positivo para todos.

Valores como transparência e responsabilidade são fundamentais para as empresas que desejam implementar tecnologias de IA. Esses sistemas devem ser acessíveis e em conformidade com as regulamentações éticas. Devem ser claros para todos, permitindo que colaboradores e consumidores compreendam suas decisões e, se necessário, saibam como corrigi-las. Nesse contexto, as empresas devem definir práticas para o uso responsável da IA e destacar as consequências e os impactos de seu uso.

Colin Murdoch também mencionou a discussão sobre a regulamentação da IA na Europa, nos EUA e no Brasil, destacando a colaboração entre empresas, governos e órgãos reguladores para garantir a eficácia da regulamentação, ao mesmo tempo que estimulam a inovação.

Conclusão

A implementação da Inteligência Artificial nas empresas oferece inúmeros benefícios, mas também traz desafios éticos significativos. É essencial que as empresas adotem uma abordagem responsável e ética no uso da IA, cumprindo regulamentações e garantindo a transparência em suas operações.

Este artigo é uma edição exclusiva para o News SHD: Seja Hoje Diferente. Caso deseje republicá-lo em seu blog, lembre-se de atribuir o News SHD como fonte e fornecer um link para este artigo. Além disso, considere contribuir ou retribuir com 50 centavos, o que nos ajuda a continuar produzindo conteúdo relevante.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Shopee