Por Mauro Inagaki, fundador e CEO da b2finance

Você já deve ter ouvido o ditado "mente sobre a matéria". Esta frase relaciona perfeitamente o poder da mentalidade humana e como ela pode impactar não apenas nossos pensamentos, mas também nossas ações.

Quando meus filhos nasceram, eu aprendi muito. Não apenas aprendi, mas entendi que aquele acontecimento tão importante exigia algo de mim: mudança. Mudança na maneira de pensar, de agir e de lidar com os fatos do dia a dia. Desde então, sou um entusiasta da mudança de mindset.

Apesar de esse termo ser razoavelmente novo, desde que o mundo é mundo nós precisamos nos adaptar. Seja por um trauma, seja pelas responsabilidades implícitas ao nascimento de um filho.

Segundo palavras da escritora Carol Dweck, mindset é o conjunto de ideais, valores e crenças que construímos ao longo da vida. Se traduzirmos ao pé da letra, ele é como a nossa configuração mental. É por meio dele que encaramos as situações da vida e com ele tomamos grande parte das nossas decisões.

Existem dois tipos principais de mindset: fixo e de crescimento. O fixo é aquele em que os indivíduos acreditam que suas habilidades e características são imutáveis e não podem ser alteradas. Por outro lado, o de crescimento é aquele em que os indivíduos acreditam que suas habilidades e características podem ser desenvolvidas por meio de trabalho, dedicação e perseverança.

Mas vamos pensar: por que é tão difícil mudar e por que resistimos tanto às mudanças?

Existem teorias da psicologia que indicam que é muito mais fácil perpetuarmos ações e características com um único objetivo: economizar energia. Sempre que precisamos alterar algum hábito ou alguma forma de agir, nosso cérebro gasta muita energia. Por esse motivo, entramos na famosa zona de conforto para não entrarmos em conflito com nossas próprias ideias e concepções.

Adotar um mindset de crescimento pode ter um impacto profundo na nossa vida. Uma pesquisa indica que pessoas com esse modo de pensar tendem a ser mais bem-sucedidas em suas carreiras, relacionamentos e em outras áreas da vida pessoal.

Essas pessoas encaram os desafios como oportunidades de crescimento e aprendizado, não são desencorajadas pelo fracasso e veem as falhas como uma chance de melhorar. Além disso, aprendem a ser mais resilientes, de mente aberta e motivados a melhorar constantemente.

Então, como podemos desenvolver essas características? Aqui estão algumas dicas:

  • Aceite desafios: em vez de evitar desafios, abrace-os como oportunidades para aprender e crescer;
  • Abrace o fracasso: o fracasso não é um revés, mas uma chance de aprender e melhorar;
  • Concentre-se no processonão apenas no resultado: comemore o progresso que você faz, não apenas o resultado final;
  • Cultive o amor pelo aprendizado: mantenha-se curioso e continue a aprender coisas novas sempre que possível;
  • Cerque-se de pessoas positivas: Procure pessoas que encorajem e apoiem seu crescimento. Elas, com certeza, vão ajudar você a elevar seu conhecimento.

Em conclusão, mudar nossa forma de pensar e de agir pode ser a chave para alcançar o sucesso e a felicidade em múltiplos aspecto. Ao abraçarmos os desafios, aceitarmos o fracasso, focarmos no processo, cultivarmos o amor pelo aprendizado e nos cercarmos de pessoas positivas, podemos desenvolver um mindset favorável para liberar todo o nosso potencial.

Comece a colocar essas dicas em prática e descubra aonde esse caminho vai te levar.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Compartilhe nas redes sociais e apoie ou retribua

Todos os nossos artigos são exclusivos é proibida a reprodução total ou parcial dos mesmos sem a indicação da fonte SHD: Sejahojediferente.com