Por Aluisio Diniz Cirino, empresário, CEO e fundador da Lecupon

Será que a mercearia do Seu Joaquim pode oferecer aos seus clientes um clube que premie e incentive seus consumidores em troca de vantagens? 

Clube de vantagens e de benefícios é bastante comum para grandes empresas, e cada vez mais a máxima é verdadeira quando se trata de negócios menores: o modelo de troca pode ser — e realmente tem se mostrado ser — positivo para os negócios locais e de menor tamanho, como supermercados, bares e restaurantes.

Com um programa de vantagens, é possível um pequeno negócio elevar sua lucratividade aumentando sua base de clientes fixos em cerca de 40%, segundo dados da base de clientes da Lecupon.

Foi o que aconteceu com o Movimento Mais Brasil, associação civil que oferece aos seus associados/beneficiários efetivos a proteção veicular tendo como base uma cooperação mútua, com serviços como: ressarcimento em caso de furto ou roubo qualificado; reparo em caso de acidente; assistência a qualquer hora do dia; carro reserva de até 30 dias para casos de colisão; e reparo em veículo de terceiros em caso de colisão. Com a inclusão de parceiros próprios, foi possível oferecer aos beneficiários ativos vantagens próximas e que, muitas vezes, já faziam parte do dia a dia deles, facilitando ainda mais o estreitamento dos relacionamentos.

No entanto, é importante fazer a lição de casa para que o modelo realmente funcione.

O primeiro passo para que o negócio tenha um clube de vantagens efetivo e venda mais é entender o público-alvo e quais tipos de vantagens são mais atraentes. Por exemplo, se, para determinado comércio, é melhor oferecer cashback (devolver uma quantidade do valor pago em um produto), oferecer a troca de pontos por produtos no local ou, até mesmo, usar esses pontos em outros marketplaces de maior tamanho, como Magalu, Americanas, Amazon, Apple, entre outros. A variedade é grande, mas entender o perfil do consumidor é importantíssimo para o sucesso.

Outro ponto fundamental é tornar fácil e simples o acesso e checagem de pontos e trocas. Hoje, existem aplicativos que permitem a criação de seu clube de lealdade de forma rápida e simples, e ainda customizada.

A divulgação também é parte estratégica do sucesso. A divulgação do benefício por meio de um pacote mensal (com artes para redes sociais) que permite ao cliente escolher quais divulgações mais têm a ver com o mercado em que ele atua, a inserção na régua de e-mail marketing e a customização de banners que estarão destacados dentro do APP são grandes diferenciais. Tudo traz a sensação de personalização, que impacta, diretamente, na estratégia de público-alvo.

Não há tamanho de negócios que impossibilite a criação de um programa de fidelização. Qualquer empreendimento que pretenda conquistar novos clientes e garantir a permanência dos atuais valendo-se de diferenciais de mercado e de uma relação duradoura com a base já pode oferecer clube de vantagens.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Compartilhe nas redes sociais e apoie ou retribua

Todos os nossos artigos são exclusivos é proibida a reprodução total ou parcial dos mesmos sem a indicação da fonte SHD: Sejahojediferente.com