De acordo com a advogada Tatiana Sampaio, planejar pode minimizar erros e ajudar na conquista dos objetivos para a aposentadoria

O sistema previdenciário no Brasil é conhecido por suas regras burocráticas e complexas. É natural que muitos se sintam perdidos quando estão prestes a se aposentar, já que apenas nessa fase começam a se preocupar com documentos trabalhistas e valores a receber, entre outros pontos. Para tornar o processo mais tranquilo e minimizar erros, existe o planejamento previdenciário.

De acordo com a advogada Tatiana Sampaio, especialista em Direito Previdenciário, o planejamento é uma medida que ajuda a conquistar os objetivos esperados, fazendo com que o trabalhador consiga se organizar antes da aposentadoria para que possa receber o melhor benefício possível. 

“O planejamento previdenciário é algo para todos, já que permite que o trabalhador se prepare para o futuro, ajudando, inclusive, a definir as contribuições que ele deve fazer para receber um determinado valor de aposentadoria”, esclarece Tatiana.

A especialista explica que, sem planejamento, o trabalhador pode contribuir de forma errônea inclusive. “Se alguém espera receber o teto, mas contribui toda a vida com o valor de um salário mínimo, isso não vai se realizar”, afirma. 

O planejamento previdenciário garante que seja feito uma espécie de estudo preliminar que vai indicar os melhores caminhos para a aposentadoria do trabalhador. “Ele evita sustos desnecessários e permite definições mais claras para que a fase da aposentadoria não seja uma incógnita, mas algo planejado”, avalia a advogada.

E quando é o momento ideal para começar a pensar em planejamento previdenciário? De acordo com a especialista, quanto antes o planejamento começar, mais fácil será obter o resultado esperado. “Podemos dizer que por volta dos 30 ou 35 anos já seria indicado começar a organizar a documentação e buscar ajuda especializada”, alerta Tatiana.

Ela argumenta que um planejamento previdenciário é indicado para quem quer se aposentar no momento certo, considerando as diversas mudanças na legislação.

“Também é para quem deseja contribuir com o valor correto. Ou seja, nem mais e nem menos que o ideal para receber o esperado. Trata-se de uma medida importante para planejar o futuro sem erros”, conclui.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Shopee