alimentação pode interferir na sua saúde mental

No mês do Janeiro Branco, nutricionista do Comitê Umami explica a relação da comida com o bem-estar psicológico

 No começo do ano, todos estão mais inspirados a fazer reflexões sobre como cuidar melhor do corpo e da mente.  Pensando em conscientizar as pessoas sobre a importância de uma boa saúde mental, foi criada no Brasil a campanha Janeiro Branco.

De acordo com a nutricionista do Comitê Umami, Lisiane Miura, existe uma relação entre a alimentação e a saúde mental. “Ter o hábito de fazer refeições inadequadas é mais prejudicial do que se imagina. Uma dieta balanceada pode auxiliar na melhora do nosso bem-estar físico e mental”, explica.

“Ao ingerirmos alimentos com altos teores de açúcar, gorduras, grãos refinados e bebidas com cafeína podemos aumentar nossos níveis de estresse”, destaca Lisiane. Por outro lado, segundo a nutricionista, para ajudar no alívio da irritabilidade do dia a dia, é recomendado ter uma alimentação equilibrada, priorizando o consumo de carnes magras, frutas, legumes, vegetais, grãos integrais, oleaginosas e ovos.

Hábitos alimentares saudáveis impactam diretamente no nosso cérebro, por isso a importância de transformar o ato de comer em uma experiência ainda mais prazerosa, e, assim, poder melhorar o controle de emoções, a disposição, a energia, o humor e a memória. Ainda assim, é muito importante lembrar que comer bem não substitui o acompanhamento com profissionais das áreas de psicologia e psiquiatria.

“Uma ótima opção para melhorar nossa rotina alimentar é incluir na dieta alimentos ricos em umami, como tomate, brócolis, milho, ervilha, peixes, frango e cogumelos, que, além de proporcionarem benefícios por conta de seus nutrientes, aumentam a saciedade e prolongam um gosto saboroso no paladar”, comenta a nutricionista do Comitê Umami.

O umami é o quinto gosto básico do paladar humano, ao lado do doce, salgado, azedo e amargo, e um de seus benefícios é, literalmente, dar a sensação de água na boca, por aumentar a salivação. O gosto pode ser encontrado naturalmente nas mais diversas categorias de alimentos, como frutos do mar, cogumelos, legumes, vegetais, ovos, carnes, fermentados, laticínios e chás.

UMAMI

É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento. 

Para saber mais, acesse o site www.portalumami.com.br.

Postagem Anterior Próxima Postagem
Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!


Seja Parceiro Anuncie no Seja Hoje Diferente!

Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.