Taxa de 30% cobrada pela App Store é considerada abusiva pelas desenvolvedoras de aplicativos. 

Depois de se revoltar com a indiferença da empresa em relação ao Twitter, bilionário resolveu se juntar à 'frente de resistência' contra a política da Apple no mercado

Ao vocalizar (ou melhor, tuitar) sua indignação contra a taxa cobrada pela Apple dos aplicativos disponíveis na sua plataforma, Musk se tornou um aliado de uma batalha travada há anos. No centro dessa disputa, temos o que ficou conhecido como o "imposto Apple". 

A fabricante do iPhone cobra 30% sobre as transações realizadas na sua loja de aplicativos, uma política comercial considerada abusiva pelas empresas desenvolvedoras, entre elas Spotify e Epic Games, a criadora do Fortnite.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Shopee